domingo, 18 de agosto de 2013

A Santificação é Para os Observadores do Sábado

Ellen White

Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. ... O sétimo dia é o sábado do Senhor, teu Deus; não farás nenhum trabalho. Êxo. 20:8 e 10.

O Senhor declarou em Sua Palavra que o sétimo dia é um sinal entre Ele e Seu povo escolhido - um sinal de sua lealdade. ...
O sétimo dia é o dia escolhido por Deus. Ele não deixou que esta questão fosse remodelada por sacerdotes ou governantes. Ela é demasiado importante para ser confiada ao critério humano. Deus viu que os homens buscariam sua própria conveniência, escolhendo um dia mais adaptado a suas inclinações, um dia que não tem autoridade divina; e Ele afirmou claramente que o sétimo dia é o sábado do Senhor.
Todo homem no mundo de Deus está sujeito às leis de Seu governo. Deus colocou o sábado no centro do Decálogo, tornando-o o critério de obediência. Por meio dele podemos aprender de Seu poder, da maneira como é manifestado em Suas obras e em Sua Palavra. ...
Os homens não poderiam colocar-se mais decididamente em oposição à obra e à lei de Deus do que enaltecendo um dia que não possui a menor evidência de santidade, e professando adorá-Lo nesse dia. Os que têm profanado a lei substituindo o santo sábado de Deus pelo falso sábado, e que impõem a observância desse falso sábado, exaltam a si mesmos acima de Deus e honram mais o espúrio que o genuíno.
A santificação é reivindicada por professos cristãos que rejeitam o santo dia de repouso de Deus em troca de um sábado espúrio. Mas Deus declara que a santificação que procede dEle é outorgada unicamente aos que O honram observando os Seus mandamentos. A santificação reivindicada pelos que continuam em transgressão é uma santificação espúria. ...
Os homens têm buscado muitas invenções. Eles tomaram um dia comum, sobre o qual Deus não colocou santidade alguma, e cobriram-no de prerrogativas sagradas .Têm declarado que ele é um dia santo, mas isto não lhe confere o menor vestígio de santidade. Eles desonram a Deus aceitando instituições humanas e apresentando ao mundo como sábado cristão um dia que não tem um "Assim diz o Senhor" por sua autoridade. Signs of the Times, 31 de março de 1898.

Maranata, O Senhor Logo Vem - MM 1977 Pag. 236

Postagens de Destaque