quarta-feira, 23 de outubro de 2013

A Bendita Esperança

Ellen White

Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus.  Tito 2:13.

Disse Jesus que iria preparar-nos lugar, para que onde Ele estivesse, estivéssemos nós também. Habitaremos para sempre com a Sua preciosa presença e fruiremos a sua luz. Meu coração salta de alegria ante a animadora perspectiva. Estamos quase no lar. Céu, doce Céu! Será nosso lar eterno. A cada instante me alegro ao pensamento de que Jesus vive, e como Ele vive, nós também viveremos. Meu espírito diz: Louvai ao Senhor! Em Jesus há plenitude de bênçãos, suprimento bastante para todos e para cada qual, e por que, então, haveremos de morrer à míngua de pão ou perecer em terra estranha?
Sinto-me faminta, sedenta, de salvação e de inteira conformidade com a vontade de Deus. Por Jesus, temos uma boa esperança. Ela é segura e firme, e penetra até o interior do véu. Proporciona-nos conforto na aflição, dá-nos alegria em meio à angústia, dispersa as sombras que nos rodeiam e leva-nos a perceber através de tudo a imortalidade e vida eterna. ... Tesouros terrestres não nos servem de incentivos, pois a esperança que temos alcança muito além dos tesouros da Terra, que são passageiros, e se apega à herança eterna, aos tesouros perenes, incorruptíveis e  imaculados. ...
Pode nosso corpo mortal morrer, e ser deposto na sepultura. Contudo a bendita esperança vai até à ressurreição, quando a voz de Jesus chama aos que dormem no pó. Fruiremos então a plenitude da bem-aventurada e gloriosa esperança. Sabemos em quem temos crido. Não temos corrido em vão, nem trabalhado inutilmente. Está perante nós uma rica e gloriosa recompensa; é o prêmio em busca do qual corremos, e se perseverarmos, corajosamente, certo o alcançaremos. ...
Há salvação para nós, e por que nos mantemos afastados da fonte? Por que não nos aproximar e beber, para que o espírito se refrigere, robusteça e prospere em Deus? Por que nos apegamos tão fortemente à Terra? Existe coisa melhor do que a terra para nos servir de assunto de conversa e de pensamento. Podemos estar numa disposição de espírito celestial. Oh, consideremos o amável, imaculado caráter de Jesus, e pela contemplação seremos transformados na mesma imagem. Tende bom ânimo. Tende fé em Deus. Carta 9, 1856.

Marnata, O Senhor Vem - MM 1977 Pag. 302

Postagens de Destaque