sexta-feira, 4 de outubro de 2013

A Lei de Deus Aparece no Céu

Ellen White

Os céus anunciam a Sua justiça, porque é o próprio Deus que julga. Sal. 50:6.

As nuvens recuam, e se vêem os constelados céus, indescritivelmente gloriosos em contraste com o firmamento negro e carregado de cada lado. A glória da cidade celestial emana de suas portas entreabertas. O Grande Conflito, pág. 637.
No templo será vista a arca do concerto em que foram colocadas as duas tábuas de pedra, nas quais está escrita a lei de Deus. Estas tábuas de pedra serão tiradas de seu esconderijo, e nelas serão vistos os Dez Mandamentos gravados pelo dedo de Deus. Estas tábuas de pedra que agora se encontram na arca do concerto serão um convincente testemunho da verdade e das obrigatórias reivindicações da lei de Deus.
Espíritos e corações sacrílegos julgaram que eram suficientemente poderosos para mudar os tempos e as leis de Jeová; mas, em segurança nos arquivos do Céu, na arca de Deus, estão os mandamentos originais, escritos nas duas tábuas de pedra. Nenhum potentado terrestre tem poder para tirar essas tábuas de seu sagrado esconderijo debaixo do propiciatório. SDA Bible Commentary, vol. 7, pág. 972.
Aparece então de encontro ao céu uma mão segurando duas tábuas de pedra dobradas uma sobre a outra. Diz o profeta: "Os céus anunciarão a Sua justiça; pois Deus mesmo é o juiz." Salmo 50:6. Aquela santa lei, a justiça de Deus, que por entre trovões e chamas foi do Sinai proclamada como guia da vida, revela-se agora aos homens como a regra do juízo. A mão abre as tábuas, e vêem-se os preceitos do decálogo, como que traçados com pena de fogo. As palavras são tão claras que todos as podem ler. Desperta-se a memória, varrem-se de todas as mentes as trevas da superstição e heresia, e os dez preceitos divinos, breves, compreensivos e autorizados, apresentam-se à vista de todos os habitantes da Terra.
É impossível descrever o horror e desespero dos que pisaram os santos mandamentos de Deus. ...
Os inimigos da lei de Deus, desde o ministro até ao menor dentre eles, têm nova concepção da verdade e do dever. Demasiado tarde vêem que o sábado do quarto mandamento é o selo do Deus vivo. O Grande Conflito, págs. 639 e 640.

Maranata, O Senhor Vem - MM 1977 Pag. 284

Postagens de Destaque