quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Grupo apoia sabatistas que passaram pelo confinamento no ENEM

Publicação: 28/10/2013

Autor: Érica Lucile Assunção Barbosa Dresch

Foto: Jos? Icson
Foto: Jos? Icson
Aracaju, SE... [ASN] Nos dias 26 e 27 de outubro aconteceu o Exame Nacional do Ensino Médio, conhecido por ENEM. As provas começaram às 13h, pelo horário de Brasília, mas para os adventistas do sétimo dia e demais religiões que guardam o chamado "período sabático", a prova só pode ser iniciada depois do pôr-do-sol.

Para este grupo o sábado é considerado dia santo e por isso não realizam nenhuma atividade secular. Isto significou chegar nos locais de prova no mesmo horário que os demais candidatos e ficar esperando o final do dia para começar a responder o questionário. O período de reclusão é, em média, de 6 horas, e não é permitido usar o celular, ler a Bíblia ou conversar.

Um grupo de jovens da Igreja Adventista do bairro Siqueira Campos resolveu se mobilizar em apoio aos amigos que fariam a prova. Às 10h de sábado eles foram até o colégio Dinâmico recepcioná-los. No stand foram distribuídas garrafinhas de água, canetas, barrinhas de cereal e, principalmente, orações e mensagens de incentivo. “O objetivo desta ação era dar apoio na decisão de passar esse momento difícil de ficar trancado, mostrar que vale a pena ser fiel e ter princípios, afirma George dos Santos, organizador da ação.

Cerca de 400 sabatistas realizaram a prova do ENEM, entre eles adventistas, judeus e até católicos e espíritas que também observam o sábado. O estudante adventista, Jelisson dos Santos, gostou da iniciativa pois sentiu que a igreja, ao realizar essa programação, mostra que se preocupa com a espiritualidade dos jovens. "O desafio de ficar confinado é grande, mas é uma oportunidade de testemunhar nossa fé", salienta. [Equipe ASN, Érica Lucile Dresch]

Postagens de Destaque