sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

A OBSERVÂNCIA DO SÁBADO




(Alberto Ronald Timm)

INTRODUÇÃO

A Bíblia ordena a observância do sábado como dia de guarda, separado para uso sagrado, como um memorial da criação bem como da redenção. O sábado é um dia de especial comunhão e adoração a Deus. E, mais do que isso, a Bíblia declara ainda que o sábado é um sinal de santificação entre Deus e Seu povo: – Ezeq. 20:12 e 20
Portanto, para vivermos em perfeita comunhão com Deus, é necessário que observemos devidamente o sábado; não um dia entre sete apenas, mas o sábado, pois a Bíblia é especifica ao afirmar que "o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus" (Êxo. 20:10), e o próprio Cristo declarou que o sábado é o dia do Senhor (Mar. 2:28).
Mas como devemos guardar o sábado: O que implica a observância do sábado? . . .
I – O  PERÍODO  DO  SÁBADO

A – Os Dias da Semana da Criação
a)     O relato da Criação, em Gênesis cap. 1, apresenta cada um dos 6 dias que antecederam o sábado, como iniciando pela parte escura e terminando com a parte clara:
– Gên. 1: 5, 8, 13, etc. – "tarde (= noite) e manhã (= dia)"
b) E no sétimo dia da semana da Criação Deus descansou:
– Gên. 2: 1-3

B – O Período do Sábado
a)     À semelhança dos dias da semana da criação, o sábado deve ser celebrado "duma tarde a outra tarde": – Lev. 23:32
b)    E a Bíblia é ainda mais explícita ao identificar a expressão "'tarde" com o "pôr-do-sol": – Deut. 16: 6 (cf. Marcos 1:32)
c)      Portanto o sábado inicia ao pôr-do-sol de 6ª feira, e termina ao pôr-do-sol de sábado.

II – A  PREPARAÇÃO  PARA  O  SÁBADO

A – "O Dia da Preparação"
a)     Tanto no Velho como no Novo Testamento, o dia que antecede o sábado, isto é, a 6ª feira, é considerado "o dia da preparação" para o sábado: – Marcos 15:42 (cf. Luc. 23:54)

B – A Preparação para o Sábado
a)     Dos israelitas o Senhor requereu que na 6ª feira provessem os alimentos para o sábado: – Êxodo 16:22-26
b)    Igualmente de nós é requerido preparativos especiais para o sábado:
       Para não nos atrasarmos na sexta-feira, "durante toda a semana nos cumpre ter em mente o sábado e fazer a preparação indispensável, a fim de observado conforme o mandamento." (Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 20)
       "Embora a preparação para o sábado deve prosseguir durante toda a semana, a sexta-feira é o dia por excelência da preparação." (Idem, p. 21)
       "Na sexta-feira deverá ficar terminada a preparação para o sábado. Tende o cuidado de pôr toda a roupa em ordem e deixar cozido o que houver para cozer. Escovai os sapatos e tomai vosso banho. É possível deixar tudo preparado, se se tomar isto como regra. O sábado não deve ser empregado em consertar roupas, cozer o alimento, nem em divertimentos ou quaisquer outras, ocupações mundanas. Antes do pôr-do-sol, ponde de parte todo trabalho secular, e fazei desaparecer os jornais profanos. Explicai aos filhos esse vosso procedimento e induzi-os a ajudarem na preparação, a fim de observar o sábado segundo o mandamento." (Idem, p. 22)
       "Há ainda outro ponto a que devemos dar a nossa atenção no dia da preparação. Nesse dia todas as divergências existentes entre irmãos, tanto na família como na igreja, devem ser removidas. Afaste-se da alma toda amargura, ira ou ressentimento. Como espírito humilde 'confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis'. S. Tiago 5: 16." (Idem, pp. 22 e 23)
       É "na vida doméstica. . . que deve começar a preparação para o sábado." (Idem, p. 20)
       Também "os patrões deverão conceder aos empregados. . . tempo para a preparação, a fim de poderem saudar o dia do senhor com sossego de espírito. Assim procedendo não sofrerão nenhum prejuízo, nem mesmo quanto às coisas temporais." (Idem, p. 22)

C – O Início do Sábado em Família
a)     "Antes do pôr-do-sol, todos os membros da família devem reunir-se para estudar a Palavra de Deus cantar e orar. . . . Devemos tomar disposições especiais para que cada membro da família possa estar preparado para honrar o dia que Deus abençoou e santificou." (Idem, p. 23)
b)    "No culto familiar, tomem parte também as crianças, cada qual com sua Bíblia, lendo dela um ou dois versículos. Cante-se então um hino preferido, seguido de oração. . . . Em singela petição, contai ao Senhor as vossas necessidades e exprimi gratidão por Sua mercês. Deste modo saudareis a Jesus como hóspede bem-vindo em vosso lar e coração. Em família convém evitar orações longas e sobre assuntos remotos. Essas orações enfadam, em vez de constituírem um privilégio e uma bênção. Fazei da hora da oração um momento deleitável e interessante." (Idem, p. 24).

III – A  OBSERVÂNCIA  DO  SÁBADO

A – Seguindo o Exemplo Divino
a)     "Como Deus cessou Seu labor de criar e repousou ao sábado, e o abençoou, assim deve o homem deixar as ocupações da vida diária, e devotar essas sagradas horas a um saudável repouso, ao culto e a boas obras." (O Desejado de Todas as Nações, p. 207)

B – As Atividades do Sábado
a)     "Não deveis perder as preciosas horas do sábado, levantando-vos tarde. No sábado a família deve levantar-se cedo. despertando tarde, é fácil atrapalhar-se com a refeição matinal e a preparação para a escola sabatina." (Testemunhos Seletos, vol. 2, p. 23)
b)    "Todos devem ter um traje especial para assistir aos cultos de sábado. . . . Devemos vestir-nos com asseio e elegância, posto que sem luxo e sem adornos. Os filhos de Deus devem estar limpos interior e exteriormente." (Idem, p. 22)
c)     Durante o culto na igreja, tanto quanto possível, toda a família deve sentar-se junta; os pais ensinando a seus filhos a serem reverentes na casa de Deus. É interessante que os próprios filhos, se já souberem escrever, tomem nota dos textos e das principais idéias do sermão, para recapitularem em casa.
d)    "Muitos chefes de família têm por costume criticar em casa o culto, aprovando umas coisas e condenando outras. . . . Se durante o culto divino o pregador comete algum erro, guardai-vos de vos referir a ele. Falai apenas das coisas boas que fez, das excelentes idéias que apresentou, e que deveis aceitar como vindas de um instrumento de Deus." (Testemunhos Seletos, vol. 2, pp. 199-200)
e)     "Embora deva a gente abster-se de cozinhar aos sábados, não é necessário ingerir a comida fria. Em dias frios, convém aquecer o alimento preparando no dia anterior. As refeições, posto que simples, devem ser apetitosas e atraentes. Trate-se de arranjar qualquer prato especial, que a família não costuma comer todos os dias." (Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 24).
f)      No sábado à tarde, "quando faz bom tempo, deverão os pais sair com os filhos a passeio pelos campas e matas. Em meio às belas coisas da natureza, expliquem-lhes a razão da instituição do sábado. Descrevam-lhes a grande obra da criação de Deus. Contem-lhes que a Terra, quando Ele a fez, era bela e sem pecado. . . . Fazei-lhes notar, também, que, apesar da maldição do pecado, a Terra ainda revela a bondade divina. As campinas verdejantes, as árvores altaneiras, o alegre Sol, as nuvens, o orvalho, o silêncio solene da noite, a magnificência do céu estrelado, a beleza da Lua, dão testemunho do Criador. . . . Falai-lhes do plano da salvação ... Repeti-lhes a doce história de Belém. Apresentai-lhes como Jesus foi filho obediente aos pais. ... De quando em quando, lede-lhes as interessantes histórias contidas na Bíblia. Perguntai-lhes acerca do que aprenderam na escola sabatina, e estudai com eles a lição do sábado seguinte." (Idem, pp. 24-25).
g)     Que maravilhoso dia é o sábado! "Muitas vezes o Pai dificilmente vê a face de seus filhos durante toda a semana". Porém no Seu próprio dia Deus "reserva à família oportunidade para a comunhão com Ele, com a Natureza, e de uns para com outros. . . . Por meio de tais associações, os pais poderão ligar os filhos a seu coração, e assim a Deus, mediante laços que jamais se hão de romper." (Educação, p. 251).
h)    "Ao pôr-do-sol, elevai a voz em oração e cânticos de louvor a Deus, celebrando o findar do sábado e pedindo a assistência do Senhor para os cuidados da nova Semana." (Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 25).
i)       Deste modo os pais poderão fazer do sábado o que em realidade deve ser, isto é, o mais alegre dos dias da semana, induzindo assim os filhos a considerá-lo um dia deleitoso, o dia por excelência, santo ao Senhor e digno de honra." (Idem, p. 25).

C – O Sábado é Profanado:
1º) Buscando o próprio prazer (Testemunhas Seletos, vol. 1, p. 281)
2º) Pela pressa, impaciência e precipitação. (Idem, vol. 3, p.23)
3º) Fazendo os deveres escolares. (Testimonies, vol. 4, p. 114)
4º) Lendo livros seculares ou jornais. (Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 22)
5º) Pensando em negócios para ocupar a mente. (Idem, p. 23)
"Os que não se acham inteiramente convertidos à verdade, deixam com freqüência que a mente lhes corra ás soltas sobre negócios mundanos e se bem que repousem dos labores físicos no sábado, a língua fala do que está no espírito; daí, essas conversas sobre gado, colheitas, prejuízos e lucros. Tudo isto é violação do sábado." (Testemunhos Seletos, vol. I, p. 291).

D – Viajar aos Sábados
"Temo que muitas vezes empreendamos nesse dia viagens que bem poderiam ser evitadas. . . . Devemos ser mais escrupulosos quanto a viagens nesse dia, por terra ou mar. . . . Pode tornar-se necessário viajar no sábado; mas sempre que possível devemos, no dia anterior, comprar a passagem e tomar todas as disposições necessárias. Quando empreendermos viagem, devemos esforçar-nos o mais possível por evitar que o dia da chegada ao destino coincida com o sábado. Quando obrigados a viajar no sábado, cumpre evitar a companhia dos que procuram atrair-nos a atenção para as coisas seculares." (Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 26)

E – O Sábado Não é um Dia de Inatividade
– O sábado não se destina à inatividade, ociosidade ou a dormir.
a)     "A obra no Céu não cessa nunca, e o homem não deve descansar de fazer bem. O sábado não se destina a ser um período de inútil inatividade. A lei proíbe trabalho secular no dia de repouso do Senhor . . . mas como Deus cessou Seu labor de criar e repousou ao sábado, e o abençoou, assim deve o homem deixar as ocupações da vida diária, e devotar essas sagradas horas a um saudável repouso, ao culto e a boas obras." (O Desejado de Todas as Nações, p. 207).
b)    "Ninguém se deve sentir na liberdade de gastar tempo santo inutilmente. Desagrada a Deus que os observadores do sábado durmam durante muito tempo no sábado. Eles desonram a seu Criador em assim fazer e, por seu exemplo, dizem que os seis dias são demasiado preciosos para que os empreguem para descansar. Precisam ganhar dinheiro, mesmo que seja roubando-se do necessário sono, que recuperam dormindo durante as horas santas." (Testemunhos Seletos, vol. 1, pp. 291-292).
c)     "Devemos observar cuidadosamente os limites do sábado. Lembrai-vos de que cada minuto é tempo sagrado." (Idem, vol. 3, p. 22).

IV – CONDIÇÕES  PARA  A  VERDADEIRA  OBSERVÂNCIA  DO  SÁBADO

Entre outros aspectos, o Espírito de Profecia menciona duas condições indispensáveis para que observemos o sábado genuinamente:
1º) "Não devemos observar o sábado simplesmente como objeto de lei. Devemos compreender suas relações espirituais com todos os negócios da vida." (Testimonies, vol. 6, p. 353; cf. 3TS, 20).
2º) "Mas a fim de santificar o sábado, os homens precisam ser eles próprios santos. Devem, pela fé, tornar-se participantes da justiça de Cristo. Quando foi dado a Israel o mandamento: 'Lembra-te do dia do sábado, para o santificar' (Êxodo 20:8), o Senhor lhes disse também: 'E ser-Me-eis homens santos!' Êxo. 22:31." (O Desejado de Todas as Nações, p. 283)

CONCLUSÃO

Na verdade, a ordem divina ao Seu povo é : - Ezeq. 20: 20
"O sábado é o sinal do companheirismo existente entre Deus e o Seu povo. . . " (Testimonies, vo1. 8, p. 198)
Neemias, após o cativeiro babilônico, empreendeu uma grande reforma na observância do sábado em Jerusalém (Neem. 13:15-22); e que nós, igualmente, com a graça divina, empreendamos reforma semelhante na nossa vida e no nosso lar! . . .

E a promessa divina é: – Isaías 56:2; Isaías 58:13 e 14

Postagens de Destaque