segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Pertencemos à Família Real

Ellen White

Amados, agora, somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando Ele Se manifestar, seremos semelhantes a Ele, porque haveremos de vê-Lo como Ele é. I João 3:2.

Pode qualquer promoção terrestre conferir honra idêntica a esta: ser filhos de Deus, filhos do Rei celestial, membros da família real? ... A nobreza da Terra consiste apenas de homens; eles morrem, e voltam ao pó; e não há duradoura satisfação em seu louvor e honra. Mas a honra que provém de Deus é duradoura. Ser herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo é ter direito a riquezas inescrutáveis - tesouros de tal valor que em comparação com eles o ouro e a prata, as jóias e as pedras preciosas da Terra se reduzem a uma insignificância. Review and Herald, 10 de junho de 1884.
Ter comunhão com o Pai e com Seu Filho Jesus Cristo, é ser enobrecido e elevado, e tornado participante de inexprimíveis alegrias, cheias de glória. Alimento, vestuário, colocação e fortuna podem ter seu valor; ter, porém, comunhão com Deus e ser participante de Sua natureza divina é de inapreciável valor. Nossa vida deve estar escondida com Cristo em Deus; e se bem que "ainda não se manifestou o que haveremos de ser", "quando Ele Se manifestar, seremos semelhantes a Ele; porque assim como é O veremos". I  João 3:2. A principesca dignidade do caráter cristão refulgirá como o Sol, e os raios de luz do rosto de Cristo refletir-se-ão sobre os que se purificaram assim como Ele é puro. O privilégio de nos tornarmos filhos de Deus é adquirido por baixo preço, mesmo que seja com o sacrifício de tudo o que possuímos e da própria vida. Testimonies, vol. 4, pág. 357.
Quando João, em seu estado mortal, contemplou a glória de Deus, caiu como morto: não pôde suportar a visão. Porém quando os filhos de Deus houverem sido revestidos de imortalidade, vê-Lo-ão "como é". I João 3:2. Estarão perante o trono, aceitos no Amado. Todos os seus pecados terão sido apagados, removidas todas as suas transgressões. Podem, então, olhar o deslumbrante resplendor do trono de Deus. Foram co-participantes dos sofrimentos de Cristo, foram coobreiros Seus no plano da redenção, e com Ele participam da alegria de ver almas salvas no reino de Deus, para ali louvarem a Deus durante toda a eternidade. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 432.

Maranata O Senhor Vem - MM 1977 Pag. 347

Postagens de Destaque