domingo, 5 de janeiro de 2014

Profecias que se cumprem debaixo do nosso nariz

Fonte - http://www.criacionismo.com.br/

O triunfo de Francisco
O professor Sikberto Marks destacou no Facebook: “Esta é a capa da revista Época [da] semana [passada]. Pesquisa revela como o papa Francisco conquistou brasileiros de todas as religiões. Enquete exclusiva mostra a sintonia dos brasileiros com a abertura da Igreja Católica, defendida pelo pontífice. Achei interessante estas frases no site da revista: ‘Não é preciso distanciamento para afirmar que 2013 ficará gravado com destaque na história da Igreja Católica.’ ‘Em dez meses, Francisco mudou o discurso e a percepção sobre a Igreja. As notícias sobre escândalos de corrupção e pedofilia deram lugar a exemplos de humildade, mensagens de tolerância e discussões sobre como a Igreja pode se adaptar às mudanças da sociedade.’ E ainda há pessoas que não acreditam que o poder de Roma está sendo restaurado, que a ferida mortal está quase curada conforme a profecia de Apocalipse 13:3, 4. Será que nada está acontecendo, conforme muitos creem? O ecumenismo não está avançando? Francisco é mesmo um papa comum? EUA e Vaticano não estão próximos? Não há crise financeira na Europa? O falso pentecostes está se cumprindo? Jesus voltará em nossos dias!”

Nota: Enquanto a postura conciliadora e simpática do papa conquista a mídia e o mundo em geral, são cada vez mais hostilizados e postos à margem os “fundamentalistas” que insistem na obediência integral à Palavra de Deus e em considerar inspirada sua mensagem e histórico seu relato das origens. É evidente que toda essa conjuntura levará a uma polarização cada vez maior e ao acirramento da controvérsia que envolverá a discussão sobre o verdadeiro dia de guarda – se aquele apontado nas Escrituras como o memorial da criação, símbolo da autoridade divina, ou aquele que representa a pretensão humana de “mudar os tempos e a lei” (Dn 7:25). [MB]

Postagens de Destaque