segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Concílio de pastores em Araguaína-TO coloca Cristo a frente do "Eu"


Ministério Pastoral

10/02/2014 - Publicado por Jessie Aias da MTo



“Posso sentir a dinâmica desse campo” disse o palestrante José Carlos Ramos, referindo-se ao progresso da Missão do Tocantins e à organização do concílio de pastores que foi realizado nas dependências do Hotel Premier em Araguaína, nos dias 03 a 08 de fevereiro de 2014.

“Menos Eu, Mais Cristo” foi o título e o lema do encontro, que além das atividades normais de um concílio, como troca de informações, apresentação de relatórios e agendas de trabalho, contou com a presença do professor doutor de teologia José Carlos Ramos, que impactou o grupo com sermões inspiradores a cada manhã.

Apresentando aulas sobre o tema bíblico “A Trindade” o objetivo do professor era preparar os pastores com argumentos sólidos, para que estes possam ajudar os membros de suas igrejas, a não serem enganados pelos dissidentes antitrinitarianos.

Os pastores recebiam treinamento para o trabalho durante o dia e cada madrugada saíam em duplas para visitar os membros das igrejas da cidade e região e orar com eles. “Era emocionante ver o brilho no olhar daquelas pessoas, que eram acordadas nas primeiras horas da manhã por uma dupla de pastores que chegavam para fazer o culto matinal com eles.”, conta Manoel Barbosa, distrital de Divinópolis – TO.

A noite era o momento de dirigir os cultos nas igrejas da região. Em cada congregação de Araguaína foi realizada meia semana de oração, que terminou com uma cerimônia de Santa Ceia.

No final do concílio metas foram estabelecidas para o ano de 2014, sendo eles: 1. Mais comunhão com Deus; 2. Melhor relacionamento entre os pastores e membros das congregações por eles pastoreadas; 3. Maior empenho na missão de salvar. Em números, a ideia é fechar 2014 com 8.000 estudantes da Bíblia e 2.090 pessoas batizadas.




O Pastor Mark Wallace, secretário da Missão do Tocantins, avaliou o concílio como “histórico e inspirador. Histórico por ser o primeiro concílio onde os pastores faziam visitas de madrugadas, e inspirador pela presença do Dr. José Carlos Ramos com suas mensagens”.

E na visão do pastor distrital, Ismael Miranda, “o encontro foi inovador, não foi repetitivo e além dos tradicionais relatórios, tivemos mensagens espirituais oportunas”.

Texto: Manoel Barbosa da Silva

 

Postagens de Destaque