segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Teorias Sobre o Fim do Mundo

Fonte - http://temasbblicos.blogspot.com.br

Muito esclarecer esse artigo de  Luís Carlos Fonseca, merece ser lido e divulgado pelas redes sociais e ser impresso para ser distribuído aos que não tem acesso a internet

Teorias Sobre o Fim do Mundo

Teorias Sobre o Fim do Mundo  
Há diversos tipos de fobias. A Calipsefobia é um tanto curiosa. Trata-se da fobia do Apocalipse; isso mesmo, do fim do mundo. É um medo completamente irracional, como todas as fobias, de que o mundo pode acabar a qualquer momento. 
Algumas pessoas vão mais longe e montam verdadeiras coleções de notícias catastróficas a fim de saber exatamente quando o grande Apocalipse vai ocorrer. Perdem um tempo precioso em que poderiam estar fazendo algo divertido e bom para as suas vidas. Não só os que acreditam na bíblia mas também a ciência tem especulado sobre o fim do mundo. Veja 6 teorias:


1) Resfriamento da Terra - Essa teoria é pouco conhecida, mas amplamente estudada no meio científico. O Dr. Michio Kaku, conhecido como o físico do impossível e professor da Universidade de Nova York, por exemplo, acredita que o universo está se expandindo em um ritmo muito mais rápido do que os cientistas imaginavam. Para ele, “a energia escura puxa o nosso universo”. Isso acontece porque, pela teoria do Big Bang, a explosão que originou o universo e possibilitou o nascimento da vida no planeta terra nunca cessou, apenas diminuiu de velocidade. Por isso, o universo nunca deixou de se expandir. De acordo com a sua teoria, É provável que, em algum momento, a terra fique tão longe do Sol a ponto de não receber luz suficiente para que a vida na terra se sustente. “Ao contrário do que se pensa, vamos morrer em gelo, não em fogo”, conta Dr. Kaku.

2) Explosão Solar - A terra depende do sol para que exista vida por aqui. Porém, por se tratar de uma estrela, alguns cientistas acreditam que ela cresce constantemente. A partir disso, haverá um momento em que a radiação do Sol será extrema e evaporará toda a água do planeta. Além disso, como tudo que nasce morre, o sol também vai chegar ao fim. Astrônomos acreditam que este fenômeno levará 7 bilhões de anos para acontecer. Enquanto isso não ocorre, o sol poderá inchar e derreter muitas coisas. A estrela poderá até mesmo engolir a terra. Esse é o medo que muitos enfrentam com as explosões solares, que constantemente chegam à terra em forma de tempestades solares.

3) Asteróides - Em setembro de 2011, a Nasa anunciou que conseguiu  catalogar cerca de 90% dos maiores asteróides cuja órbita pode passar pela terra. Esse mapeamento feito pelos cientistas sugere que há cerca de mil asteroides próximos da terra com o tamanho de uma montanha ou maior. Segundo os cientistas, mapear as órbitas desses asteroides potencialmente perigosos é uma tarefa crucial para a sobrevivência de nossa espécie no planeta. Para alguns pesquisadores, o grande problema é que esses asteróides são estudados apenas até terem sua órbita calculada, quando é afastada a hipótese de uma colisão com o planeta. Porém, alguns desses corpos celestes menores podem mudar de órbita e entrar na rota de colisão com a terra.

4) Vírus - O extermínio da humanidade por um vírus letal que se espalha por vias orais parece cena de filme. Porém, a engenharia genética dispõe de ferramentas próprias para produzir um vírus letal, no caso de a própria natureza não se encarregar disso antes. Cientistas holandeses e americanos criaram uma mutação no vírus influenza A H5N1, responsável por causar a gripe aviária. Esta é uma possibilidade real e pode acontecer. Com isso, o vírus se tornou ainda mais perigoso. Em 2002, cientistas da Universidade de Nova York também recriaram o vírus da poliomielite, da mesma forma como recriaram o vírus da gripe espanhola, que matou quase 50 milhões de pessoas em 1918. A diferença é que nesses últimos casos, os estudos foram usados para ajudar os cientistas a entender melhor essas doenças. De qualquer forma, são exemplos sobre como é possível criar doenças altamente poderosas e que podem colocar a humanidade em risco. Trata-se de um risco semelhante ao de uma guerra nuclear, até mesmo porque além destas hipóteses, há também questões políticas.

5) Guerra Nuclear - Assim como tudo é finito, os recursos naturais, tão explorados na terra, como a água e o petróleo vão acabar. Enquanto esse dia não se aproxima, os países traçam novos acordos políticos, ao mesmo tempo em que criam inimizades, da mesma maneira como acontece antes de qualquer guerra começar. As armas nucleares produzidas atualmente têm uma potência pelo menos cinco vezes maior do que a de Hiroshima, a primeira cidade do mundo arrasada por uma bomba atômica. Ela foi lançada pelos EUA durante a segunda guerra mundial e o resultado do desastre foi um balanço de mais de 250 mil pessoas atingidas, entre feridos e mortos. Estimativas garantem que há 20 mil ogivas nucleares espalhadas pelo mundo. A maioria é controlada pelos Estados Unidos e Rússia. Apesar de as agências de espionagem americanas acreditarem que os iranianos pararam com seus esforços em construir uma bomba nuclear em 2003 e mais recentemente. Caso o país anuncie a produção, existe a chance de começar uma corrida nuclear no Oriente Médio. Portanto, o início de uma guerra nuclear que ponha a vida na terra em risco é mais fácil do que parece.

6) A 2ª Volta de Jesus – Os que aceitam a bíblia como a Palavra de Deus e profética, acreditam que o planeta sofrerá a intervenção de Deus com a volta de Cristo. A 2ª volta de Jesus é uma doutrina que traz confiança na Bíblia e comunica-nos a esperança de vivermos em perfeita paz no reino de Deus. Milhões de pessoas recitam a oração do “Pai Nosso” e recitam: “Venha o Teu Reino”. E quando repetem a oração do credo, declaram: “Há-de vir para julgar os vivos e os mortos”. Esta doutrina encontra-se em toda a bíblia; tanto no Velho como no Novo Testamentos. Todas as religiões cristãs aceitam esta doutrina, embora algumas a interpretam de formas diferentes do que Bíblia ensina. A bíblia termina desta forma: “Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus.” Apoc. 22:20.

Que maravilhosa promessa fez Jesus sobre Sua volta? “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.” João 14-1-3
De acordo com a Bíblia Sagrada estamos muito próximos de Jesus retornar à terra e acabar com todo o sofrimento humano. Veja esta perfeita fotografia dos últimos dias
Qual será a condição moral da sociedade? “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, inconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus. Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.” II Timóteos 3.1-5

Quais são os sinais naturais e políticos antes da volta de Jesus? “Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.” Mateus 24.5-7
Como ficará a terra depois da volta de Jesus? A bíblia menciona que ninguém ficará vivo na terra para contar a história. Os salvos estarão com Deus no céu e a terra será totalmente destruída. Haverá uma catástrofe universal. 
Veja estes textos: 
“E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono, dizendo: Está feito. E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e houve um grande terremoto, como nunca houve desde que há homens sobre a terra; tal foi este tão grande terremoto. E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e da grande babilônia se lembrou Deus, para lhe dar o cálice do vinho da indignação da sua ira. E toda a ilha fugiu; e os montes não se acharam. E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento; e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva; porque a sua praga era mui grande.” Apocalipse 16:17-21
Em Jeremias 4:23 a 27 mostra que a terra ficará desolada, sem ninguém para habitar nela. No mesmo livro, no capítulo 25: 33 mostra que os mortos não serão sepultados. 
A Bíblia ensina que haverá um momento em que não haverá vida na terra, pois os salvos estarão no céu e os perdidos mortos na terra. Mas a mesma bíblia menciona que depois dos mil anos essa terra será recriada e repovoada com os santos que estarão salvos no céu
Veja este texto: “E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. Apocalipse 21:1-4.
 A Bíblia mostra que Deus criará um novo mundo. O mesmo fogo que destruirá os demônios e os desobedientes, purificará a terra. Esse fogo, que é chamado de inferno, vai durar enquanto tiver combustível para ser queimado. Não haverá um fogo a arder eternamente, como é falsamente ensinado por quase todas as religiões, cristãs e não cristãs. Podemos ficar tranquilos, pois Deus sabe o que faz e estaremos seguros em Suas mãos.

Luís Carlos Fonseca

Postagens de Destaque