sexta-feira, 21 de março de 2014

Todos os bairros das grandes cidades terão presença adventista até 2015

Fonte - http://noticias.adventistas.org

Imprimir
Pastores buscaram a presença de Deus para definir as metas para o próximo ano
Pastores buscaram a presença de Deus para definir as metas para o próximo ano
Guarulhos, SP… [ASN] O evangelismo nas grandes cidades será um dos focos dos adventistas sul-americanos no próximo ano. A projeção é que cada cidade com mais de 500 mil habitantes tenha presença adventista em todos os bairros. Além disso, está prevista a implantação de pelo menos um centro de influência em cada centro urbano. A meta foi definida em reunião entre os principais líderes de Evangelismo e de Missão Global de oito países do continente que acontece desde a última segunda, 17, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo.
Durante este período, os diretores dos departamentos de Evangelismo e Missão Global das Uniões que integram a Divisão Sul-americana (DSA – sede administrativa da Igreja Adventista para oito países sul-americanos) planejaram as estratégias para 2015 de forma que as diversas áreas da Igreja sejam integradas no objetivo de evangelismo e criação de novas igrejas.
Até o final de 2015, cada bairro das grandes cidades terá pelo menos um templo adventista
Até o final de 2015, cada bairro das grandes cidades terá pelo menos um templo adventista
Novos templos
Com base no que tem sido feito, os líderes se comprometeram com o objetivo de que cada bairro das cidades com mais de 500 mil habitantes tenha pelo menos um templo adventista. “Esta será uma meta forte para o próximo ano”, aponta o pastor Edison Choque, diretor de Missão Global para oito países sul-americanos.
A ênfase na criação de novas congregações tem aumentado nos últimos anos. No Uruguai, por exemplo, por 10 anos nenhuma nova igreja havia sido aberta. Porém, nos últimos dois anos o país viu surgirem nove templos diferentes. “Nós agradecemos a Deus. Isso mostra o compromisso dos irmãos na missão evangelística”, afirma o pastor Rubén León, diretor de Evangelismo no Uruguai.
Centros de influência
Outra meta para o próximo ano é a criação de centros de influência nos centros urbanos. Assim, cada região como a da capital paulista, que conta com cerca de 20 milhões de habitantes, terá pelo menos um espaço que permita aos adventistas se aproximarem mais das pessoas para ajudá-las a conhecer a Bíblia Sagrada de formas diferentes.
“Além da mensagem bíblica, quem visitar este lugar ouvirá recomendações sobre o bem estar físico e social. É uma forma dos adventistas influenciarem positivamente a comunidade em que estão inseridos”, explica o pastor Luís Gonçalves, diretor de Evangelismo para oito países sul-americanos.
De acordo com ele, os centros de influência são embriões de futuras igrejas, de forma que a criação desses espaços contribui para aumentar não só a influência dos adventistas, como também a presença nas grandes metrópoles. [Equipe ASN, Lucas Rocha]

Postagens de Destaque