quarta-feira, 21 de maio de 2014

Vida Sadia - Vestuário Apropriado


Não temerá, por causa da neve, porque toda a sua casa anda forrada de roupa dobrada. Prov. 31:21.
Nossas roupas, conquanto modestas e simples, devem ser de boa qualidade, de cores próprias, e adequadas ao uso. Devem ser escolhidas mais com vistas à durabilidade do que à aparência. Devem proporcionar agasalho e a devida proteção. A mulher prudente descrita nos Provérbios "não temerá, por causa da neve, porque toda a sua casa anda forrada de roupa dobrada". Prov. 31:21.
Nosso vestuário deve ser asseado. O desasseio nesse sentido é nocivo à saúde, e portanto contaminador para o corpo e a alma. ...
Sob qualquer aspecto, as roupas devem ser saudáveis. Acima de tudo, Deus quer que tenhamos saúde (III João 2) - saúde de corpo e de alma. E devemos ser coobreiros Seus tanto para a saúde de um como da outra. Ambas são promovidas pelo vestuário saudável.
Ele deve possuir a graça, a beleza, a conveniência da simplicidade natural. Cristo nos advertiu contra o orgulho da vida, mas não contra sua graça e beleza naturais. Apontou às flores do campo, aos lírios desabrochando em sua pureza, e disse: "Nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles." Mat. 6:29. Assim, pelas coisas da natureza, Cristo ilustra a beleza apreciada pelo Céu, a graça modesta, a simplicidade, a pureza, a propriedade que Lhe tornariam agradável nossa maneira de vestir. A Ciência do Bom Viver, págs. 288 e 289.
A saúde perfeita depende da perfeita circulação. Especial atenção deve ser dada às extremidades, para que estejam tão bem agasalhadas como o peito e a região vizinha do coração. Testimonies, vol. 2, pág. 531.

Ellen White
Minha Consagração Hoje - MM 1989/1953 Pag. 145

Postagens de Destaque