domingo, 15 de junho de 2014

Silas Malafaia desaprova xingamentos a Dilma durante abertura da Copa

Silas Malafaia desaprova xingamentos a Dilma durante abertura da Copa

Para ele não é possível aceitar ofensas de tão baixo nível para a pessoa que ocupa o maior cargo do país

Leiliane Roberta Lopes
Comentário de Julio Severo: O xingamento recente a Dilma Rousseff não foi pelo seu passado no terrorismo comunista, mas porque a situação econômica está ruim e o povo está descontente. Se o povo se acostumar nesse comportamento incivilizado, toda situação econômica ruim será pretexto para xingamentos contra qualquer um. Além disso, se Dilma está no poder, foi porque os xingadores a colocaram ali. Se eles não gostam do pão e circo do PT, poderão optar pelo pão e circo do PSDB, e xingar se a situação não melhorar. Mas, conforme as palavras de Jesus, o xingamento não mostra a natureza de quem está recebendo, mas de quem está fazendo os xingamentos. Jesus disse: “Uma pessoa boa produz do bom tesouro do seu coração o bem, assim como a pessoa má, produz toda a sorte de coisas ruins a partir do mal que está em seu íntimo, pois a boca fala do que está repleto o coração.” (Lucas 6:45 KJA)
A boca é apenas um reflexo do que enche o coração. Mais do que pães e circo do PT ou PSDB, o povo precisa de Jesus, pois sem Jesus, esses corações cheios de lixo e despejando sujeira pela boca serão, como simples eleitores ou grandes políticos, sujadores.
Ao cristão cabe usar a boca para orar e louvar a Deus.
Não era a vontade de Deus que uma terrorista fosse presidente. Mas o povo escolheu, como sempre apenas atrás de favores. O povo precisa ser conscientizado de que deve votar não com base nas esmolas que um político promete. Do contrário, toda vez que o pão e circo não chegar, vão xingar, vão mostrar o que enche seus corações e colher suas más escolhas.
Vote em Jesus em primeiro lugar e cuidado com os pães e circo do PT e PSDB, sem mencionar, é claro, outros partidos. Encha seu coração de louvor a Deus e sua vida transbordará de alegria, seja qual for a situação econômica do país. Eis os artigo do GospelPrime:
Durante a abertura da Copa do Mundo, na última quinta-feira (12) a presidente Dilma Rousseff foi xingada pelos torcedores que gritaram, em coro, alguns palavrões.
A notícia foi comentada por diversas autoridades políticas, tanto pelos candidatos à presidência do Brasil, como por jornalistas e colunistas da imprensa brasileira. O pastor Silas Malafaia também comentou o caso e, apesar de ser um crítico ao governo de Dilma Rousseff, desaprovou a atitude da torcida que estava na Arena Corinthians, zona leste da capital paulista.
Malafaia tentou ensinar que tudo tem um limite e que ofender a presidente é diferente de protestar nas ruas contra a corrupção do governo e sobre os valores gastos com a Copa.
“Não é simplesmente xingar uma pessoa, e sim menosprezar o mais alto cargo que nos representa”, afirmou ele em seu site, o Verdade Gospel.
“Fazer manifestações contra os gastos bilionários da copa do mundo, realizar manifestações contra a corrupção do governo, são questões de direitos de cidadania, mas como disse ainda pouco, tudo tem um limite”, completou.
O pastor presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo entende que assim como o quebra-quebra nas ruas, os xingamentos à presidente passam do limite aceitável.
“Como não podemos aceitar quebra-quebra, também não podemos aceitar que a figura da presidente da república seja ofendida no nível que foi no jogo de abertura da copa do mundo. Mil vezes não! Isto não é coisa de gente que quer ter direitos e participar de um estado democrático pleno.”
Fonte: GospelPrime
Divulgação: www.juliosevero.com

Postagens de Destaque