sábado, 19 de julho de 2014

Devemos Ser Amigáveis se Queremos Ter Amigos


O homem que tem muitos amigos pode congratular-se. Prov. 18:24.


Nos arranjos para a educação do povo escolhido manifesta-se o fato de que a vida centralizada em Deus é uma vida de perfeição. Cada necessidade que Ele implantou, providencia para que seja satisfeita; cada faculdade comunicada, procura Ele desenvolver.
Como o Autor de toda a beleza, sendo Ele próprio amante do belo, Deus proveu o necessário para satisfazer em Seus filhos o amor do belo. Também providenciou para as suas necessidades sociais, para a associação amável e edificante, que tanto faz para que se cultive a simpatia e se ilumine e dulcifique a vida. Educação, pág. 41.
A sociabilidade cristã é na verdade bem pouco cultivada pelo povo de Deus. ... Por meio do intercâmbio social formam-se relações e amizades que dão em resultado certa unidade de coração e uma atmosfera de amor que agradam ao Céu. Mensagens aos Jovens, pág. 405.
Todos encontrarão ou farão amigos. E justamente na proporção do fortalecimento da amizade, será o grau de influência que os amigos exercerão uns sobre os outros para o bem ou para o mal. Todos terão amigos, e influenciarão e serão influenciados.
O vínculo da amizade é algo misterioso que une os corações, de tal maneira que os sentimentos, os gostos e os princípios de duas pessoas se identificam intimamente. Um observa o espírito do outro e como que o assimila. Assim como a cera retém a figura da estampa, assim a mente retém a impressão produzida pelo contato e pela associação. A influência pode ser inconsciente, e mesmo assim não menos poderosa. ... Se a escolha das companhias é feita com aqueles que temem ao Senhor, a influência conduzirá à verdade, ao dever, à santidade. Uma vida verdadeiramente cristã é uma força para Deus. Testimonies, vol. 4, pág. 587.
O calor da verdadeira amizade ... é um antegozo das alegrias do Céu. A Ciência do Bom Viver, págs. 360.

Ellen White
Minha consagração Hoje - MM 1989 Pag. 204

Postagens de Destaque