sexta-feira, 4 de julho de 2014

Necessidade de Esforço Fervoroso


No poder do Espírito devem os servos, escolhidos por Cristo, dar testemunho de seu Guia. O anelante anseio do Salvador pela salvação dos pecadores, deve assinalar-lhes todos os esforços. Por vozes humanas deve ser proclamado e soar através do mundo o gracioso convite feito primeiro por Cristo: "Quem quiser, tome de graça da água da vida." Apoc. 22:17. 

A igreja deve dizer: "Vem." Todos os seus talentos devem estar empenhados ativamente no lado de Cristo. Os seguidores de Cristo devem combinar-se num grande esforço por chamar a atenção do mundo para as profecias da Palavra de Deus, que se cumprem rapidamente. 
A incredulidade e o espiritismo estão-se firmando no mundo. Hão de ficar agora frios e descrentes aqueles a quem foi concedida grande luz?
Estamos mesmo no limiar do tempo de angústia, e acham-se diante de nós perplexidades com que dificilmente sonhamos. Um poder de baixo está levando os homens a guerrear contra o Céu. Os seres humanos confederaram-se com agentes satânicos para anular a lei de Deus. Os habitantes do mundo rapidamente se vão tornando como os do tempo de Noé, que foram exterminados pelo dilúvio, e como os de Sodoma, que foram consumidos por fogo que caiu do céu. Os poderes de Satanás estão a trabalhar para conservar o espírito dos homens alheio às realidades eternas. 

O inimigo dispôs as coisas de maneira que servissem aos seus propósitos. Atividades mundanas, esportes, as modas da época - são coisas que ocupam o espírito dos homens e mulheres. Diversões e leituras inúteis corrompem o juízo. 
Na estrada larga que leva à ruína eterna anda um cortejo longo. 
O mundo, cheio de violência, festas e bebedice, está pervertendo a igreja. A lei de Deus, o divino padrão de justiça, é considerada de nenhum efeito.
Neste tempo - tempo de alarmante iniqüidade - uma nova vida, provinda da Fonte de toda a vida, deve tomar posse dos que têm no coração o amor de Deus, e devem eles sair a proclamar com poder a mensagem de um Salvador crucificado e ressurgido. Devem fazer esforços fervorosos, incansáveis, para salvar almas. Seu exemplo deve ser de molde a exercer influência eficaz para o bem, naqueles que os rodeiam. Devem ter por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus nosso Senhor.
Intenso fervor deve agora tomar posse de nós. 
Nossas energias adormecidas devem ser despertadas e dedicadas a esforços incansáveis. Obreiros consagrados devem sair ao campo, preparando a estrada para o Rei, e alcançando vitórias em lugares novos. 
Meu irmão, minha irmã, porventura não tem para vós significação alguma a circunstância de que todos os dias estão descendo à sepultura sem ser advertidas nem estar salvas, almas ignorantes da necessidade de vida eterna e da expiação que por elas fez o Salvador? 
Não significa para vós nada que em breve o mundo tenha que dar satisfações a Jeová por Sua lei violada? 
Anjos celestiais maravilham-se de que os que há tantos anos possuem a luz, não levaram ainda a tocha da verdade aos lugares escuros da Terra.
O infinito valor do sacrifício requerido para a nossa redenção revela que o pecado é um mal tremendo. Deus poderia haver apagado da criação essa mancha abominável, varrendo de sobre a face da Terra o pecador. Mas Ele "amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna". João 3:16. 

Por que, então, não somos mais fervorosos? Por que está ocioso um tão grande número de pessoas? Por que não estão todos os que professam amar a Deus, procurando iluminar seus vizinhos e companheiros, para que não negligenciem por mais tempo tão grande salvação?

Ellen White
Testemunhos seletos pag. Pág. 306

Postagens de Destaque