terça-feira, 1 de julho de 2014

RESUMO E COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 3: (3º trimestre de 2014) O ESPÍRITO SANTO

 

RESUMO E COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 3: (3º trimestre de 2014) O ESPÍRITO SANTO

 
RESUMO E COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 3: (3º trimestre de 2014) O ESPÍRITO SANTO  
VERSO ÁUREO: “Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco.” João 14:16

INTRODUÇÃO (Sábado 12 de julho) – O Espírito Santo não é um vento, força ou energia como alguns cristãos pretendem; mas sim Ele é uma pessoa e faz parte da trindade Divina. Embora o Espírito Santo seja a pessoa da Divindade que é menos compreendida, é a pessoa que está mais perto do pecador para ajudar em suas necessidades. Geralmente o Espírito Santo é visto como tendo as formas de pomba e fogo; mas Ele é uma pessoa da Divindade conforme vamos analisar durante esta semana.
O Deus Espírito Santo exerce o seu ministério mais nos bastidores promovendo o trabalho do Deus Pai e Deus filho em salvar a humanidade. No plano da salvação, o Espírito Santo desenvolve um papel subordinado promovendo a salvação que Cristo oferece, mas este ponto não O diminui reduzindo-O a uma energia. Ele é Deus em essência, assim como Jesus e o Deus Pai o são.

Qual é o papel do Espírito Santo na vida dos filhos de Deus? De todos os presentes que Deus tem dado à humanidade, não há um maior do que a presença do Espírito Santo. O Espírito Santo tem muitas funções, papéis e atividades. Primeiro, Ele trabalha nos corações de todas as pessoas e em todos lugares. Jesus disse aos Seus discípulos que enviaria o Espírito Santo ao mundo para convencer “o mundo do pecado, da justiça e do juízo.” João 16:7-11. Todas as pessoas têm uma consciência de que Deus existe, quer admitam ou não, pois o Espírito Santo aplica as verdades de Deus nas mentes dos homens para convencê-los com argumentos suficientes e justos de que são pecadores. Responder a essa convicção leva os homens à salvação. Quando somos salvos e pertencemos a Deus, o Espírito Santo passa a residir em nosso coração para sempre, selando-nos com a promessa que confirma, certifica e assegura nosso estado de filhos de Deus. Jesus disse que enviaria o Espírito Santo para ser o nosso Consolador, Conselheiro e Guia. “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco.” João 14:16.
A outra função do Espírito Santo é capacitar-nos para entender e interpretar a Sua Palavra. Jesus disse aos Seus discípulos: “quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade.” João 16:13. Ele revela a nossas mentes o conselho completo de Deus em relação ao louvor, oração, comunhão, doutrina e vida cristã. Ele é o verdadeiro Guia, indo na nossa frente, mostrando o caminho, removendo os obstáculos, abrindo as portas para o entendimento e tornando todas as coisas claras, evidentes e possíveis. Ele nos mostra o caminho que devemos seguir em todas as coisas espirituais. Sem um Guia assim, seríamos propensos a cair em erro e abandonara fé. Uma parte crucial da verdade que Ele revela é que Jesus é quem disse ser. Ver João 15:26 e I Coríntios 12:3
O conhecimento de que o Espírito Santo de Deus passou a residir em nossas vidas, que Ele executa todas essas funções tão milagrosas, que Ele habita conosco para sempre e nunca vai nos abandonar ou deixar; tudo isso é motivo de grande alegria e conforto. Graças a Deus por esse presente tão precioso; o Espírito Santo e Seu ministério em nossas vidas! Assim como o Pai e o Filho, o Espírito Santo também é um humilde Servo. Os membros da Divindade sempre são servos uns dos outros e servem a humanidade.
DOMINGO (13 de julho) O REPRESENTANTE DE CRISTO – Após Jesus cumprir o Seu ministério e subir para o céu, Ele prometeu enviar o Espírito Santo como Seu representante para trabalhar na terra. Aquilo que Jesus desenvolveu aqui, o Espírito Santo passou a realizar em lugar de Jesus. O Espírito Santo exerce uma função diferenciada de Jesus, pois Ele, hoje, pode atuar em cada coração ao mesmo tempo; enquanto Jesus apenas fundou o Cristianismo e, estava em um lugar de cada vez. Hoje; enquanto Jesus exerce a função de Sumo-Sacerdote, Advogado e juiz, no céu; o Espírito Santo exerce o Seu ministério, na terra, atuando nos corações da humanidade.
Com certeza, os discípulos ficaram muito tristes quando ouviram Jesus falar da Sua morte, mas a promessa do Espírito Santo levou ânimo e transmitiu coragem para eles. Veja estes textos: “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós. Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.” João 14:16-18.
“Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.” João 14:26
“O grande Mestre ansiava dar aos discípulos todo o ânimo e conforto possível, pois eles seriam dolorosamente provados. Mas era difícil, para eles, compreender Suas palavras. Ainda precisavam aprender que a vida espiritual interior, perfumada com a obediência amorosa, lhes daria o poder espiritual de que careciam. A promessa do Consolador lhes apresentava uma maravilhosa verdade. Animava-os a não perder a fé mesmo sob as mais difíceis circunstâncias. O Espírito Santo, enviado em nome de Cristo, deveria ensinar-lhes todas as coisas, e trazer tudo à memória. O Espírito Santo era o representante de Cristo, o Advogado que está constantemente pleiteando em favor da raça caída. Ele roga que o poder espiritual lhes seja concedido, que pelo poder dAquele que é mais forte do que todos os inimigos de Deus e dos homens, eles possam vencer os seus inimigos espirituais.” Manuscrito 44, 1897.
SEGUNDA-FEIRA (14 de julho) O ESPÍRITO SANTO É UMA PESSOA - Quem é o Espírito Santo? Há muitos conceitos errôneos sobre a identidade do Espírito Santo. Alguns vêem o Espírito Santo como uma força mística. Outros entendem o Espírito Santo como sendo um poder impessoal que Deus disponibiliza aos seguidores de Cristo. O que diz a Bíblia a respeito da identidade do Espírito Santo? Colocando de forma simples; a Bíblia diz que o Espírito Santo é Deus. A Bíblia também nos diz que o Espírito Santo é uma pessoa, um Ser com mente, emoções e vontade própria. Podemos saber que o Espírito Santo é mesmo uma pessoa porque Ele possui uma mente, emoções e vontade. O Espírito Santo pensa e sabe. Ver I Coríntios 2:10. O Espírito Santo pode Se entristecer. Ver Efésios 4:30. O Espírito intercede por nós. Ver Romanos 8:26-27. O Espírito Santo toma decisões de acordo com Sua vontade. Ver I Coríntios 12:7-11.

Outros textos que mostram que o Espírito Santo é uma pessoa. - “E eu rogarei ao pai, e ele vos dará outro consolador, para que fique convosco para sempre.” João 14:16. Neste verso, Jesus trata Seu Pai como igual e solicita o Espírito Santo para Seus seguidores. No grego, a palavra traduzida aqui como "outro" é allos e significa "outro do mesmo tipo", ao contrário de héteros, que significa "outro de outro tipo". Jesus tinha a intenção de enviar alguém para os discípulos, e para as gerações sucessivas de Seus seguidores, que fosse semelhante a Ele mesmo, isto é; Divino e capaz de salvar. Anteriormente, Jesus relacionou-Se com o Pai. Agora, Ele relacionou-Se também com o Espírito Santo. Encontramos outros atributos de uma pessoa no Espírito Santo. Encontramos na Bíblia o relato de que o Espírito Santo tem uma mente. Somente quem tem inteligência é capaz de tomar decisões e levar avante ações independentes. Uma influência ou força ativa, semelhante à eletricidade, não tem uma mente. Veja estes textos: “E aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que Ele intercede pelos santos”. Romanos 8:27.
O Espirito Santo tem pensamentos e ações inteligentes: “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.” João 14:26.
O Espírito tem sentimentos. A Bíblia menciona: “E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção”. Efésios 4:30. O Espírito Santo também mantém conversação. Cito mais quatro versos que não deixam dúvidas a esse respeito: “Quando, porém, vier o Consolador, que Eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que dele procede, esse dará testemunho de Mim; e vós também testemunhareis, porque estais comigo desde o princípio”. João 15:26, 27. “Então disse o Espírito a Filipe: Aproxima-te desse carro, e acompanha-o”. Atos 8:29. “Disse o Espírito Santo: Apartai-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado.” Atos 13:2. “E, pensando Pedro naquela visão, disse-lhe o Espírito: Eis que três varões te buscam.” Atos 10:19.
TERÇA-FEIRA (14 de julho) O ESPÍRITO SANTO É DIVINOComo sabemos que o Espírito Santo é Deus? O fato do Espírito Santo ser Deus é claramente visto em muitos texto da Bíblia, incluindo Atos 5:3-4. Neste verso Pedro confronta Ananias por que ele tinha mentido para o Espírito Santo, e a ele diz “não mentiste aos homens, mas a Deus”. É uma declaração clara de que mentir ao Espírito Santo é mentir a Deus. Podemos também saber que o Espírito Santo é Deus porque Ele possui os atributos ou características de Deus. Por exemplo, a onipresença do Espírito Santo é vista em Salmos 139:7-8: “Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também.”
Em I Coríntios 2:10 vemos a característica de onisciência do Espírito Santo: “Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.”
O Espírito Santo é Deus, a terceira “pessoa” da Trindade. Como Deus, o Espírito Santo pode verdadeiramente agir como o Confortador e Consolador que Jesus prometeu que Ele seria. Ver João 14:16,26; 15:26.
A Bíblia menciona que Deus Pai, Filho e Espírito Santo são a própria essência da verdade. Veja estes outros textos: “Mas o Senhor Deus é a verdade; ele mesmo é o Deus vivo e o Rei eterno; ao seu furor treme a terra, e as nações não podem suportar a sua indignação.” Jeremias 10:10. “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” João 14:6. A respeito do Espírito Santo não é diferente quando a Bíblia menciona que o Ele é a verdade: "Este é aquele que veio por água e sangue, isto é, Jesus Cristo; não só por água, mas por água e por sangue. E o Espírito é o que testifica, porque o Espírito é a verdade”. I João 5:6. “Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há-de vir. João 16:13.
Outro importantíssimo atributo Divino do Espírito Santo é que Ele não só promove como também realiza a salvação. Cito apenas dois versos da Palavra: “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há-de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.” Atos 1:8.“E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.” João 16:8. O Espírito Santo também detém a onisciência Divina; “Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.” I Coríntios 2:10-11
A irmã Ellen White também refere-se ao Espírito Santo como uma pessoa Divina quando diz: "O Espírito Santo tem personalidade, do contrário não poderia testificar ao nosso espírito e com nosso espírito que somos filhos de Deus. Deve ser também uma pessoa Divina, do contrário não poderia perscrutar os segredos que jazem ocultos na mente de Deus. Por que qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus." Evangelismo, 617.
"Ao pecado só se poderia resistir e vencer por meio da poderosa atuação da terceira pessoa da Divindade a qual viria, não com energia modificada, mas na plenitude do Divino poder”. O Desejado de Todas as Nações, 671
"Há três pessoas vivas pertencentes à Divindade celeste; em nome destes três grandes poderes; o Pai, o Filho e o Espírito Santo; os que recebem a Cristo por fé viva são batizados, e esses poderes cooperarão com os súditos obedientes do Céu em seus esforços para viver a nova vida em Cristo.” Evangelismo, 616.
QUARTA-FEIRA (16 de julho) A OBRA DO ESPÍRITO SANTO – A principal obra do Espírito Santo é levar o pecador ao arrependimento e à Salvação através de Jesus. Veja os textos sugeridos para hoje:
“E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.” João 16:8
“Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.” João 3:5-8
O Espírito Santo quer falar aos nossos ouvidos, particularmente através da Palavra de Deus. Quando Jesus deixou os discípulos, disse-lhes que enviaria o Espírito Santo: “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.“ João 14:26. Os discípulos precisavam do Espírito Santo, para lembrar de tudo o que Jesus os tinha ensinado, quando esteve aqui na terra. Hoje o Espírito Santo fala-nos, exatamente da mesma maneira, através da Bíblia. Por isso é tão importante ler a Palavra de Deus. O Espírito Santo nos ajuda a entender o que lemos, e nos lembra em muitas situações aquilo que está escrito. O Espírito Santo quer nos ensinar, quem Jesus é verdadeiramente. Veja este texto: “Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não faltará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há-de vir. Ele me glorificará, porque há-de receber do que é meu e vo-lo há-de anunciar.“ João. 16: 12-14.
Quando Jesus esteve na terra aconteceu uma grande obra de redenção nele. Ele abriu um novo e vivo caminho para nós. Ele é nosso Sumo-Sacerdote e precursor, que nos entende nas nossas batalhas e nos ajuda. Você pode ler mais sobre isso na carta aos Hebreus. Leia o livro de Hebreus. Tome do seu tempo para ler isso, e ore para que o Espírito Santo fale para você, para que se torne vivo aquilo que lê. O Espírito Santo tem muito a nos dizer sobre isso, como Jesus é, e o que significa para nós, o fato dele ter vivido aqui na terra como humano, viveu e morreu por nós. A função principal do Espírito Santo é enaltecer Jesus Cristo como o único Salvador do mundo.
QUINTA-FEIRA (17 de julho) CHEIOS DO ESPÍRITO SANTO – Antes de entrarmos no tema de hoje apresento o pensamento hebraico da trindade Divina. Quando entendemos que o Espírito Santo é Deus ficamos impressionados com a possibilidade de ficarmos cheios de Deus. No grego a palavra “entusiamo” significa “Deus dentro de nós”.
O termo Elohim, no original hebraico, está sempre no plural. Sempre quando aparece Elohim refere-se a pluralidade da Divindade. Deus, Jesus e o Espírito Santo estiveram na criação; logo, pertencem a Divindade. O primeiro verso da Bíblia, ao descrever a obra da criação de Deus, diz assim: "No princípio criou Deus os céus e a terra”. Gen 1:1. A palavra “Deus” aqui, vem do hebraico Elohim e esta palavra é a forma plural de Elohá. Assim sendo, aqui está a primeira evidência bíblica de pluralidade Divina.
Outro exemplo está em Gênesis 1:26 onde lemos: "E disse Deus, façamos o homem à nossa imagem, conforme à nossa semelhança”. No verso 27 lemos: "E criou Deus o homem à Sua imagem”. Moisés ao escrever este relato intercalou plural com singular. Mostrando que há um só Deus, para diferenciar dos deuses pagãos, que Se manifesta em três pessoas. Logo após a entrada do pecado, continua a descrição: "Então disse o Senhor Deus: Eis que o homem é como um de nós..." Gênesis 3:22. Perceba novamente que o verbo “disse o Senhor” no singular é como “um de nós” no plural.

Como podemos ficar cheios do Espírito Santo? Um versículo chave que discute a plenitude do Espírito Santo neste tempo é João 14:16, onde Jesus prometeu que o Espírito habitaria os crentes. O Espírito Santo é dado no momento da salvação e batismo. Ver Atos 2:38. Efésios 1:13 indica que o Espírito Santo é dado no momento da salvação. Gálatas 3:2 também enfatiza esta mesma verdade, dizendo que o selo e o ato de receber o Espírito aconteceram no momento em que se creu e foi batizado. Devemos ceder ao Espírito Santo de tal maneira que Ele possa nos possuir totalmente, e neste sentido, ficarmos plenos. Romanos 8:9 e Efésios 1:13-14 afirmam que Ele habita dentro de cada crente, mas que pode se entristecer. Ver Efésios 4:30, e sua atividade dentro de nós pode se extinguir. Ver I Tessalonicenses 5:19.
Quando permitimos que isto aconteça, não experimentamos a plenitude da operação e poder do Espírito Santo, dentro e através de nós. Para estarmos plenos do Espírito, Ele deve ter liberdade para ocupar cada parte de nossas vidas, nos guiando e controlando. Seu poder, então, pode ser exercitado através de nós a fim de que o que façamos produza frutos para Deus. Estar cheio do Espírito não se aplica somente a atos externos; também se aplica aos pensamentos mais secretos e motivações para nossos atos. Salmos 19:14 diz: “Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor, Rocha minha e Redentor meu!”
O pecado é o que nos impede de estarmos cheios do Espírito Santo, e a obediência a Deus é a maneira pela qual continuamos cheios do Espírito. Nosso foco deve ser a plenitude, como dito em Efésios 5:18, mas apesar disso, orar para estarmos cheios do Espírito Santo não é o que faz com que o sejamos. Somente nossa obediência aos mandamentos de Deus permite ao Espírito liberdade para trabalhar dentro de nós. Por sermos criaturas pecadoras, é impossível estarmos cheios do Espírito todo o tempo. Devemos lidar imediatamente com o pecado em nossas vidas, e assim renovar nosso compromisso em estarmos cheios do Espírito e por Ele guiados.

Veja estes textos: “Não é de grandes homens, homens letrados que o ministério necessita, nem de pregadores eloquentes. Deus chama homens que se dêem a si mesmos a Ele para que sejam cheios do Espírito Santo. A causa de Cristo e da humanidade requer homens santificados, desprendidos, que possam sair para o campo, suportando as dificuldades. Que eles sejam homens fortes, bravos, qualificados para empreendimentos dignos, e façam um concerto com Deus com sacrifício.” Conselhos Sobre Saúde, 558.
“… Ao início do tempo de angústia fomos cheios do Espírito Santo ao sairmos para proclamar o sábado mais amplamente” Eventos Finais, 143.
“E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.” Atos 2:4.
“Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio.” Atos 6:3.
“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há-de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.” Atos 1:8
SEXTA-FEIRA (18 de julho) LEITURA COMPLEMENTAR DA LIÇÃO -  O Espírito Santo estava ativo também no Velho Testamento. Ele participou da criação: "A terra era sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas.” Gênesis 1:2. Quando Deus disse "Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança", Ele estava falando ao Filho e ao Espírito, desde que todos os três trabalharam ativamente para criar o homem. Gênesis 1:26. O Espírito revelou as palavras do Velho Testamento a homens como Davi: "O Espírito do Senhor fala por meu intermédio, e a sua palavra está na minha língua.” II Samuel 23:2. O Novo Testamento confirma que "homens falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo." II Pedro 1:21. Ver também Hebreus 10:15 e Atos 28:25.

Para você quem é o Espírito Santo? Para Pedro era Deus quando ele disse à Ananias: “Ananias por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da herdade? Não mentiste aos homens, mas a Deus.” Atos dos Apóstolos 5:3-4. Saber muito sobre Deus é algo impossível para nós. A verdade é que o homem é tão pequeno, e Deus é tão grande que não conseguimos conhecer muito bem as coisas sobre a Divindade. Sabemos apenas aquilo que nos foi revelado na Palavra. 

Veja estes textos: “Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória. A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória. Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.” I Coríntios 2:7-9. Compete-nos desenvolver a humildade diante da revelação maravilhosa que temos e dos ricos recursos de salvação que nos estão disponíveis. Hoje o Espirito Santo trabalha conosco para a nossa renovação espiritual e faz-nos o convite: “E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.” Apocalipse 22:17.
“O príncipe da potestade do mal só pode ser mantido em sujeição pelo poder de Deus na terceira pessoa da trindade, o Espírito Santo.” Evangelismo, 617.
Luís Carlos Fonseca.

Fonte - http://temasbblicos.blogspot.com.br/2014/07/resumo-e-comentarios-da-licao-

Postagens de Destaque