terça-feira, 29 de julho de 2014

Tragédia: seis jovens adventistas morrem afogados no Rio São Francisco

 

Fonte - http://leniojornalismo.blogspot.com.br/2014/07

 

Tragédia: seis jovens adventistas morrem afogados no Rio São Francisco

 
O incidente aconteceu na manhã deste domingo, 27 de julho no Rio São francisco em Serra do Ramalho, região oeste da Bahia. Segundo informações,  seis jovens da igreja Adventista do Sétimo Dia, estavam com familiares fazendo um pequenique na beira do rio, quando um deles jogou uma bola e a mesma caiu na água, um dos rapazes tentou apanhar a bola mais foi arrastado pela correnteza, outros rapazes se jogaram na água para tentar salvar o amigo, mais naão sabiam nadar e também foram arrastados. O pai ainda conseguiu salvar a filha e outros jovens de morrerem afogados.
 
Rogério Pereira Machado, Derilto Lima, Dieison Andrade, César Augusto, José Eures e o último identificado apenas como Ramon, moradores da Agrovila 20, morreram quando tentavam salvar um dos jovens que se afogava. Até agora só dois corpos foram encontrados.
 


O Corpo de Bombeiros e homens da marinha estão no local tentando encontrar as outras vítimas  com a ajuda de pescadores. Amigos e familiares também estão no local, distante oito quilômetros da sede do município. O prefeito de Serra do Ramalho, Deoclides Magalhães, decretou luto oficial de três dias.

No  final do mês de julho, seis jovens de Ipupiara que tentavam atravessar o Rio São Francisco, também morreram afogados em Morporá. Os jovens iam  participar dos festejos de São Pedro, com a tragédia a festa foi cancelada e o prefeito decretou luto oficial de três dias na cidade.
 
As vítimas foram; Vinícius Vale, Davidson Miranda, Gilmar Vale, Vinícius Oliveira Miranda, Breno Rodrigues Silva, e Anderson Almeida. A trágedia que aconteceu com os jovens de Ipupiara teve as mesma s características com a trágédia dos jovens adventistas, um dos rapazes começou a se afogar e os outros adolescentes entraram no rio para socorrê-lo.
As vítimas tinham entre 12 e 20 anos e moravam no distrito de Ibipetum, na zona rural de Ipupiara.
 

Por: Neuza Brizola.
 

Postagens de Destaque