segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Oração socialista: Chavez nosso que estás nos céus…

 

Oração socialista: Chavez nosso que estás nos céus…

Julio Severo
O Partido Socialista, que domina o governo da Venezuela, reescreveu a famosa “Oração do Pai Nosso” transformando-a numa reza ao ditador socialista amado pelas esquerdas da América Latina: Hugo Chavez.
No congresso do Partido Socialista na segunda-feira passada, seus membros rezaram, diante de uma imensa imagem de Chavez, implorando que o ditador morto lhes dessa proteção dos “males do capitalismo.”
O legado de Chavez virou paixão religiosa na Venezuela desde a morte do ditador no ano passado. Rosários adornados com a face de Chavez, relicários e imagens representando-o com uma cruz católica se tornaram comuns. Os seguidores dele muitas vezes dizem que Chavez estava numa missão divina. É uma mistura de catolicismo popular com socialismo, bem ao sabor da Teologia da Libertação.
Na quarta-feira, a Igreja Católica da Venezuela, mesmo sob os efeitos dessa teologia, conseguiu divulgar uma declaração criticando a reza socialista e chamando a Oração do Pai Nosso de “intocável,” pois “vem dos próprios lábios de nosso Senhor Jesus.”
Na quinta-feira, o ditador atual Nicolás Maduro defendeu a reza, e chamou os críticos de “novos inquisidores.”
Durante sua presidência, Chavez frequentemente entrava em atrito com líderes católicos, que o acusavam de autoritário. Chavez dizia que Cristo era socialista, e ele chegou a receber, antes e depois de sua morte, solidariedade de Ariovaldo Ramos, um dos mais destacados líderes evangélicos que representam a Teologia da Missão Integral do Brasil.
A população da Venezuela é 90 por cento católica, embora muitos misturem seu catolicismo com outras formas de espiritualidade, especialmente a “Santeria” — religião africana muito parecida com o candomblé.
O próprio Chávez personificava essa mistura, inclusive como praticante da Santeria, invocando desde os santos da Igreja Católica até Karl Marx em seus discursos. Nicolás Maduro também se declara católico, mas diz que suas inspirações espirituais vêm também do falecido guru indiano Sai Baba.
O socialismo é muito mais do que um sistema econômico. É um sistema para substituir Deus na vida das pessoas e, embora advogue aparentemente um ateísmo anticristão, sempre foi também um ateísmo pró-bruxaria.
E com a Teologia da Libertação, ficou fácil profanar o Evangelho em prol do socialismo.
Com informações da Reuters e Associated Press.

Postagens de Destaque