segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Nossa Mensagem da Verdade Presente


Alcançando Grandes Congregações
Devemos esforçar-nos para reunir grandes congregações que ouçam as palavras do ministro do evangelho. E os que pregam a Palavra do Senhor devem falar a verdade. Devem levar seus ouvintes, como se fosse realmente, ao sopé do Sinai, para ouvirem as palavras proferidas por Deus entre cenas de sublime grandeza. Carta 187, 1903.

 
Dar à Trombeta um Sonido Certo
Os que apresentam a verdade não devem entrar em qualquer controvérsia. Devem pregar o evangelho com tamanha fé e com tanto fervor que o interesse seja despertado. Pelas palavras que falam, as orações que fazem, a influência que exercem, devem semear sementes que produzirão fruto para a glória de Deus. Não deve haver vacilação. A trombeta tem que dar o sonido certo. A atenção do povo deve ser atraída para a mensagem do terceiro anjo. Os servos de Deus não devem agir à semelhança de sonâmbulos, mas como homens que se preparam para a volta de Cristo. Review and Herald, 2 de março de 1905.


A Proclamação da Verdade: Nossa Tarefa
Em sentido especial foram os adventistas do sétimo dia postos no mundo como vigias e portadores de luz. A eles foi confiada a última mensagem de advertência a um mundo a perecer. Sobre eles incide maravilhosa luz da Palavra de Deus. Confiou-se-lhes uma obra da mais solene importância: a proclamação da primeira, segunda e terceira mensagens angélicas.
Nenhuma obra há de tão grande importância. Não devem eles permitir que nenhuma outra coisa lhes absorva a atenção.
As mais solenes verdades já confiadas a mortais nos foram dadas, para as proclamarmos ao mundo. A proclamação dessas verdades deve ser nossa obra. O mundo precisa ser advertido, e o povo de Deus deve ser fiel ao legado que se lhe confiou. ...
Deveremos esperar até que se cumpram as profecias do fim, antes de dizermos alguma coisa a seu respeito? Que valor terão nossas palavras então? Deveremos esperar até que os juízos de Deus caiam sobre o transgressor, antes que lhe digamos como evitá-los? O que será de nossa fé na Palavra de Deus? Teremos que ver as coisas preditas se realizarem, antes que acreditemos o que Ele diz? Em raios claros e distintos tem-nos vindo iluminação mostrando-nos que o grande dia do Senhor está bem perto, "próximo, às portas". Mat. 24:33. Testemunhos Seletos, vol. 3, págs. 288 e 289.


Não Percamos o Alvo
Não devemos gastar o tempo inutilmente nesta grande obra. Não devemos errar o alvo. O tempo é muito curto para empreendermos revelar tudo quanto poderia ser descortinado diante de nós. É preciso a eternidade para que possamos compreender todo o comprimento e a largura, a altura e a profundidade das Escrituras. ...
Ao apóstolo João, na ilha de Patmos, foram reveladas as coisas que Deus desejava que ele apresentasse ao povo. Estudai estas revelações. Nelas há temas dignos de nossa contemplação, grandes e compreensivas lições que todos os anjos estão agora procurando transmitir. Contemplai a vida e o caráter de Cristo e estudai Sua obra intercessória. Nela há infinita sabedoria, amor infinito, justiça infinita e infinita misericórdia. Há profundidades e alturas, comprimentos e larguras para nossa consideração. Inumeráveis penas foram empregadas para apresentar ao mundo a vida, o caráter e a obra intercessória de Cristo; contudo, cada mente pela qual o Espírito Santo tem operado tem apresentado esses temas numa luz que é límpida e nova, de acordo com a mente e o espírito do agente humano. ...
Precisamos da verdade tal como se encontra em Jesus, porque queremos que os homens compreendam o que Cristo é para eles e quais são as responsabilidades que nEle são convidados a assumir. Como Seus representantes e testemunhas, precisamos chegar a compreender perfeitamente as verdades salvadoras que se obtêm mediante um conhecimento prático. Review and Herald, 4 de abril de 1899.


Dar Ênfase a Verdades Especiais
Estamos na obrigação de declarar fielmente todo o conselho de Deus. Não devemos tornar menos preeminentes as verdades especiais que nos têm separado do mundo, e nos têm tornado o que somos; pois estão cheias de interesses eternos. Deus nos deu luz com relação às coisas que agora estão ocorrendo no final do tempo, e com a pena e com a voz, devemos proclamar a verdade ao mundo, não de maneira tímida, destituída de espírito, mas na demonstração do Espírito e do poder de Deus. Testemunhos Para Ministros, pág. 470.


Mensagem Adventista do Sétimo Dia
Nesta época, quando tanto nos aproximamos do fim, tornar-nos-emos tão semelhantes ao mundo, na maneira de viver, que os homens em vão busquem encontrar o professo povo de Deus? Venderá alguém nossas características peculiares, como povo escolhido de Deus, por qualquer vantagem que o mundo ofereça? Será considerado de grande valor o apoio dos que transgridem a lei de Deus? Suporão os que Deus denominou Seu povo que haja qualquer outro poder mais forte do que o grande EU SOU? Procuraremos obliterar os pontos distintivos da fé que nos tornou adventistas do sétimo dia?
Nossa única segurança está em permanecermos constantemente à luz do semblante de Deus. Manuscrito 84, 1905.
 

Alvissareira Mensagem da Verdade Presente
Agora, justamente agora, devemos proclamar, com certeza e poder, a mensagem presente. Não deis uma nota dolorosa; não canteis hinos fúnebres. Carta 311, 1905.


Convencidos Pelo Peso da Evidência
Deus apresenta à mente dos homens preciosas jóias da verdade divinamente estabelecidas, próprias para nosso tempo. Deus salvou estas verdades, da associação do erro, e colocou-as em seu engaste. Quando estas verdades são colocadas em sua correta posição no grande plano de Deus, quando são apresentadas com inteligência e fervor, bem como com reverente respeito, pelos servos do Senhor, muitos conscienciosamente crerão por causa da força da evidência, sem esperarem que cada uma das supostas dificuldades que se apresentam à sua mente seja removida. Manuscrito 8a, 1888.

Postagens de Destaque