quarta-feira, 26 de novembro de 2014

A Adoração Pode Mudar as Coisas

A Adoração Pode Mudar as Coisas

A Adoração Pode Mudar as CoisasTexto: João 4:23
Introdução: Inúmeros cristãos se sentam nos bancos da igreja para um culto de adoração e saem desses cultos totalmente inalterados, sem respostas, impassíveis, as mesmas pessoas que eram antes do culto.
O que é tão interessante em um culto de adoração? Que tal uma adoração privada? Quantos realmente têm um tempo a sós com Deus? Um tempo ilimitado? Um tempo em que Deus tem a liberdade de dizer alguma coisa? A verdadeira adoração  pode trazer mudanças na vida de uma pessoa.

I. Moisés teve um tempo de adoração e isso mudou sua vida

1. Em sua época Moisés era um grande homem, um líder nato dos homens, um legislador, um estadista, um líder do Egito.2. Moisés falhou como futuro líder do Egito, quando ele tomou partido dos escravos e matou um egípcio e teve que fugir para o deserto.
a. Este grande homem foi apascentar ovelhas, todos os seus dons e talentos desperdiçados.
b. Ele tinha a intenção de fazer o bem para as pessoas na escravidão, mas tinha estragado tudo e agora ele estava sozinho pastoreando ovelhas, sozinho no deserto.
3. Moisés encontrou um arbusto em chamas em um lado da montanha e por curiosidade foi até ele e ouviu uma voz "... tirar os sapatos..." Ele tinha encontrado Deus.
a. Um tempo de adoração aconteceu e foi o ponto de virada da sua vida.
4. Moisés aprendeu que nenhum fracasso é definitivo se a pessoa tem Deus e que o propósito de Deus se mantém, quaisquer que sejam os próprios sentimentos ou frustrações, o propósito de Deus, não é o nosso.

II. Josué teve um tempo de adoração e isso mudou sua vida

1. Josué 5:13-14
2. Assumindo a liderança depois de Moisés, Josué tinha a tarefa de ajudar Israel a se instalar em sua terra prometida.
a. As pessoas estavam mal equipadas, desunidas, destreinadas, cansadas e tiveram que ser moldadas em uma força de combate e disciplinadas para ocupações, se estabeleceram em comunidades pacíficas, etc.
b. Josué era jovem, tímido, não tinha sido testado.
3. Josué encontra uma figura armada e a desafia, apenas para descobrir que a figura era de Deus e imediatamente se curva em adoração.
a. Josué se tornou o homem que ele não era, mas precisava ser depois desse tempo de adoração.
4. A adoração define nossas responsabilidades, dons, pontos fracos na perspectiva da ordem de Deus.

III. Isaías teve um tempo de adoração e isso mudou sua vida

1. Isaías, um jovem com grande preocupação por sua nação, era um homem forte, jovem politicamente disposto, um amigo dos príncipes, dos agentes do Estado e de grandes famílias, com um verdadeiro conhecimento e preocupação, tendo o olho de um profeta e muita fé.
2. O líder de Israel, Uzias, tinha morrido e havia o medo de que a maldade assumisse a nação.
a. Isaías encontra Deus em uma visão e ouve o chamado de Deus para os homens bons e justos, verdadeiros servos.
b. Isaías queria oferecer a si mesmo, mas se sentia totalmente indigno.
c. Isaías estava ansioso para ajudar a redimir o seu povo, mas sentia que ele próprio precisava de redenção e não era melhor do que aqueles que ele estaria ajudando.
3. Deus fala e Isaías se oferece para a enorme tarefa de servir como porta-voz de Deus nos dias difíceis que estavam por vir.
4. Tudo isso aconteceu quando Isaías estava em adoração.
a. Deus encontrou seu homem, Isaías, e Isaías obedeceu e sua vida mudou para sempre. (Isaías 6:1)

IV. Jesus ensinou adoração

1. Logo após o Seu batismo e em adoração, Jesus foi tentado por Satanás três vezes para fazer as coisas de forma diferente do que o que Deus queria.
a. Jesus se recusa e responde que "... Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás”.
2. Toda vez que Jesus foi provado e tentado, sempre voltava com o argumento "... está escrito...”.
a. A Palavra de Deus foi a fonte da força de Jesus... “... viverá o homem de toda Palavra que sai da boca de Deus...”.
3. A adoração em nenhum lugar está mais diretamente associada do que com a tentação e provas.

Leia também: A Adoração segundo a teologia que Cristo Ensinou

V. Os discípulos foram transformados através da adoração

1. Chamado para se encontrar com Jesus em um lugar particular após a ressurreição de Jesus, todos eles tinham suas lembranças, dúvidas e medos.
a. Quando Jesus apareceu, todos caíram na adoração, apesar dos medos e dúvidas que eles tinham anteriormente.
2. Após ouvir a garantia de que todo o poder foi entregue a Jesus Cristo, suas vidas foram transformadas, eram pessoas diferentes a partir daquele momento.

VI. O último discípulo, João, foi encorajado através da adoração

1. Exilado na ilha de Patmos, quase 100 anos de idade, João teme pela Igreja.
2. Jesus aparece a João e o tempo de adoração durou até que Jesus tivesse dado a João o Livro do Apocalipse.
a. A necessidade de correção dentro das igrejas foi transmitida.
b. Como superar fracassos.
c. A vitória assegurada, já no céu.
3. O tempo de adoração de João transmitiu visão, a antecipação da vitória e a confiança invencível em Jesus Cristo, e fontes de força para a Igreja.

Conclusão:
1. A adoração incentiva novos começos sob a direção divina.
2. A adoração inspira nova consagração com capacitação divina.
3. A adoração abraça a genuína preocupação social com o perdão divino.
4. A adoração refuta a tentação pessoal com renovados recursos divino.
5. A adoração acende a visão do mundo com a comissão divina.
6. A adoração renova o valor moral com certeza divina.
7. Sempre que você oferecer a real e verdadeira adoração, Deus irá trabalhar em sua vida.


Pr. Aldenir Araújo
 
 
 

Postagens de Destaque