quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

A Igreja de Deus Nos Últimos Dias

Resultado de imagem para fotos de igrejas adventistas 
 
Não Há Necessidade de uma Nova Denominação
Tomais passagens dos Testemunhos que falam do fim do tempo da graça, da sacudidura do povo de Deus, e falais da saída dentre esse povo de um outro povo mais puro, santo, que surgirá. Ora, tudo isso agrada ao inimigo. ... Aceitassem muitos os pontos de vista que avançais, e falassem e agissem baseados nisso, e veríamos uma das maiores exibições de fanatismo jamais testemunhadas entre os adventistas do sétimo dia. Isso é o que Satanás quer. Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 179.
O Senhor não vos deu uma mensagem para chamar os adventistas do sétimo dia Babilônia, e chamar o povo de Deus a sair dela. Todas as razões que possais apresentar não podem, quanto a mim, ter peso nesse assunto, porque o Senhor me deu decisivo esclarecimento em oposição a tal mensagem.
Sei que o Senhor ama Sua igreja. Ela não deve ser desorganizada ou esfacelada em átomos independentes. Não há nisto a mínima coerência; não existe a mínima evidência de que tal coisa venha a se dar. Mensagens Escolhidas, vol. 2, págs. 63, 68 e 69.
Digo-vos, meus irmãos, que o Senhor tem um corpo organizado por cujo intermédio Ele irá operar. ... Quando alguém se afasta do corpo organizado do povo que observa os mandamentos de Deus, quando começa a pesar a Igreja em suas balanças humanas e a acusá-la, podeis saber que Deus não o está dirigindo. Ele se encontra no caminho errado. Mensagens Escolhidas, vol. 3, págs. 17 e 18.

Deus Porá Tudo em Ordem
Não há necessidade de duvidar, de estar temeroso de que a obra não seja bem-sucedida. Deus está à testa da obra, e porá tudo em ordem. Caso haja coisas necessitando serem ajustadas na direção da obra, Deus atenderá a isso, e trabalhará para endireitar todo erro. Tenhamos fé que Deus vai conduzir a nobre nau que transporta o Seu povo, em segurança, para o porto. Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 390.
Não tem Deus uma igreja viva? Ele tem uma igreja, mas esta é a igreja militante, e não a igreja triunfante. Entristecemo-nos de que haja membros defeituosos, de que haja joio no meio do trigo. ... Embora existam males na igreja, e tenham de existir até ao fim do mundo, a igreja destes últimos dias há de ser a luz do mundo poluído e desmoralizado pelo pecado. A igreja, débil e defeituosa, precisando ser repreendida, advertida e aconselhada, é o único objeto na Terra ao qual Cristo confere Sua suprema consideração. Testemunhos Para Ministros, págs. 45 e 49.
Os baluartes de Satanás nunca hão de triunfar. A vitória acompanhará a terceira mensagem angélica. Como o Capitão do exército do Senhor derribou os muros de Jericó, assim triunfará o povo que guarda os mandamentos do Senhor e serão derrotados todos os elementos oponentes. Testemunhos Para Ministros, pág. 410.

É Recomendada a Distribuição de Responsabilidades
O que necessitamos agora é de reorganização. Precisamos começar pelos alicerces e edificar sobre um princípio diferente. ...
Aqui há homens que estão à frente de nossas várias instituições, dos interesses educacionais e das associações em localidades e Estados diferentes. Todos estes devem ser homens representativos, ter voz ativa em elaborar e formar os planos que serão postos em execução. Deve haver mais de um, dois ou três homens para atender a todo o vasto campo. A obra é grande, e não há uma mente humana que, por si só, possa planejar a obra que precisa ser efetuada. ...
Pois bem, desejo dizer que Deus não pôs algum régio poder em nossas fileiras para controlar este ou aquele ramo da obra. O trabalho tem sido muito restringido pelos esforços para controlá-lo em todo o sentido. ... Precisa haver uma renovação, uma reorganização; tem de ser introduzido um poder e vigor nas comissões que são necessárias. General Conference Bulletin, 3 de abril de 1901, págs. 25 e 26.
Devem ser formadas novas associações. Estava de acordo com o plano de Deus que fosse organizada a União-associação na Australásia. ... Não é necessário mandar pedir o conselho de Battle Creek, a milhares de quilômetros de distância, e ter então de esperar semanas pela resposta. Aqueles que se encontram no próprio local devem decidir o que tem de ser feito. General Conference Bulletin, 5 de abril de 1901, págs. 69 e 70.A Assembléia da Associação Geral de 1901 se Mostra Sensível
Quem supondes vós tem estado entre nós desde que começou esta assembléia? Quem tem mantido afastados os aspectos censuráveis que geralmente aparecem numa reunião como essa? Quem tem andado de um lado para outro nos corredores deste Tabernáculo? O Deus do Céu e Seus anjos. E eles não vieram até aqui para dilacerar-vos, mas para conceder-vos mentes sãs e tranqüilas. Têm estado entre nós para realizar as obras de Deus, e deter os poderes das trevas, para que não fosse impedida a obra que Ele queria que se realizasse. Os anjos de Deus têm estado trabalhando entre nós. ...
Nunca fiquei mais surpresa em minha vida do que pelo rumo que as coisas tomaram nesta reunião. Esta obra não é nossa. Foi efetuada por Deus. Foram-me apresentadas instruções a esse respeito, mas até que a questão fosse resolvida nesta reunião, não consegui entender tais instruções. Anjos de Deus têm andado de um lado para outro nesta congregação. Desejo que cada um de vós se lembre disso, e desejo que vos lembreis também de que Deus disse que curaria as feridas de Seu povo. General Conference Bulletin, 25 de abril de 1901, págs. 463 e 464.
Durante a assembléia da Associação Geral o Senhor atuou poderosamente por Seu povo. Toda vez que penso nessa reunião, uma agradável solenidade se apodera de mim, transmitindo-me à alma um fulgor de gratidão. Vimos os majestosos passos do Senhor nosso Redentor. Louvamos o Seu santo nome, pois Ele trouxe livramento a Seu povo. Review and Herald, 26 de novembro de 1901.
Tem sido necessário organizar uniões-associações, para que a Associação Geral não exerça um domínio arbitrário sobre todas as associações separadas. O poder conferido à Associação não deve concentrar-se num só homem, ou em dois ou seis; deve haver um conselho de homens sobre as divisões separadas. Manuscrito 26, 3 de abril de 1903.

É Reafirmada a Confiança na Organização ASD
Não podemos desviar-nos agora do fundamento estabelecido por Deus. Não podemos agora entrar em nenhuma nova organização; pois isto significaria apostasia da verdade. Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 390.
Sou instruída a dizer aos adventistas do sétimo dia em todo o mundo: Deus chamou-nos como um povo para sermos-Lhe particular tesouro. Ele designou que Sua igreja na Terra esteja perfeitamente unida no Espírito e conselho do Senhor dos exércitos até ao fim do tempo. Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 397.
Por vezes, quando um pequeno grupo de homens, aos quais se acha confiada a direção geral da obra tem procurado, em nome da Associação Geral, exercer planos imprudentes e restringir a obra de Deus, tenho dito que eu não poderia por mais tempo considerar a voz da Associação Geral, representada por esses poucos homens, como a voz de Deus. Mas isto não equivale a dizer que as decisões
Pág. 56
de uma Associação Geral composta de uma Assembléia de homens representativos e devidamente designados, de todas as partes do campo, não deva ser respeitada.
Deus ordenou que os representantes de Sua igreja de todas as partes da Terra, quando reunidos numa Associação Geral, devam ter autoridade. O erro que alguns estão em perigo de cometer, é dar à opinião e ao juízo de um homem, ou de um pequeno grupo de homens, a plena medida de autoridade e influência de que Deus revestiu Sua igreja, no juízo e voz da Associação Geral reunida para fazer planos para a prosperidade e avançamento de Sua obra. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 408.
Deus investiu Sua igreja de especial autoridade e poder, por cuja desconsideração e desprezo ninguém se pode justificar; pois aquele que assim procede, despreza a voz de Deus. Atos dos Apóstolos, pág. 164.
Sou animada e beneficiada ao compreender o que o Deus de Israel ainda guia Seu povo, e que continuará com eles, até ao fim. Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 406.

Uma Declaração de W. C. White
Eu lhe contei [à Sra. Lida Scott] como Mamãe considerava a experiência da Igreja remanescente, e falei sobre o seu ensino
Pág. 57
positivo de que Deus não permitiria que esta denominação apostatasse tão completamente que houvesse o aparecimento de outra igreja. Carta de W. C. White a E. E. Andross, 23 de maio de 1915, Arquivo de Correspondência do Patrimônio Literário White.

Ellen White 
Do Livro Eventos Finais Pags. 52 - 58

Postagens de Destaque