sábado, 10 de janeiro de 2015

O Alto Clamor


    Deus Tem Pedras Preciosas em Todas as Igrejas 
    Deus tem pedras preciosas em todas as igrejas, e não devemos fazer denúncias impetuosas do professo mundo religioso. The Seventh-day Adventist Bible Commentary, vol. 4, pág. 1.184. 
    O Senhor tem Seus representantes em todas as igrejas. As especiais verdades probantes para estes últimos dias não foram apresentadas a essas pessoas de tal modo que trouxessem convicção ao coração e à mente; por isso, ao rejeitar a luz, elas não romperam sua ligação com Deus. Testimonies, vol. 6, págs. 70 e 71. 
    Entre eles [os católicos] existem muitos que são conscienciosíssimos cristãos, que andam em toda a luz que sobre eles brilha, e Deus operará em seu favor. Obreiros Evangélicos, pág. 329. 
    No capítulo dezoito do Apocalipse, o povo de Deus é convidado a sair de Babilônia. De acordo com esta passagem, muitos do povo de Deus ainda devem estar em Babilônia E em que corporações religiosas se encontrará hoje a maior parte dos seguidores de Cristo?   Sem dúvida, nas várias igrejas que professam a fé protestante. O Grande Conflito, pág. 383. 
    Apesar das trevas espirituais e afastamento de Deus prevalecentes nas igrejas que constituem Babilônia, a grande massa dos verdadeiros seguidores de Cristo encontra-se ainda em sua comunhão. O Grande Conflito, pág. 390. 

    A Queda de Babilônia Ainda não é Completa 
    "[Ela] tem dado a beber a todas as nações do vinho da fúria da sua prostituição." Apoc. 14:6-8. Como isso é efetuado? Obrigando os homens a aceitarem um sábado espúrio. Testimonies, vol. 8, pág. 94. 
    Contudo, não se pode ainda dizer que... "a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição". Ainda não deu de beber a todas as nações. ... 
    A queda de Babilônia se completará quando esta condição for atingida, e a união da igreja com o mundo se tenha consumado em toda a cristandade. A mudança é gradual, e o cumprimento perfeito de Apocalipse 14:8, está ainda no futuro. O Grande Conflito, págs. 389 e 390. 
    Quando os seus pecados se acumulam até ao céu? (Apoc. 18:2-5) Quando a lei de Deus for finalmente invalidada pela legislação. The Signs of the Times, 12 de junho de 1893. 
    A Última Mensagem de Advertência da Parte de Deus  antes do fim da história terrestre. The Ellen G. White 1888 Materials, pág. 804. 
    O capítulo 18 do Apocalipse indica o tempo em que, como resultado da rejeição da tríplice mensagem do capítulo 14, versos 6-12, a igreja terá atingido completamente a condição predita pelo segundo anjo, e o povo de Deus, ainda em Babilônia, será chamado a separar-se de sua comunhão. Esta mensagem é a última que será dada ao mundo. O Grande Conflito, pág. 390. 
    Esta passagem [Apoc. 18:1, 2 e 4] indica um tempo em que o anúncio da queda de Babilônia, conforme foi feito pelo segundo anjo em Apocalipse 14:8, deve repetir-se com a menção adicional das corrupções que têm estado a se introduzir nas várias organizações que constituem Babilônia, desde que esta mensagem foi pela primeira vez proclamada, no verão de 1844. ... Estes anúncios, unindo-se à mensagem do terceiro anjo, constituem a advertência final a ser dada aos habitantes da Terra. ... 
    Os pecados de Babilônia serão revelados. Os terríveis resultados da imposição das observâncias da igreja pela autoridade civil, as incursões do espiritismo, os furtivos mas rápidos progressos do poder papal - tudo será desmascarado. Por meio destes solenes avisos o povo será comovido. Milhares de milhares que nunca ouviram palavras como essas, escutá-las-ão. O Grande Conflito, págs. 603, 604 e 606. 

    O Coração da Última Mensagem de Deus 
    Vários me escreveram, indagando se a mensagem da justificação pela fé é a mensagem do  e tenho respondido: "É a mensagem do terceiro anjo, em verdade." Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 372. 
    Em Sua grande misericórdia, enviou o Senhor preciosa mensagem a Seu povo por intermédio dos pastores [E. J.] Waggoner e [A. T.] Jones. Esta mensagem devia pôr de maneira mais preeminente diante do mundo o Salvador crucificado, o sacrifício pelos pecados de todo o mundo. Apresentava a justificação pela fé no Fiador; convidava o povo para receber a justiça de Cristo, que se manifesta na obediência a todos os mandamentos de Deus. 
    Muitos perderam Jesus de vista. Deviam ter tido o olhar fixo em Sua divina pessoa, em Seus méritos e em Seu imutável amor pela família humana. Todo o poder foi entregue em Suas mãos, para que Ele pudesse dar ricos dons aos homens, transmitindo o inestimável dom de Sua justiça ao impotente ser humano. Esta é a mensagem que Deus manda proclamar ao mundo. É a terceira mensagem angélica que deve ser proclamada com alto clamor e regada com o derramamento de Seu Espírito Santo em grande medida. Testemunhos Para Ministros, págs. 91 e 92. 
    A mensagem da justiça de Cristo há de soar desde uma até a outra extremidade da Terra, a fim de preparar o caminho ao Senhor. Esta é a glória de Deus com que será encerrada a mensagem do terceiro anjo. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 373. 
    A última mensagem de graça a ser dada ao mundo, é uma revelação do caráter do amor divino. Os filhos de Deus devem manifestar Sua glória. Revelarão  poder pelos que transmitem a advertência final contra a besta e sua imagem. Testimonies, vol. 8, pág. 118. 

    Semelhante ao Movimento de 1844 
    O poder que agitou o povo tão vigorosamente no movimento de 1844 será revelado outra vez. A mensagem do terceiro anjo não será divulgada em sussurros, mas com forte voz. Testimonies, vol. 5, pág. 252. 
    Vi que esta mensagem se encerrará com poder e força muito maiores do que o clamor da meia-noite. Primeiros Escritos, pág. 278. 

Ellen White
Eventos Finais Pags. 197 - 202

Postagens de Destaque