sábado, 7 de fevereiro de 2015

A Herança dos Santos

    
Uma Dádiva do Senhor 
    Cristo, só Cristo e Sua justiça, obterão para nós um passaporte ao Céu. Carta 6b, 1890. 
    O coração orgulhoso esforça-se por alcançar a salvação; mas tanto o nosso título ao Céu, como nossa idoneidade para ele, encontram-se na justiça de Cristo. O Desejado de Todas as Nações, pág. 300. 
    Para fazermos parte da família celestial, [Cristo] tornou-Se membro da família humana. O Desejado de Todas as Nações, pág. 638. 
    Melhor do que um título para o mais nobre palácio da Terra é  o título para as mansões que nosso Senhor foi preparar. E melhor que todas as palavras de louvor terreno, serão as do Salvador aos servos fiéis: "Vinde, benditos de Meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo." Parábolas de Jesus, pág. 374. 

    Por que Devemos Pensar no Mundo Futuro 
    Jesus tem exposto o Céu e apresenta sua glória ao nosso olhar para que a eternidade não seja omitida de nossas cogitações. The Signs of the Times, 4 de abril de 1895. 
    Tendo em vista as realidades eternas, cultivaremos habitualmente pensamentos da presença de Deus. Isto será um escudo contra a incursão do inimigo; dará força e certeza, e elevará a alma acima do temor. Respirando a atmosfera celeste, não absorveremos o ar viciado do mundo. ... 
    Jesus vem apresentar as vantagens e bela imagem do celestial, para que as atrações do Céu se tornem familiares aos pensamentos, e o salão da memória seja guarnecido de quadros de beleza celeste e eterna. ... 
    O Grande Mestre dá ao homem uma visão do mundo futuro. Trá-lo, com seus atraentes bens, ao alcance da vista. ... Se Ele pode fixar a mente na vida futura e suas bem-aventuranças, em comparação com os interesses temporais deste mundo, o chocante contraste fica profundamente gravado no espírito, absorvendo o coração e alma e todo o ser. Nossa Alta Vocação (Meditações Matinais, 1962), págs. 285 e 286.  

Os Motivos do Cristão 
    Motivos mais fortes e instrumentos mais poderosos não poderiam jamais ser postos em operação; as maravilhosas recompensas de fazer o bem, o gozo do Céu, a sociedade dos anjos, a comunhão e o amor de Deus e Seu Filho, o enobrecimento e dilatação de todas as nossas faculdades através dos séculos da eternidade - acaso não são, estes, poderosos incentivos e encorajamentos para nos impelir a consagrar ao nosso Criador e Redentor os mais amantes serviços do coração? Caminho a Cristo, pág. 21. 
    Se pudermos encontrar-nos com Jesus em paz e ser salvos, salvos para sempre, seremos os seres mais felizes. Oh! estar finalmente no lar em que os ímpios deixam de perturbar e os cansados estão em paz! Carta 113, 1886. 
    Gosto de ver tudo que é belo na Natureza, neste mundo. Penso que estaria plenamente satisfeita com a Terra, cercada das boas coisas de Deus, se ela não estivesse desfigurada pela maldição do pecado. Mas teremos novos céus e nova Terra. João viu isso em santa visão e disse: "Então ouvi grande voz vinda do trono, dizendo: Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus e Deus mesmo estará com eles." Apoc. 21:3. Oh, bendita esperança, gloriosa perspectiva! Carta 62, 1886. 

    Um Lugar Real e Tangível 
    Que fonte de alegria para os discípulos foi saber que tinham tal Amigo no Céu para interceder em seu favor!    Por meio da visível ascensão de Cristo foram alterados todos os seus conceitos e expectativas do Céu. Anteriormente, seus pensamentos se haviam demorado nele como uma região de espaço ilimitado, habitada por espíritos sem substância. Agora o Céu estava relacionado com o conceito de Jesus, a quem haviam amado e reverenciado mais do que todos os outros, com quem haviam conversado e viajado, em quem haviam tocado, até mesmo no Seu corpo ressuscitado. ... 
    O Céu não podia mais parecer-lhes um espaço indefinido e incompreensível, repleto de espíritos intangíveis. Consideravam-no agora como seu futuro lar, em que seu amoroso Redentor estava preparando mansões para eles. Spirit of Prophecy, vol. 3, pág. 262. 
    Um receio de fazer com que a herança futura pareça demasiado material tem levado muitos a espiritualizar as mesmas verdades que nos levam a considerá-la nosso lar. Cristo afirmou a Seus discípulos haver ido preparar moradas para eles na casa de Seu Pai. O Grande Conflito, págs. 674 e 675. 
    Na Terra renovada, os redimidos empenhar-se-ão em ocupações e prazeres que levaram felicidade a Adão e Eva no início. Será vivida a vida edênica, a vida no jardim e no campo. Profetas e Reis, págs. 730 e 731. 

Ellen White
Eventos finais pags 284-286

Postagens de Destaque