sábado, 21 de fevereiro de 2015

Perdão abundante

Resultado de imagem para imagens de perdão de deus

Perdão abundante, 13 de Fevereiro

Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno, os seus pensamentos e se converta ao Senhor, que Se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar. Isaías 55:7. 

Muitos não vivem na confiança de uma viva certeza de que Cristo está pleiteando perante o Pai, como nosso Intercessor. Cristo Se identificou com as nossas necessidades, e é capaz de suprir cada necessidade particular de nossa fraqueza. Durante Sua vida na Terra assumiu Ele a atitude de um suplicante, um solicitador fervoroso, a buscar das mãos do Pai um novo suprimento de forças, para que pudesse ser fortalecido e refrigerado, e apresentar-Se com palavras de animação e lições de consolação aos seres humanos. Suas palavras destinam-se a envolver toda pessoa para o cumprimento dos deveres, fortalecendo-a para suportar a prova. Como Cristo, em Sua humanidade, buscou forças do Pai, a fim de que estivesse habilitado a suportar a prova e a tentação, assim devemos nós fazer. Devemos seguir o exemplo do Filho de Deus, que era sem pecado. Diariamente carecemos de auxílio, graça e poder da Fonte de todo o poder. Devemos lançar nosso espírito indefeso sobre Aquele que está disposto a nos ajudar em todo tempo de necessidade. Muitas vezes nos esquecemos do Senhor. Cedemos ao impulso, e perdemos as vitórias que deveríamos alcançar. Se somos vencidos, não adiemos o arrependimento, e a aceitação do perdão que nos colocará em terreno vantajoso. Se nos arrependemos e cremos, pertencer-nos-á o purificador poder de Deus. Sua graça salvadora é oferecida gratuitamente. Seu perdão, oferece-o Ele a todos os que estão dispostos a recebê-lo. ... Deus sempre aceita a confissão, se nos arrependemos do mal que fizemos. Nosso Pai celestial faz a declaração: “Vivo Eu, ... que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta [48] do seu caminho e viva.” Ezequiel 33:11. Sobre cada pecador que se arrepende, os anjos de Deus se regozijam com cânticos de alegria. Pecador algum precisa perder-se. Pleno e gratuito é o dom da graça salvadora. ... Vivemos no dia da preparação. Temos de obter pleno suprimento de graça, dos celeiros celestiais. O Senhor tomou providências para as necessidades de cada dia. — The Review and Herald, 31 de Maio de 1906.

Ellen White
Nos Lugares Celestiais MM 1967 Pag 104

Postagens de Destaque