quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Sob que bandeira?



Sob que bandeira? 11 de Fevereiro

Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. Mateus 6:24. 

Todo indivíduo de nosso mundo se alistará sob uma de duas bandeiras: os escolhidos e fiéis, sob a ensangüentada bandeira do Príncipe Emanuel, e todos os demais sob a bandeira de Satanás. ... Não pode haver compromisso com os poderes das trevas. Individualmente temos de tomar posição. Se não estivermos em inimizade com o príncipe das trevas, a serpente, suas malhas nos envolverão, e a todas as nossas faculdades; seu aguilhão estará em nosso coração. Todos os que se alistarem sob o sangrento pavilhão do Príncipe da Vida, daí por diante contarão Satanás como inimigo e hão de, no poder de Deus, opor-se-lhe como a um inimigo mortal. Tomarão o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus. E que farão eles, para conservar o terreno? “Orando em todo tempo com toda oração e súplica no espírito e vigiando nisso com toda a perseverança.” Efésios 6:18. Devemos ser ligeiros em discernir o perigo. Devemos reconhecer o odioso caráter do pecado, e expulsá-lo da vida. Os que põem por obra a Palavra sabem que em Jesus há poder, que pela fé se torna sua posse. Achar-se-ão revestidos da justiça que será aceita por Deus, pois é a justiça de Cristo. Revestidos dessa armadura de Deus, o escudo celestial, com êxito resistem às astúcias da serpente. Ninguém tem um só momento a perder. ... A preocupação quanto à eternidade é de importância suficiente para que se torne prioridade sobre qualquer outro empreendimento. “Que farei para me salvar?” deve ser a grande e solene pergunta que nos preocupe agora. Desejaria que todos apreciassem a maravilhosa atuação de Deus em favor do homem. Para os anjos caídos não houve expiação; mas para os homens caídos foi feita plena e ampla oferta, para salvar perfeitamente a todos os que por Ele se chegam a Deus. Ele não rejeitará uma única pessoa que O busque arrependida. Deus contempla em todos os Seus filhos a imagem de Seu Filho unigênito. Contempla-os com amor maior do que linguagem alguma possa expressar. Estreita-os nos braços de Seu amor. O Senhor Se alegra acerca de Seu povo. — Carta 30a, 1892.

Ellen White
Nos Lugares Celestiais MM 1967 Pag. 100 

Postagens de Destaque