sexta-feira, 13 de março de 2015

Curando emoções danificadas (Parte 3) - Vitória sobre o medo

Curando emoções danificadas (Parte 3) - Vitória sobre o medo
Tema: Cura interior

Texto: Isaías 41:10-13

Introdução: Tudo que você tem a fazer é assistir ao noticiário para ver os eventos terríveis que acontecem ao redor do mundo. 

No entanto, apesar de tudo isso, o povo de Deus é chamado a viver sem medo.

Como podemos manter a calma e a confiança em meio a tudo isso?

Devemos lembrar que o Senhor prometeu fortalecer, ajudar e defender-nos, e Ele sempre cumpre Sua Palavra.

I. O que é o medo?


A. O medo é uma sensação desagradável de pavor - como um alarme, avisando que algo ruim está para acontecer. Isto pode ser causado por uma ameaça ou ao sentir a perda de controle numa determinada situação.

B. Quando a Bíblia fala sobre o temor do Senhor, é um medo bom - um criado por uma reverência saudável para com um Deus santo e justo.


C. Lembre-se que o medo em si não é ruim. Mas quando ele está continuamente conosco, ele se torna um problema.


II. Muitas emoções estão relacionadas com o medo.


Muitas das emoções negativas que experimentamos na vida estão enraizadas no medo. Por exemplo:
A. A ganância é o medo de não ter o suficiente.
B. A rejeição é a preocupação de não ser aceito.
C. A culpa é receio de que nossos erros podem ser descobertos.
D. O desânimo é o medo do fracasso causado por uma falta de confiança.
E. A raiva é causada por um medo que não podemos buscar o nosso caminho.
F. O ciúme é o medo de perder o controle do que desejamos.
G. A indecisão é causada quando nos preocupamos em fazer uma escolha errada.


III. Por que temos medo?


"Deus não nos deu um espírito de medo", então ele nunca é a fonte de nossos medos (2 Timóteo 1:7). De onde é que ele vem?

A. As lições da infância: Em suas tentativas de proteger e nos capacitar, nossos pais podem ter arraigado o medo em nós.


B. Imaginação: Às vezes, o sistema nervoso não pode distinguir entre um perigo real ou imaginário.


C. Pecado: Medo é uma consequência da desobediência ao Senhor. É bom porque nos lembra que nós vamos prestar conta de nossas vidas para Ele um dia.


D. Ignorância: Alguns dos nossos medos são baseados em informações erradas ao invés de verdade.


E. Dúvida: O Senhor é a nossa fonte de segurança. Quando temos dúvidas de Seu amor, o medo substitui a confiança e paz.


F. Autoimagem pobre: ​​Todas as pessoas precisam de se sentir aceitas e valorizadas pelos outros. Sem isso, o medo da rejeição toma o seu lugar.


G. Metas inatingíveis: Às vezes, visamos muito alto e ficamos ansiosos quando perdemos nossos objetivos.


H. Visão errada de Deus: se nós vemos principalmente o Senhor como nosso Juiz, vamos ter medo e não entender a vastidão de Seu amor.


V. Quais são as consequências do medo?


Passar momentos de medo é natural. Mas quando você permite que ele governe você, existem consequências. Por exemplo, o medo:

A. Divide sua mente. Você não pode concentrar-se as apreensões estão constantemente distraindo-o.


B. Atrapalha sua capacidade de pensar e agir corretamente. A ansiedade ofusca a mente e impede-o de se comportar como deveria.


C. Causa indecisão. O medo pode paralisar você quando você precisa fazer escolhas.


D. Mina a autoconfiança. Deus deu a cada pessoa habilidades e talentos, mas o medo faz com que você duvide que você pode realizar a Sua obra.


E. Resulta em pânico. Se você perder a capacidade de gerir os seus medos, eles controlaram você.


F. Subjuga-o na incerteza. Sempre que situações de longo prazo, como a saúde ou a preocupações financeiras têm resultados incertos, pode ser consumido com preocupações sobre o futuro.


G. Destrói relacionamentos. Aqueles que tiveram dificuldades em relacionamentos passados ​​podem ter medo de repetir os erros e por isso não se abrem para um novo relacionamento.


H. Rouba a alegria e a paz. Pense na sua vida como uma máquina, alegria e paz, como o óleo que mantém funcionando. O medo é como a areia que entra nas engrenagens e corrói a sua felicidade.


I. Bloqueia o crescimento espiritual. Você nunca será capaz de se tornar a pessoa que Deus quer que você seja, se você tem medo de dar um passo na obediência.


J. Afeta a saúde. A ansiedade com medo prolongada está ligada a muitas doenças físicas.

V. Como você deve lidar com o medo?

A. Reconhecê-lo. Antes que você possa começar a lidar com seu medo, você tem que admitir que é um problema em sua vida.

B. Identificar a fonte. Pergunte a si mesmo se você está com medo de uma situação com um resultado incerto ou das consequências de escolhas passadas. Depois de saber a verdadeira fonte, você pode enfrentá-lo.


C. Mude o seu foco. Quando sua atenção está fixada em seus medos, eles só pioram. A única maneira de reverter esse processo negativo é mudar seu foco com a arma mais poderosa que você tem, a Palavra de Deus.


D. Confie em Isaías 41:10. O que você está enfrentando é uma batalha fé. Este versículo pode ser sua âncora em tempos terríveis, se você acreditar e considerá-lo como verdadeiro em sua situação.


E. Jogue por terra o seu medo. Baseado na certeza de que o Senhor é fiel, amoroso e onipotente, você não tem motivo para segurar suas ansiedades.


Conclusão: O que você vai fazer com os seus medos? Você pode mantê-los e sofrer as consequências negativas, ou você pode confiar no Senhor e colocá-los em suas mãos amorosas. Embora Deus não diz em Isaías 41:10 que Ele vai isenta-lo de circunstâncias terríveis, Ele promete fortalecer e sustentá-lo através delas.



Fonte - http://www.opregadorfiel.com.br/


Veja também:

Pr. Aldenir Araújo

Postagens de Destaque