terça-feira, 31 de março de 2015

Vigiar e orar


Resultado de imagem para imagem de oração

Vigiar e orar, 31 de Março

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca. Mateus 26:41. 

Somos peregrinos e forasteiros neste mundo, palmilhando um caminho cercado de perigos por causa dos que rejeitaram o único que os poderia salvar. Engenhosos subterfúgios e problemas científicos ser-nos-ão apresentados, para tentar-nos a desviar-nos de nossa fidelidade; mas não lhes devemos dar ouvido. Esteja alerta toda pessoa. O adversário está ao nosso encalço. Sede vigilantes, vigiando atentamente para que alguma astuciosa cilada não nos apanhe desapercebidos. ... O incidente dos discípulos no jardim do Getsêmani contém uma lição para o povo do Senhor dos nossos dias. ... Não reconheceram a necessidade da vigilância e de fervorosa oração para resistir à tentação. Muitos hoje estão dormindo a sono solto, como estavam os discípulos. Não estão vigiando e orando para não caírem em tentação. Leiamos muitas vezes, com cuidadoso estudo, aquelas porções da Palavra de Deus que têm referência especial a estes dias finais, e que indicam os perigos que hão de ameaçar o povo de Deus. Precisamos ter percepção perspicaz, santificada. Esta percepção não deve ser usada em criticar-nos e condenar-nos uns aos outros, mas em discernir os sinais dos tempos. Devemos guardar o coração com toda a diligência, para que não soframos o naufrágio da fé. Os que negligenciam o vigiar e orar, nestes tempos perigosos; os que negligenciam o unir-se aos irmãos para buscar ao Senhor, mas em vez disso se põem acima dos instrumentos designados por Deus na igreja, esses estão em grave perigo de fortalecer-se em seus próprios caminhos, seguindo os impulsos de seu próprio entendimento, e recusar-se a aceitar as advertências do Senhor. ... Que todo crente se examine intimamente, para verificar quais os seus pontos fracos. Mantenha um espírito de humildade, e suplique ao Senhor graça, sabedoria, e a fé que atua por amor e purifica a vida. Rejeite ele toda a confiança em si. ... A confiança própria leva à falta de vigilância. ... Os que andam humildemente diante de Deus, desconfiados de sua própria sabedoria, reconhecerão seu perigo e conhecerão o poder de Deus para guardar. — The Review and Herald, 7 de Julho de 1910

Ellen White
Nos Lugares Celestiais 200

Postagens de Destaque