domingo, 26 de abril de 2015

Confiança em tempo de dificuldade


Confiança em tempo de dificuldade, 26 de Abril

Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação. Habacuque 3:17, 18. 

Os filhos de Deus podem regozijar-se em todas as coisas e a todo tempo. Em vindo perturbações e dificuldades, crendo na sábia providência de Deus, podeis regozijar-vos. Não precisais esperar por um feliz aumento de sentimento, mas pela fé podeis apoderar-vos das promessas, e erguer a Deus um hino de ação de graças. ... As galerias da memória devem ser ocupadas com quadros sagra- dos, com visões de Jesus, com lições de Sua verdade, com revelações de Seus incomparáveis encantos. Se as galerias da memória fossem assim guarnecidas, não consideraríamos intolerável a nossa sorte. Não falaríamos nas faltas alheias. Nosso caráter estaria repleto de Jesus e Seu amor. Não desejaríamos ditar ao Senhor o caminho pelo qual nos devesse guiar. Amaríamos a Deus supremamente, e nosso próximo como a nós mesmos. 
Tendo o regozijo do Senhor na vida, não sereis capazes de reprimi-lo; querereis falar a outros do tesouro que encontrastes; falareis de Jesus e Seus encantos sem iguais. A Ele tudo devemos dedicar. Nossa mente deve ser ensinada a demorar-se nas coisas que glorifiquem a Deus; e se nossas faculdades mentais forem dedicadas a Deus, nossos talentos aumentarão, e teremos cada vez mais aptidão a oferecer ao Senhor. Tornar-nos-emos condutos de luz aos outros. Podemos ter íntima comunhão com Deus e com nosso Salvador; e unidos a Deus seremos integralmente luz no Senhor, pois nEle não há trevas nenhumas. 
Ao aprendermos de Cristo, compreenderemos como manter nossa força espiritual, alimentar-nos-emos com a Palavra de Deus, e teremos a bendita experiência descrita pelo apóstolo nas palavras: “Ao qual, não O havendo visto, amais; no qual, não O vendo agora, mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso.” 1 Pedro 1:8. — The Review and Herald, 11 de Fevereiro de 1890.

Ellen White
Nos Lugares Celestiais 254

Postagens de Destaque