sexta-feira, 3 de abril de 2015

Cuidados especiais aos fracos

Resultado de imagem para imagens de anjos
Resultado de imagem para imagens de anjos
Cuidados especiais aos fracos, 3 de Abril

Vede, não desprezeis algum destes pequeninos, porque Eu vos digo que os seus anjos nos Céus sempre vêem a face de Meu Pai que está nos Céus. Mateus 18:10. 

O homem é propriedade de Deus, e os anjos olham com intenso interesse, para ver como o homem tratará com o próximo. Quando os seres celestiais vêem os que alegam ser filhos e filhas de Deus, empenhando esforços cristãos para ajudar os que erram, manifestando para com os arrependidos e caídos um espírito compassivo, os anjos se lhes chegam bem perto, e lhes levam à lembrança as palavras que abrandam e erguem o espírito. Santos anjos estão no caminho de cada um de nós. Não devemos desprezar o menor dos pequeninos de Deus. ... Jesus deu Sua preciosa vida, Sua atenção especial, aos menores dos pequeninos de Deus; e anjos magníficos em poder se acampam ao redor dos que temem a Deus. 
Estejamos, pois, alerta, e nunca permitamos que um pensamento de desprezo nos ocupe a mente em relação a um dos pequeninos de Deus. Devemos com solicitude cuidar dos que erram, e falar palavras animadoras aos caídos, temendo que, por algum ato imprudente, os afastemos do compassivo Salvador. ... Todo o Céu está interessado na obra de salvar os perdidos. Anjos vigiam com intenso interesse, para ver quem há de deixar os noventa e nove para, em meio ao temporal e à chuva, ir ao rude deserto, [100] para buscar a ovelha, desgarrada. Os perdidos estão ao nosso redor, a perecer, e tristemente negligenciados. São, porém, de valor para Deus, pois são aquisição do sangue de Cristo. — The Review and Herald, 30 de Junho de 1896. 
Por tudo que nos concedeu vantagem sobre algum outro — seja educação e refinamento, nobreza de caráter, educação cristã, experiência religiosa — estamos em dívida em relação aos menos favorecidos; e quanto estiver em nosso poder, devemos ajudá-los. 
Se somos fortes, devemos apoiar as mãos dos fracos. Anjos da glória, que sempre contemplam a face do Pai no Céu, tomam esses a seu encargo especial. Os anjos estão sempre presentes onde mais necessários são, junto aos que têm as mais duras batalhas a travar com o próprio eu, e cujo ambiente é o mais desagradável. E nesse ministério, os verdadeiros seguidores de Cristo cooperarão. — The Youth’s Instructor, 12 de Junho de 1902.

Ellen White
Nos Lugares Celestiais 208

Postagens de Destaque