terça-feira, 5 de maio de 2015

A segura âncora da fé,


Resultado de imagem para imagens de fé

A segura âncora da fé, 30 de Abril

Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando Ele Se manifestar, seremos semelhantes a Ele; porque assim como é O veremos. E qualquer que nEle tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também Ele é puro. 1 João 3:2, 3. 

Aqui os olhos da fé são dirigidos a Deus, isto é, a olharem ao invisível, não às coisas agora aparentes. A fé vive na expectação de um bem futuro; discerne vantagens inexprimíveis no dom celestial. A esperança da vida futura é parte essencial de nossa fé cristã. Quando permitimos que atrativos mundanos se insinuem entre a  alma e Deus, discernimos tão-somente o mundo. ... Olhai mais alto, fixai os olhos da fé em coisas invisíveis, e tornar-vos-eis fortes na força divina. Nossa fé aumenta ao contemplarmos a Jesus, que é o centro de tudo que é atraente e amorável. 
Quanto mais contemplarmos o celestial, tanto menos veremos de desejável e atraente no terreno. 
Quanto mais constantemente fixarmos o olhar da fé em Cristo, em quem se polarizam nossas esperanças de vida eterna, tanto mais crescerá nossa fé; fortalece-se nossa esperança, nosso amor se torna mais ardoroso e intenso, com a agudeza de nossa intuição espiritual, e aumenta nossa inteligência espiritual. Mais e mais reconhecemos a positiva reivindicação de Deus sobre nós, para nos purificar dos costumes e práticas de um mundo que não conhece a Deus, nem a Jesus Cristo a quem Ele enviou. 
Quanto mais contemplarmos a Cristo, falarmos de Seus méritos, e de Seu poder, tanto mais plenamente refletiremos Sua imagem em nosso caráter, e tanto menos submeteremos nossa mente e afeições à paralisadora influência do mundo. Quanto mais nosso pensamento demorar em Jesus, tanto menos ele será envolvido na névoa da dúvida, e tanto mais dificilmente deporemos todas as nossas provas, todos os nossos fardos, sobre o Portador dos mesmos. 
Deixai que a fé atravesse a infernal sombra de Satanás, e se concentre em Jesus, nosso sumo sacerdote, que por nós penetrou no interior do véu. Sejam quais forem as nuvens que obscureçam o céu, quaisquer que sejam as tempestades que se levantem em volta da alma, essa âncora resiste firme, e podemos estar certos da vitória. Com os olhos da fé podeis ver a Terra distante. — Carta 30, 1893.

Ellen White
Nos Lugares Celestiais Pag. 262

Postagens de Destaque