sexta-feira, 26 de junho de 2015

60ª Assembleia Geral da Igreja Adventista e a Ordenação de Mulheres

Fonte - http://megaphoneadv.blogspot.com.br

 

60ª Assembleia Geral da Igreja Adventista e a Ordenação de Mulheres


Aproxima-se esse evento global, de 2 a 11 de Julho em San Antonio-TX. Muito se falou aqui nos últimos meses, do tema Ordenação de Mulheres, que, surpreendentemente, parece ser o tema central dessa assembleia. É uma pena, pois é um tema com efetividade muito baixa na propagação do Evangelho do Reino, visto ser absolutamente interno, com pouca ou nenhuma ação resultante positiva que afete diretamente o público externo, a quem queremos alcançar e a quem temos a missão de preparar para ver Jesus voltar.
Das coisas expostas nas redes sociais, a grande maioria expressa opiniões meramente pessoais, sem embasamento teológico, tanto de um quanto do outro lado da questão. Mas, há bons textos na Web, basta procurar. Veja lá abaixo alguns que eu recomendo, e que darão a você uma visão geral muito boa. Acima de tudo, estude sua Bíblia, ore, então, consulte estes e outros bons textos, equilibrados (são poucos), e se achar que esse é assunto relevante pra sua salvação e que poderá levá-lo para mais perto da comunhão com Deus, posicione-se.
Antes, relembrando algo que já postei aqui: se você é delegado a essa assembléia ou não, saiba que a votação lá, após a discussão já feita a nível mundial pelas 13 Divisões, e após um único dia de debates que acontecerá, vai se resumir a um NÃO ou SIM:
“NÃO”
Quem votar assim estará optando por uma posição oficial, institucional, da IASD, contra a ordenação de mulheres ao ministério. Nesse caso, além de não ordenar mulheres, a igreja teria que resolver situações em diversas Associações, Uniões e Divisões que já ordenam mulheres há décadas. Os que votarem NÃO, entendem que a Bíblia claramente proíbe a ordenação feminina, e que se isso for permitido indicará que a IASD está sendo infiel às Escrituras Sagradas e a Deus.
“SIM”
Quem votar assim estará optando por delegar a cada uma das 13 Divisões mundiais o poder de decidir se ordenam mulheres ou não, de acordo com seus múltiplos aspectos regionais e culturais. Os que votarem assim entendem que a Bíblia não proíbe a ordenação feminina e, portanto, a igreja é livre para decidir, em cada caso, o que é melhor para o progresso da obra e para a terminação da pregação do Evangelho.
EM TEMPO: acredito que, de forma acertada, dificilmente a igreja optaria por transformar esse item em mais uma crença fundamental, e essa é uma posição acertada e sábia, pois não faz o menor sentido dogmatizar esse assunto.
Grande abraço e um FELIZ SÁBADO! SHABAT SHALOM!
– Pronunciamento do Instituto de Pesquisa Bíblica, da Conferência Geral, sobre excessos no debate (como muitos vídeos e artigos que temos visto na internet):

– Relatório completo do estudo da IASD mundial, que apresenta a defesa das três posições (111 páginas):

– “16 fatos interessantes sobre ordenação de mulheres na IASD”:

– “Argumentos equivocados e corretos no debate sobre ordenação de mulheres”:

– “Cronologia da Ordenação da Mulher na Igreja Adventista”:

Postagens de Destaque