terça-feira, 2 de junho de 2015

A luta pela espiritualidade


Resultado de imagem para imagens de obediencia

Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. Romanos 8:6, 7. 

A mente carnal inclina-se para o prazer e a satisfação própria. É praxe de Satanás prover abundância disso. Procura ele encher o espírito dos homens do desejo de diversões mundanas, para que não tenham tempo de dirigir a si mesmos a pergunta: Como vai a minha alma? O amor dos prazeres é infeccioso. Entregue a eles, a mente se apressa de um ponto a outro, sempre em busca de alguma diversão. A obediência à lei de Deus combate essa inclinação e constrói barreiras contra a impiedade. ... A habilidade de desfrutar as riquezas da glória se desenvolverá em proporção ao desejo que temos dessas riquezas. Como se desenvolverá o apreço a Deus e às coisas celestiais a menos que o façamos nesta vida? Se permitirmos que as exigências e cuidados do mundo absorvam todo o nosso tempo e atenção, nossas faculdades espirituais se enfraquecerão e morrerão por falta de exercício. Na mente entregue inteiramente a coisas terrenas, fecha-se toda entrada pela qual pudesse penetrar luz do Céu. A transformadora graça de Deus não pode então ser sentida na mente ou no caráter. — The Review and Herald, 28 de Maio de 1901. 
Vivemos em meio dos perigos dos últimos dias, e devemos vigiar todas as entradas pelas quais Satanás possa se aproximar com suas tentações. ... O mero assentimento à verdade nunca salvará alguém da morte. Temos de ser santificados pela verdade: cada defeito de caráter tem de ser vencido, ou ele nos vencerá e se tornará um poder dominante para o mal. Começai, sem um momento de espera, a desarraigar todo joio pernicioso do jardim do coração; e, pela graça de Cristo, não permitais que ali floresçam plantas além das que tragam fruto para a vida eterna. 
Cultivai em vosso caráter tudo que esteja em harmonia com o caráter de Cristo. Buscai as coisas verdadeiras, honestas, justas, puras, amáveis e de boa fama; afastai, porém, tudo que seja diferente de nosso Redentor. ... Não há maneira em que possais ser salvos em pecado. Toda pessoa que alcance a vida eterna tem de ser semelhante a Cristo, “santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores”. Hebreus 7:26.
 Os seguidores de Cristo devem resplandecer como luzes no meio de uma geração corrompida e perversa. — The Review and Herald, 3 de Junho de 1884.

Postagens de Destaque