quinta-feira, 25 de junho de 2015

Nada de palavras ásperas,


 Resultado de imagem para imagens palavras bondosas

Nada de palavras ásperas, 24 de Junho

Deixando, pois, toda malícia, e todo engano, e fingimentos, e invejas, e todas as murmurações, desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que, por ele, vades crescendo. 1 Pedro 2:1, 2. 


Devemos estudar esta instrução. É privilégio nosso crescer até “à medida da estatura completa de Cristo”. Efésios 4:13. 
Não devemos ser irrefletidos ou descuidados na palavra, ferindo um ao outro com palavras sem amor. ... Todo instrumento humano ligado à causa do Senhor deve apreciar a obra na qual está desempenhando uma parte. A obra nas instituições de Deus deve ser efetuada sem atrito, sem expressões precipitadas, sem palavras ditatoriais. 
Os obreiros devem ser puros, limpos e santos no pensamento, na palavra e na ação. Devem ser testemunhas de Cristo, testificando que são nascidos de novo. Não deve haver fala incisiva, repreensões irritadas, pois anjos de Deus andam para cá e para lá, em cada recinto. Cristo gosta de louvar todo obreiro fiel, e Ele o fará. Todo ato de bondade é registrado no livro. Acontece serem cometidos pequenos erros, mas palavras de censura despertam sentimentos de vingança, e Deus é desonrado. ... Qualquer palavra proferida impensada ou imprudentemente deve ser retratada imediatamente. ... Devemos lembrar-nos de que, como cristãos que professam trabalhar unidamente, não devemos proceder como pecadores, cujas pecaminosas palavras e atos, a menos que se arrependam, os hão de condenar. ... “Sê vigilante e confirma o restante que estava para morrer.” Apocalipse 3:2. 
Essa é nossa obra. Há muitos prestes a morrer espiritualmente, e o Senhor nos convida a fortalecê-los. O povo de Deus deve ser firme no cumprimento do dever. Devem ser unidos pelos laços do convívio cristão, e fortalecidos na fé mediante o falar muitas vezes uns aos outros acerca das preciosas verdades que lhes são confiadas. Não devem nunca contender e condenar. Cumpre  estarem unidos no que respeita à importância da obediência à lei de Deus. Nesta vida não existe nada de maior importância que o preparo do caráter, a fim de que possamos afinal entrar com alegria na habitação dos santos, no Céu. Por que não prevalecer-nos do privilégio de ser santos aqui na Terra? — Carta 179, 1902

Ellen White
Nos Lugares Celestiais Pag. 376

Postagens de Destaque