terça-feira, 2 de junho de 2015

O cerco começa a se fechar para os "sabatistas"

Gilson Medeiros

O cerco começa a se fechar para os "sabatistas"

Eu costumo dizer que cada vez mais ficará difícil para um Adventista do Sétimo Dia defender e/ou viver sua fé com plena liberdade, como "ainda" acontece hoje na maioria dos países, inclusive no Brasil.

Seja no trabalho, na escola, na família, etc., devemos deixar de esperar que as leis protejam nosso credo, pois elas serão paulatinamente modificadas (ou interpretadas) para prejudicarem aqueles que desejam viver em conformidade com a Lei do Senhor.

No Brasil, por exemplo, apenas algumas minorias hoje são defendidas e cercadas com todo zelo e cuidado: o movimento LGBT é uma delas.

Esta semana, alguns Adventistas ficaram espantados com uma recente decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (que abrange São Paulo), que indeferiu o pedido de uma aluna Adventista em poder assistir aulas ou fazer atividades de sua faculdade em horário diferente daquele determinado pelas horas do sábado. Em sua decisão, o egrégio Tribunal entendeu que seria um PRIVILÉGIO (?!) da aluna ter este pedido atendido, e isso causaria "desigualdade" diante dos demais alunos, ferindo princípios contitucionais.

Veja um trecho da decisão:
"A universidade que faz cumprir seus regulamentos — aos quais o discente voluntariamente aderiu ao se inscrever na instituição de ensino — não está violando qualquer direito líquido e certo do aluno que posteriormente não os deseja cumprir, à conta de prática religiosa. Aderir a qualquer confissão religiosa, ou permanecer sem crença alguma, é direito fundamental de qualquer brasileiro. Mas a opção adotada não outorga mais direitos ou privilégios do que possuem os demais cidadãos"
(Fonte: CONJUR)

Fica claro que o Judiciário estará menos "benevolente" de agora em diante para garantir o direito dos Adventistas em serem dispensados das atividades escolares/acadêmicas aos sábados, mesmo que a própria Constituição citada pelo TRF dá a garatia de "prestação alternativa", quando a situação ferir algum princípio religioso (CF, Art. 5º, VIII).

Mas.. quando que o povo de Deus conseguiu exercitar sua fé de forma livre?!

Aqueles que desejam entrar pelos portais de pérola da Cidade Santa precisam, hoje, tomar a decisão de serem fieis, custe o que custar (lembra dos amigos de Daniel?). Mesmo que pareça que o Senhor abandonou Seus filhos e permita que eles entrem "no fogo", os fieis NUNCA DESISTEM DA FÉ.

"Cada ponto da verdade sustido por nosso povo terá que suportar a inquirição dos maiores intelectuais; os mais elevados dos grandes do mundo serão postos em contato com a verdade, e consequentemente todas as nossas interpretações devem ser examinadas rigorosamente e aferidas pelas Escrituras. Agora nos parece estarmos ignorados; mas nem sempre será assim. Processam-se movimentos no sentido de pôr-nos em evidência, e se nossas teorias da verdade puderem ser reduzidas a cacos pelos historiadores ou pelos maiores homens do mundo, isso será feito" - Evangelismo, 69.

Profecia cumprindo-se no Brasil! Duvida?!

Se puder estudar em uma instituição Adventista, faça-o!
Se puder abrir seu próprio negócio e viver "sem patrão", faça-o!
Se for para escolher um companheiro ou companheira para o resto da vida, que seja alguém que vive a mesma fé que você!

Mas, se não puder, decida-se pelo lado da Verdade, mesmo que isso te custe um sonho.

Maratana!!!
http://prgilsonmedeiros.blogspot.com.br/

Postagens de Destaque