terça-feira, 11 de agosto de 2015

Em guarda contra Satanás,


<%= display_title =>

Em guarda contra Satanás, 30 de Julho

Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza. 1 Timóteo 4:12. 

Os que se decidem a estar do lado do Senhor, e isso tenham resolvido com entendimento, começaram uma boa obra. Entretanto, a obra apenas começou. Apenas se alistaram no exército. Os conflitos e batalhas estão a sua frente. — Manuscrito 9, 1863. 
Foi-me mostrado, com respeito às tentações dos jovens, que Satanás está sempre ao seu encalço, procurando levar a desviarem-se seus pés inexperientes, e os jovens parecem ignorar os seus ardis. Não se põem em guarda, como deveriam, contra as ciladas do diabo. Esse inimigo está sempre vigilante, sempre a espera, e quando os jovens deixam de vigiar seu próprio coração, deixando de prevenir-se, então Satanás os controla e emprega suas artes contra eles. A oração secreta é a força do cristão. Ele não pode viver e prosperar no Senhor sem constante vigilância e fervorosa oração. ... Jesus deve ser o objeto de nossas afeições, mas Satanás procurará [223] arrebatar as afeições das coisas celestiais e colocá-las sobre objetos que não merecem nossas afeições e amor. ... As melhores afeições de grande proporção dos homens do mundo, são dedicadas a objetos de nenhum valor. A mente dos jovens, deixada sem restrições, é dirigida num conduto que satisfaça sua própria natureza corrompida. Afrouxam sua vigilância e precaução e concedem mutuamente suas afeições, têm amigos especiais, especiais confidentes, e quando esses amigos se lhes reúnem, Jesus nem ao menos é mencionado entre eles. Sua conversa não é acerca da vida cristã, acerca de Cristo, acerca do Céu, mas versa assuntos frívolos. ... Desconhecem as artimanhas do diabo, e à idade de doze, catorze, quinze e dezesseis anos se julgam adultos, já capazes de escolher seu próprio modo de proceder, e de conduzir-se com propriedade e precaução. — Manuscrito 10, 1863. 450 Em guarda contra Satanás, 30 de Julho 451 Jesus ama os jovens. Ele morreu para salvá-los. ... Oh, se tão somente soubessem quanto Deus os ama! Ele quer torná-los bons e puros, nobres, bondosos e corteses, para que sempre vivam com os puros e santos anjos, através da eternidade. — Manuscrito 78, 1886

Ellen White
Nos Lugares Celestiais Pag. 450

Postagens de Destaque