domingo, 25 de outubro de 2015

4 mentiras aceitas como verdades que enganam muita gente

4 mentiras aceitas como verdades que enganam muita gente

   

No mundo para quase toda história existem duas versões, a oficial que geralmente é a falsa e a oculta que é a verdade de fato.
Tomemos como exemplo quando Nero incendiou Roma e colocou a culpa nos cristãos, essa era a notícia oficial da época, porém hoje nós sabemos que aquilo foi manipulado com perversas intensões e manobras políticas.

Da mesma forma quando Jesus Ressuscitou, os fariseus subornaram os guardas para que mentissem dizendo que os discípulos roubaram o corpo enquanto eles dormiam, isso era muito absurdo, mas mesmo assim foi a versão oficial disseminada por todo o império, e se não fosse a Bíblia nós talvez não soubéssemos a verdade.

E hoje será que é diferente?

O quanto você ficaria espantado se eu lhe disser que vivemos HOJE o mesmo estado de coisas, acreditando em mentiras que são disseminadas como sendo verdades? 
Cada um dos itens dessa lista que mencionarei a seguir poderão parecer estranhos e até chocantes para você, mas acredite, são as mais descaradas mentiras já contadas e que de tão impregnadas no paradigma secular enganam a grande maioria das pessoas.

1| A ALMA É IMORTAL

Quando Deus falou com Adão e Eva no Jardim do éden deixou claro que se eles comessem da árvore do conhecimento do bem e do mal ‘certamente morreriam’ agora note como o diabo através da serpente mentiu descaradamente para Eva afirmando exatamente o oposto: ‘certamente não morrereis” (Genesis 3:4), e o pior é que ela acreditou nisso, no entanto morreu como Deus havia falado.
Apesar de tudo, ainda hoje milhares de anos após a queda, a grande maioria das pessoas continuam acreditando na mentira do diabo!
Você não consegue perceber que com aquela pequena expressão o inimigo estava dando início ao grande engano de que o homem é imortal?

A imortalidade é uma prerrogativa divina (I Timóteo 6:16), e Deus só é eterno por que não tem princípio de existência e nunca terá fim, como o homem pode ser eterno se ele teve um começo?
O ser humano sempre terá existência condicional, um anjo fechou o acesso ao jardim para que nenhum ser humano comesse da árvore da vida, tendo em vista que ela era o único meio para se conseguir a imortalidade. (Leia Gênesis 3:22-24)
Em Ezequiel 18:4 é dito que “...alma que pecar, essa morrerá”. Por que a alma não é um entidade independente que se desprende do corpo, isso é criação do paganismo.
A palavra de Deus deixa claro em Gênesis 2:7 que quando o homem foi criado ele passou a SER e não a ter uma alma.

Diante disso ninguém ao morrer vai direto para o céu, ou fica com a alma vagando ou cumpre castigo no purgatório e também não vai para o inferno.
O único lugar para onde os mortos realmente vão é a sepultura, isso pode parecer simplório demais mas é exatamente o que a bíblia afirma, veja por exemplo Eclesiastes 9:5-10.

2| A LEI FOI ABOLIDA

Chega a ser revoltante ver pessoas que professam fé na bíblia defenderem a anulação da lei de Deus, esse tem sido um dos principais fatores pelos quais o caos impera na sociedade.
Qualquer tipo de organização por mais básica que seja necessita de regras que a fundamentem. Por isso, imaginar que o Criador do universo tenha revogado a sua lei é um pensamento abominável e contrário a toda lógica das escrituras.
Os escritos de Paulo são o grande ponto em que se apoiam as pessoas que defendem essa ideia, no entanto tem havido uma grave deturpação como foi prevista pelo apóstolo Pedro em sua segunda carta, onde ele comenta o conteúdo das epístolas de Paulo e diz que nelas “...há certas coisas difíceis de entender, que os ignorantes e instáveis deturpam, como também deturpam as demais Escrituras, para a própria destruição deles. (2 Pedro 3:16)

O próprio Paulo defendeu a imutabilidade dos mandamentos de Deus “Anulamos, pois, a lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a lei”. (Romanos 3:31)
E o próprio Jesus afirmou: “Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir”.
Ele cumpriu a lei para nos dá o exemplo e não para desobrigar-nos da obediência a ela, por que se a lei pudesse ser revogada não haveria necessidade dEle ter vindo morrer na cruz, bastava anula-la lá do céu mesmo e evitaria todo o seu sofrimento.
Mas como a lei é santa tanto quanto o próprio Deus foi requerido que houvesse o seu sacrifício que consistiu na maior dádiva já concedida aos mortais.
               

3| O INFERNO QUEIMARÁ ETERNAMENTE


O pensamento de um inferno a queimar pessoas eternamente nasceu na mente de satanás, Deus nunca imaginou castigar seus filhos dessa forma, essa é uma ideia pagã, pesquise sobre isso e verá que Platão e outros filósofos antigos é que defendiam tal tese.
A palavra inferno vem do latim ‘inferi’ e quer dizer 'lugar inferior', e foi usada na bíblia para traduzir o termo hebraico Sheol no antigo testamento e Geena, Hades e Tártaros no novo testamento. Isso quer dizer que toda vez que você ver um verso bíblico com a expressão ‘inferno’ ela pode ser um desses 4 radicais originais, na verdade 3 por que Tártaros só tem 1 ocorrência.

Vejamos o significado de cada uma delas:

(a) Sheol quer dizer somente túmulo, sepulcro, sepultura, cova. As 9 vezes em que “inferno” aparece no AT é traduzindo Sheol.

(b) Hades é o equivalente grego para a palavra sheol do hebraico e tem o mesmo significado dela.


(c) Geena é um referência direta ao vale de hinon, local próximo a Jerusalém onde a princípio foram feitos sacrifícios humanos, inclusive Manassés um dos reis da dinastia de Davi em Judá queimou seu filho ali no altar de tofete ao deus moloque. Contudo esse lugar se tornou um grande lixão onde eram despejados detritos, cadáveres e outros dejetos de forma que havia um fogo que sempre ardia em resultado do infindável acúmulo de materiais comburentes.
Jesus usou a imagem daquele lugar para indicar como seria no julgamento final.

(d) Tártaros aparece apenas em 2Pedro 2:4 “Ora, se Deus não poupou anjos quando pecaram, antes, precipitando-os no inferno (tártaros), os entregou a abismos de trevas, reservando-os para juízo.” Isso parece fazer referência a punição que Deus determinou para anjos que decaíram assim como lúcifer no princípio.

O termo inferno na bíblia está associado a esses significados e não ao ensinamento disseminado pelo mitraísmo nas religiões populistas. 
A punição dos ímpios será proporcional a maldade produzida, seria injusto e até mesmo absurdo condenar alguém a queimar eternamente por pecados cometidos durante um limitado período de existência. 
Essa aberração teológica têm transformado muitas pessoas sinceras em ateus revoltados.

>> Veja Aqui o que Significa 'Pelos Séculos dos Séculos'

4| TODO MILAGRE É DE DEUS

Esse é um dos maiores perigos a que estão expostos os desavisados.
A grande maioria das pessoas que procuram igrejas estão com interesse em algum resultado imediato que envolvem essas 3 áreas:
Dinheiro
Saúde
Relacionamento
Muitas denominações têm surgido como resposta a essas necessidades das pessoas, e as igrejas se utilizam de estratégias de marketing, administração e psicologia para conseguiram ganhar esse ‘mercado’ oferecendo uma barganha bastante vantajosa para si.

2 Pedro 2:3 afirma que muitos “movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme”.

Jesus também advertiu em Mateus 7:21-23 que “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade”.
O maior fazedor da milagres de nossos dias têm sido o inimigo de Deus “E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras”. 2Co 11:15,15 
Essas passagens deixam claro que milagres não são prova para que uma determinada igreja seja considerada verdadeira “porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos. Vede que vo-lo tenho predito. Mateus 24:23-25 

CONCLUSÃO 

Grande parte das tradições religiosas atuais consistem em crenças enraizadas no paganismo e que por força de imposição se tornaram paradigma popular, contudo Jesus é enfático ao dizer: “A adoração deste povo é inútil, pois eles ensinam leis humanas como se fossem mandamentos de Deus. Abandonam o mandamento de Deus e obedecem a ensinamentos humanos, e arranjam sempre um jeito de pôr de lado o mandamento de Deus, para seguir os seus próprios ensinamentos. (Mateus 7:7-9)

O autor respeita os princípios da liberdade de consciência, esse artigo não tem a intenção de agravar ou descriminar a crença de nenhuma pessoa ou instituição religiosa. A pesquisa realizada objetiva levar o leitor a refletir com sinceridade e fazer sua própria investigação.
Toda a retórica utilizada no conteúdo desse blog baseia-se na premissa de que a Bíblia é a única autoridade válida para responder satisfatoriamente e fundamentar com argumentos sólidos o que de fato foi estabelecido por Deus.


LEIA TAMBÉM

Postagens de Destaque