domingo, 18 de outubro de 2015

A igreja como centro de preparo


Resultado de imagem para Imagens de A igreja adventista

— A igreja como centro de preparo

A necessidade do momento — O que agora se necessita para a edificação de nossas igrejas é do aprazível trabalho de obreiros sábios para discernir e desenvolver talentos na igreja — talentos que possam ser preparados para o uso do Mestre. Devia existir um plano bem organizado para o emprego de obreiros que fossem a todas as nossas igrejas, grandes ou pequenas, para instruir os membros como trabalhar para a edificação da igreja, e também a favor dos incrédulos. Instrução e educação é que são necessárias. Os que estão empenhados em visitar as igrejas, devem ensinar aos irmãos e às irmãs os métodos práticos de fazer trabalho missionário. — Testimonies for the Church 9:117. 
Deus espera que Sua igreja discipline e prepare seus membros para a obra de iluminar o mundo. 
Deve prover-se instrução que leve centenas de pessoas a entregarem aos banqueiros os seus valiosos talentos. Pelo uso desses talentos, revelar-se-ão homens que estarão capacitados para ocupar posições de confiança e influência, e manter princípios puros e incontaminados. Far-se-á assim muito bem para o Mestre. — Testemunhos Seletos 3:65. 
Cada obreiro deve ser conscienciosamente eficiente. Então, em sentido elevado e amplo, pode ele apresentar a verdade tal qual é em Jesus. — Testemunhos Seletos 3:110. 
Não deve haver demora neste bem planejado esforço por educar os membros da igreja. — Testimonies for the Church 9:119. 
O maior auxílio que se pode prestar a nosso povo, é ensiná- lo a trabalhar para Deus e a nEle confiar, e não nos pastores. — Testemunhos Seletos 3:82. É evidente que todos os sermões pregados não produziram grande colheita de obreiros abnegados. Deve considerar-se que este assunto envolve os mais graves resultados. 
Está em jogo o nosso destino eterno. As igrejas estão definhando porque os seus talentos não foram empregados para difundir a luz. Devem ser dadas instruções cuidadosas que serão como lições do Mestre, para que todos utilizem a sua luz. — Testemunhos Seletos 3:64, 65. 
Tem havido demasiado sermonear para o povo; mas têm eles sido ensinados a trabalhar por aqueles por quem Cristo morreu? Tem-se delineado um ramo de trabalho, colocando-o ante eles de tal modo que cada qual viu a necessidade de tomar parte na obra? — Testemunhos Seletos 3:64. 
É pela educação e pela prática que as pessoas devem ser habilitadas a satisfazer a qualquer emergência que possa surgir; e é necessário sábio planejar para colocar a cada qual em sua devida [45] esfera, a fim de que possa obter uma experiência que o habilite para assumir responsabilidade. — Testimonies for the Church 9:221. 

O programa missionário da igreja — Muitos teriam boa vontade de trabalhar, se lhes ensinassem a começar. Necessitam ser instruídos e animados. Toda igreja deve ser uma escola missionária para obreiros cristãos. Seus membros devem ser instruídos a dar estudos bíblicos, em dirigir e ensinar classes da Escola Sabatina, na melhor maneira de auxiliar os pobres e cuidar dos doentes, de trabalhar pelos inconversos. 
Deve haver cursos de saúde, de arte culinária, e classes em vários ramos de serviço no auxílio cristão. 
Não somente deve haver ensino, mas trabalho real, sob a direção de instrutores experientes. 
Que os mestres vão à frente no trabalho entre o povo, e outros, unindo-se a eles, aprenderão em seu exemplo. Um exemplo vale mais que muitos preceitos. — A Ciência do Bom Viver, 149. 

Preparo especial — Para educar o povo nos princípios da reforma de saúde, é mister que se façam maiores esforços. Importa fundar escolas culinárias e instruir o povo, de casa em casa, na arte de preparar alimentos saudáveis. Todos, adultos e jovens, devem aprender a cozinhar com maior simplicidade. Onde quer que a verdade seja apresentada, o povo deverá aprender a preparar alimentos de modo simples e apetitoso. Cumpre mostrar-lhe como é possível seguir regime alimentar completo sem lançar mão dos alimentos animais. — Testemunhos Seletos 3:361. 
Mas, em todo lugar onde há uma igreja, devem ser dadas instruções quanto ao preparo de alimentos simples, saudáveis, para uso dos que desejam viver segundo os princípios de saúde. E os membros da igreja devem comunicar ao povo da vizinhança a luz que recebem acerca desse assunto. — Obreiros Evangélicos, 362. 

Adaptar a instrução — Quantos obreiros úteis e honrados na causa de Deus têm recebido preparo entre os humildes deveres das mais modestas posições da vida! Moisés foi candidato ao governo do Egito, mas Deus não o pôde tirar da corte do rei para fazer a obra que lhe era designada. Somente depois de ele haver sido por quarenta anos um fiel pastor, foi enviado como libertador de seu povo. Gideão foi tirado da eira, para ser o instrumento nas mãos de Deus, para livrar os exércitos de Israel. Eliseu foi convidado a deixar o arado, e atender ao mandado do Senhor. Amós era agricultor, lavrador do solo, quando Deus lhe deu uma mensagem a proclamar. 
Todos quantos se tornam coobreiros de Cristo, terão a executar grande quantidade de trabalho penoso, desagradável, e suas lições devem ser sabiamente escolhidas, e adaptadas a suas peculiaridades de caráter, e à obra que eles têm de realizar. — Obreiros Evangélicos, 332, 333. 

Responsabilidade pela instrução — Quando homens promissores e hábeis se convertiam, como no caso de Timóteo, Paulo e Barnabé, procuravam zelosamente mostrar-lhes a necessidade de trabalhar na vinha. E, quando os apóstolos partiam para outro lugar, a fé daqueles homens não vacilava, antes aumentava. Haviam sido fielmente instruídos no caminho do Senhor, e se lhes ensinara como trabalhar abnegadamente, fervorosamente, perseverantemente pela salvação de seus semelhantes. Esta cuidadosa instrução aos novos conversos era um importante fator no êxito notável que acompanhava Paulo e Barnabé, pregando eles o evangelho nas terras gentílicas. — Atos dos Apóstolos, 186, 187. 
Ao estabelecerem-se igrejas, deve-se-lhes apresentar o fato de que é mesmo dentre elas que hão de sair os homens que devem levar a verdade a outros, e levantar novas igrejas; pelo que todos devem trabalhar, cultivar o máximo possível os talentos que Deus lhes deu, e exercitar a mente para se empenhar no serviço de seu Senhor. — Testimonies for the Church 3:205. 


Os movimentos missionários estão sendo continuamente embaraçados por falta de obreiros com a devida espécie de espírito — obreiros devotados e piedosos, que representem devidamente a nossa fé. Muitos há que devem tornar-se missionários, mas que não A igreja como centro de preparo entram nunca no campo, porque os que estão ao seu lado na igreja ou em nossos colégios não se preocupam em trabalhar com eles, expondo diante de seus olhos as exigências de Deus quanto a todas as suas faculdades, e não oram com eles e por eles. — Conselhos aos Professores, Pais e Estudantes, 452. 
Aqueles a cujo cargo se encontram os interesses espirituais da igreja devem formular planos e meios pelos quais se dê a todos os seus membros alguma oportunidade de fazer uma parte na obra de Deus. Nem sempre foi isto feito em tempos passados. 
Não foram bem definidos nem executados os planos para empregar os talentos de cada um em serviço ativo. Poucos há que avaliem devidamente quanto se tem perdido por causa disto. — Obreiros Evangélicos, 351. 
Em toda igreja, devem os membros ser adestrados de maneira tal que dediquem tempo para ganhar almas para Cristo. Como poderá ser dito da igreja: “Vós sois a luz do mundo” (Mateus 5:14), a menos que seus membros estejam realmente comunicando luz? Despertem e compreendam seu dever os que estão encarregados do rebanho de Cristo, e ponham muitas almas a trabalhar. — Testemunhos Seletos 3:69. 

Oficiais habilitados para instruir — Grande cuidado se deve exercer na escolha de oficiais para as igrejas novas. Que estes sejam homens e mulheres inteiramente convertidos. Escolham-se os mais habilitados para instruir, aqueles que sejam capazes de servir tanto pela palavra como pelos atos. Existe uma profunda necessidade de trabalho em todos os ramos. — Testimonies for the Church 6:85. 
Os anciãos e os que têm cargos de responsabilidade na igreja, devem conceder mais reflexão aos seus planos para dirigir a obra. Devem arranjar as coisas de maneira que todos os membros da igreja tenham uma parte a desempenhar, para que ninguém leve uma vida sem objetivo, mas que todos realizem o que lhes for possível, de acordo com suas várias aptidões. [...] É essencial que os membros da igreja sejam educados de tal forma que se venham a tornar abnegados, dedicados e eficientes obreiros de Deus; e é só assim que a igreja pode evitar tornar-se infrutífera e morta. [...] Todo membro da igreja se deve tornar um obreiro ativo — uma pedra viva, espargindo luz no templo de Deus. — The Review and Herald, 2 de Setembro de 1890. 

Os membros da igreja devem se educar — Os membros da igreja precisam trabalhar; devem educar a si mesmos, esforçando-se por atingir a elevada norma que lhes é proposta. Para isso o Senhor os auxiliará, se eles cooperarem com Ele. — Testimonies for the Church 9:140.
Não devemos perder oportunidade alguma de preparar-nos intelectualmente para a obra de Deus. — Parábolas de Jesus, 334.

 A norma divina — O Senhor deseja que obtenhamos toda instrução possível, com o objetivo em vista de partilhar com outros nosso conhecimento. Ninguém pode saber onde nem como será chamado para labutar ou falar para Deus. Somente nosso Pai celeste vê o que pode fazer do homem. 
Há perante nós possibilidades que nossa fraca fé não discerne. Nossa mente deve estar tão adestrada que, se necessário, possamos expor as verdades da Palavra de Deus perante as mais altas autoridades terrenas, de maneira tal que glorifique Seu nome. — Parábolas de Jesus, 333, 334. 
Quem tem estado a preparar-se para sair a trabalhar em Sua vinha? Deus não Se agrada com novatos. Ele deseja que façamos o melhor e mais elevado uso possível, dos talentos que nos concedeu. — The Review and Herald, 2 de Abril de 1889. 

Ilustração — Eu sonhara que alguém me trouxe uma peça de um tecido branco e me incumbiu de cortar dele vestes para pessoas de todos os tamanhos, de todas as condições de vida e de todas as modalidades de caráter. Foi-me ordenado que as cortasse e as deixasse preparadas para serem feitas, quando reclamadas. Tive a impressão de que muitos daqueles para os quais fora incumbida de cortar vestes, não as mereciam. Indaguei então se esta era a última peça de tecido que tinha a cortar, ao que me foi respondido que não; que tão depressa houvesse acabado essa, havia ainda outras para cortar. Senti-me desanimar ante o acúmulo de trabalho que vi diante de mim; verifiquei que estivera empenhada em talhar vestes para outros durante mais de vinte anos e que o meu trabalho não fora apreciado; também não podia ver que houvesse sido de grande benefício. Falei então à pessoa que me trouxera os tecidos, aludindo particularmente a uma mulher, para a qual tinha sido incumbida de cortar um vestido. Observei-lhe que não saberia apreciar o vestido e que presenteá- la com o mesmo seria perder tempo e tecido. Era muito pobre, A igreja como centro de preparo de pouca cultura, desordenada nos hábitos, de sorte que havia de sujá-lo muito breve. A pessoa respondeu-me: Corta o vestido. É esse o teu dever. O prejuízo não é teu senão meu. 
Deus não vê conforme os homens vêem. Ele distribui o trabalho que deseja ver feito, e não sabes qual deles prosperará, se este ou aquele. Ver-se-á que muitas dessas pobres almas entrarão no reino, enquanto outros, favorecidos com todas as bênçãos da vida, tendo todas as vantagens para o aperfeiçoamento, serão deixados fora. — Testimonies for the Church 2:10,11. 
Durante horas, os soldados são exercitados em se desembaraçar de suas mochilas, e colocá-las de novo rapidamente em si. É-lhes ensinado a ensarilhar armas e tomá-las com rapidez. São exercitados em fazer um ataque contra o inimigo, e treinados em todas as espécies de manobras. Assim continuam os exercícios preparatórios de homens para todas as emergências. 
E deveriam aqueles que lutam pelo Príncipe Emanuel ser menos zelosos e diligentes em se preparar para o combate espiritual? — Obreiros Evangélicos, 75. 

Postagens de Destaque