segunda-feira, 26 de outubro de 2015

A igreja de Deus na terra,


Resultado de imagem para imagens da igreja adventista


A igreja de Deus na terra, 1 de Outubro


Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecerdes sacrifícios espirituais, agradáveis a Deus, por Jesus Cristo. 1 Pedro 2:5. 

A igreja na Terra é o templo de Deus, e deve assumir perante o mundo proporções divinas. Este edifício deve ser a luz do mundo. Deve compor-se de pedras vivas, estreitamente justapostas, pedra adaptando-se a pedra, perfazendo um edifício sólido. Nem todas essas pedras são de feitio ou dimensões iguais. Algumas são grandes, outras pequenas, mas cada qual tem o seu lugar a preencher. Em todo o edifício não deve haver uma só pedra mal formada. Cada qual é perfeita. E cada pedra é uma pedra viva, pedra que emite luz. O valor das pedras é determinado pela luz que refletem ao mundo. 
Agora é o tempo de serem as pedras tiradas da pedreira do mundo e levadas para a oficina de Deus, para serem talhadas, ajustadas e polidas, a fim de que possam brilhar. Este é o plano de Deus, e Ele deseja que todos os que professam crer na verdade, preencham seu respectivo lugar na grande, grandiosa obra para este tempo. — The Review and Herald, 4 de Dezembro de 1900. 
O anjo Arquiteto trouxe do Céu a sua vara de ouro para medir, a fim de que cada pedra seja lavrada e ajustada pela medida divina, e polida para brilhar como um emblema do Céu irradiando em todas as direções os refulgentes e luminosos raios do Sol da Justiça. — Testemunhos para Ministros e Obreiros Evangélicos, 17. 
Neste mundo devemos brilhar em boas obras. O Senhor requer que Seu povo... reflita a luz do caráter de Deus, do amor divino, como Cristo a refletiu. Olhando para Jesus, nossa vida toda rebrilhará com aquela luz maravilhosa. Cada partícula de nós deve ser luz; então, para qualquer lado que nos volvamos, de nós se refletirá luz aos outros. Cristo é o caminho, a verdade e a vida. Nele não há trevas, absolutamente; portanto, se estivermos em Cristo, não haverá trevas em nós. — Carta 43, 1899. 
A igreja na Terra deve tornar-se o átrio de santo amor. A comunhão cristã é um dos meios pelos quais se forma o caráter. Assim a vida é depurada do egoísmo, e homens e mulheres serão atraídos para Cristo, o grande centro. Assim é atendida a Sua oração, para que Seus seguidores sejam um, como Ele e o Pai são um. — The Review and Herald, 14 de Janeiro de 1904.

Ellen White
Nos Lugares Celestiais Pag. 582

Postagens de Destaque