quarta-feira, 21 de outubro de 2015

As Barreiras Para O Discipulado

As Barreiras Para O Discipulado
Texto: Lucas 9:57-62 
Introdução: Jesus nunca quis aceitar discípulos sob falsos pretextos, então ele sempre os deixou saber qual era o preço do discipulado. Jesus era atraente e cativante. Ele não queria que a multidão lhe seguisse sem uma apreciação do que eles teriam que desistir. Jesus queria separar os discípulos casuais dos discípulos consagrados e comprometidos. 

Nós cantamos: "Vale a pena servir a Jesus". Isso é verdade, mas também tem um preço servir a Jesus. 

Quais são as barreiras para o discipulado? 


I. Há A Barreira Do Conforto Pessoal.


A. O primeiro candidato a discípulo em nossa passagem não iria seguir, porque ele teria que desistir de alguns confortos. E você? 
B. O evangelho é simples, mas não é fácil. Ele chama as pessoas para ir para um campo de missão ou dar de seu tesouro. 
C. Existem muitas pessoas dispostas a marchar no exército, enquanto eles só marcham em desfiles. Muito poucos estão dispostos a marchar para a batalha. 
D. O evangelho pode muito bem fazê-lo confortável em algumas áreas. Mas, mais do que fazer de você uma pessoa feliz, o evangelho quer fazer de você uma pessoa realizada. 


II. Há A Barreira Das Prioridades Equivocadas.


A. O segundo candidato a discípulo sentiu o chamado dos laços familiares sobre o chamado para o discipulado. (Nota: Jesus não estava negando esse homem uma oportunidade de ir ao funeral de seu pai; Ele usou uma expressão que significava. "Espere até meu pai morrer") 
B. Alguns, como este homem, fazem da família o foco de suas vidas
C. Alguns fazem do trabalho o foco de suas vidas. 
D. Alguns fazem do lazer o foco de suas vidas. 
E. Alguns fazem de si mesmos o foco de suas vidas. 
F. Onde está Deus em tudo isso? 
G. Nem todas essas coisas são ruins em si mesmas, mas tornam-se mal quando elas nos impedem de ser discípulo de Jesus. 


III. Há A Barreira Da Procrastinação.


A. Muitas vezes tentamos adiar qualquer decisão. 
B. Nós muitas vezes adiamos as decisões, porque elas são limitantes. 
C. Nós muitas vezes adiamos as decisões, porque elas são arriscadas. 
D. Não decidir é decidir, e é uma maneira de dizer: "Não" 
E. Muitas pessoas não decidem contra Jesus como não conseguem decidir por ele. 

Conclusão: Sim, há benefícios para viver a vida cristã. Esses benefícios são significativos. Esses benefícios não vêm senão para aqueles que pagam o preço. Lembre-se, o ministério que não custa nada não leva a nada. 

Pr. Aldenir Araujo


Fonte - http://www.opregadorfiel.com.br/2015/10

Postagens de Destaque