quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Quando é provada a fé,


Resultado de imagem para Imagens de provações

Quando é provada a fé, 20 de Setembro


Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória na revelação de Jesus Cristo. 1 Pedro 1:7. 


Quando somos levados a circunstâncias adversas, quando são despertados nossos sentimentos naturais, e nos queremos desabafar, então é provada nossa fé; então é que devemos manifestar a mansidão e amabilidade de Cristo. Nem por uma única palavra devemos dar expressão aos sentimentos do coração natural. “Se alguém não tropeça em palavra, o tal varão é perfeito e poderoso para também refrear todo o corpo” (Tiago 3:2) — o homem completo. O que precisamos é estar sob o controle de Jesus. Não devemos querer seguir nosso próprio caminho. Tenho ouvido alguns alegar, como desculpa de seu mau procedimento: “A senhora sabe que este é meu temperamento, é minha disposição, que me foi transmitida por meus pais.” Sim; e eles cultivaram tal espírito, e nele se educaram, desculpando assim todo o seu procedimento errado. Em vez de ceder à tentação, devem eles apoiar-se no braço do Poder Infinito, dizendo: “Irei a Deus tal qual me encontro, e implorarei a Cristo que me dê a vitória. Serei mais que vencedor, por Aquele que me amou.” Para compreender quão grande é o amor de Jesus por vós, olhai ao Calvário. Podereis então saber algo da profundidade, da largura e da altura desse amor, e podereis ver algo da condescendência de Deus e do Senhor Jesus Cristo, ao descer o Salvador, passo a passo, ao vale da humilhação. Ele não baixou ao pecado, à corrupção, mas ficou neste átomo de um mundo para batalhar contra Satanás e seus anjos, e para aqui conquistar para nós uma herança eterna, herança incorruptível e imaculada. Quando Ele subiu ao alto, levou cativo o cativeiro e deu dons aos homens, deixou em nossas mãos a batalha, mas não devemos batalhar com nossas forças; certo fracassaríamos se o tentássemos. Cristo está na presença do Pai, para pôr à nossa disposição os seres invisíveis, os anjos de Deus. O que precisamos é a simplicidade da fé, a mansidão e humildade de Cristo. Então confiaremos inteiramente no Senhor do Céu, e Ele estará à nossa direita para nos ajudar. — The Review and Herald, 8 de Março de 1892.

Ellen White
Nos Lugares Celestiais Pag. 558

Postagens de Destaque