terça-feira, 24 de novembro de 2015

Serviço Cristão --- Capítulo 8 — Organização das forças cristãs


Resultado de imagem para Imagens de líderes cristãos organizados

Capítulo 8 — Organização das forças cristãs

A organização é essencial — 
O tempo é breve, e nossas forças têm que ser organizadas para produzirem uma obra maior. — Testemunhos Seletos 3:295. 
A formação de pequenos grupos como base de esforço cristão, foi-me apresentada por Aquele que não pode errar. — Testemunhos Seletos 3:84. 
Haja em toda igreja grupos bem organizados de obreiros para trabalharem nas vizinhanças dessa igreja. — The Review and Herald, 29 de Setembro de 1891. 
Em toda cidade deve haver um corpo de obreiros organizados, bem disciplinados; não meramente um ou dois, mas dezenas e dezenas devem ser postos a trabalhar. — The General Conference Bulletin, 37 (1893). 
Formemos em nossas igrejas grupos para o serviço. Unam-se vá- rios membros para trabalhar como pescadores de homens. Procurem arrebatar almas, da corrupção do mundo, para a salvadora pureza do amor de Cristo. — Testemunhos Seletos 3:84. 
A igreja de Cristo na Terra foi organizada para fins missionários, e o Senhor deseja ver a igreja inteira idealizando meios pelos quais elevados e humildes, ricos e pobres, possam ouvir a mensagem da verdade. — Testimonies for the Church 7:21
Se há na igreja grande número de membros, convém que se organizem em pequenos grupos a fim de trabalhar, não somente pelos membros da própria igreja, mas também pelos incrédulos. Se num lugar houver apenas dois ou três que conheçam a verdade, organizem-se num grupo de obreiros. — Testemunhos Seletos 3:84. 
Se num campo de batalha são necessárias ordem e disciplina para o êxito da ação, quanto mais necessitamos nós desses requisitos no conflito em que nos achamos empenhados, uma vez que o objetivo a alcançar é tão mais valioso e de caráter tão mais elevado do que aquele pelo qual se luta nos campos de batalha! Na luta em que nos empenhamos acham-se em jogo interesses eternos. — Testimonies for the Church 1:649. 
Deus é um Deus de ordem. Tudo que se acha em conexão com o Céu, está em perfeita ordem; a sujeição e a perfeita disciplina assinalam os movimentos da hoste angélica. O êxito apenas pode acompanhar a ordem e a ação harmoniosa. Deus requer ordem e método em Sua obra hoje, não menos do que nos dias de Israel. Todos os que estão a trabalhar para Ele devem fazê-lo inteligentemente, não de maneira descuidada, casual. Ele quer que Sua obra seja feita com fé e exatidão, para que sobre ela ponha o sinal de Sua aprovação. — Patriarcas e Profetas, 376. 
Deve fazer-se na igreja uma obra bem organizada, para que seus membros saibam como comunicar a luz a outros e assim fortalecer a própria fé e aumentar o seu conhecimento. Ao repartirem o que de Deus receberam, firmar-se-ão na fé. A igreja que trabalha é igreja viva. Somos transformados em pedras vivas, e cada uma delas deve emitir luz. Cada cristão é comparado a uma pedra preciosa que recebe a glória de Deus e a reflete. — Testemunhos Seletos 3:68. 

Lições de organização — 
É desígnio de Deus que aprendamos lições de ordem e organização, da perfeita ordem instituída nos dias de Moisés, para benefício dos filhos de Israel. — Testimonies for the Church 1:653. 

Primeiro passo na organização da igreja — Foi na ordenação dos doze que se deram os primeiros passos na organização da igreja, que depois da partida de Cristo devia levar avante Sua obra na Terra. — Atos dos Apóstolos, 18. 

Um modelo de organização — 
A organização da igreja em Jerusalém deveria servir como modelo para a organização de igrejas em todos os outros lugares em que mensageiros da verdade conquistassem conversos ao evangelho. [...] Mais tarde, na história da igreja primitiva, quando nas várias partes do mundo muitos grupos de crentes se constituíram em igrejas, a organização da mesma foi mais aperfeiçoada, de modo que a ordem e a ação harmoniosa se pudessem manter. Todo membro era exortado a bem desempenhar sua parte. Cada qual devia fazer sábio uso dos talentos a ele confiados. — Atos dos Apóstolos, 91, 92. 

Cada um em seu lugar — 
A cada um que se ajunta às fileiras mediante conversão, deve ser designado seu posto de dever. Cada  qual deve estar disposto a ser ou fazer qualquer coisa nessa batalha. — Testimonies for the Church 7:30. 
Não são numerosas instituições, grandes edifícios ou larga ostentação o que Deus requer, mas a ação harmoniosa de um povo peculiar, um povo escolhido por Deus, e precioso. Cada um deve ficar em seu quinhão e lugar, pensando, falando e agindo em harmonia com o Espírito de Deus. Então, e não antes, será a obra um todo completo, simétrico. — Testemunhos Seletos 2:531
A força de um exército é medida em grande parte pela eficiência dos homens das fileiras. O general sábio manda seus oficiais treinarem cada soldado para o serviço ativo. Ele procura desenvolver a mais alta eficiência da parte de todos. Se devesse depender unicamente de seus oficiais, não poderia nunca esperar conduzir uma campanha com êxito. Ele conta com o serviço leal e incansável de todo homem de seu exército. A responsabilidade recai em grande parte sobre os homens das fileiras. — Obreiros Evangélicos, 351. 
O Mestre pede obreiros evangélicos. Quem responderá? Nem todos os que entram para o exército chegam a ser generais, capitães, sargentos ou mesmo cabos. Nem todos têm o cuidado e a responsabilidade de dirigentes. Há duros trabalhos de outras espécies para serem feitos. Uns devem cavar trincheiras e construir fortificações; outros, ocupar o lugar de sentinelas, e outros, ainda, levar mensagens. Conquanto haja poucos oficiais, são necessários muitos soldados para formar as linhas e fileiras do exército; todavia o êxito depende da fidelidade de cada soldado. A covardia ou a traição de um só homem pode produzir a derrota do exército inteiro. — Obreiros Evangélicos, 84, 85


Resultado de imagem para Imagens de líderes cristãos organizados


O segredo do êxito — 
O segredo de nosso êxito na obra de Deus encontrar-se-á na operação harmoniosa de nosso povo. Tem de haver uma ação concentrada. Todo o membro do corpo de Cristo tem que fazer sua parte na causa de Deus segundo a capacidade que Ele lhe deu. Temos que conjugar esforços contra as dificuldades e obstáculos, ombro a ombro, e unidos pelo coração. — The Review and Herald, 2 de Dezembro de 1890. 
Se os cristãos agissem de comum acordo, avançando como um só homem, sob a direção de um único Poder, para a realização de um só objetivo, eles abalariam o mundo. — Testimonies for the Church 9:221. 
 Os anjos operam em harmonia. Todos os seus movimentos são caracterizados por uma ordem perfeita. Quanto mais estritamente imitarmos a harmonia e a ordem das hostes angélicas, tanto mais bem-sucedidos serão os esforços desses agentes celestes em nosso favor. Se não virmos a necessidade de uma ação coesa, e formos desordenados, indisciplinados, desorganizados em nosso procedimento, os anjos, que são perfeitamente organizados e agem em perfeita ordem, não podem trabalhar com êxito por nós. Afastam-se tristes, pois não são autorizados a abençoar a confusão, a discórdia, a desorganização. Todos aqueles que desejam a cooperação dos mensageiros celestes, têm de trabalhar em uníssono com eles. Aqueles que receberam a unção do alto, hão de fazer todo esforço possível para animar a ordem, a disciplina e a unidade de ação, e então os anjos de Deus poderão cooperar com eles. Jamais, porém, hão de esses celestes mensageiros sancionar a irregularidade, a desorganização e a desordem. — Testimonies for the Church 1:649, 650. 

Advertência oportuna — 
Há necessidade de trabalho sistemático; mas onde alguns de vós estais por muito tempo fazendo projetos, e planejando, e aprontando-vos para o trabalho, Satanás ocupa previamente o campo com fábulas fascinantes, e a atenção dos homens se absorve nos enganos do enganador-mestre. — The Review and Herald, 13 de Março de 1888. 
Oh, como Satanás se regozijaria se alcançasse êxito em seus esforços de penetrar no meio deste povo, e desorganizar a obra num tempo em que a organização completa é essencial, e constitui a maior força para evitar as tentativas desagregadoras e refutar pretensões não apoiadas pela Palavra de Deus! Precisamos manter as linhas uniformemente, para que não haja quebra do sistema de organização e ordem, que se ergueu por meio de sábio, cuidadoso labor. Não se deve dar licença a elementos desordeiros que desejem controlar a obra neste tempo. — Obreiros Evangélicos, 487.

Postagens de Destaque