sábado, 16 de janeiro de 2016

"Uma questão de escolha"

Pr Vinícius Marqueto

Resultado de imagem para imagens de escolhas espirituais

"Há caminho que parece direito ao homem, mas afinal são caminhos de morte." Provérbios 16:25.

A bondade, a misericórdia e o amor eram os três princípios que revelavam o caráter de Deus a todos os anjos celestiais. Em nenhum momento Deus impôs Sua autoridade, mas deixou livres os anjos para reconhecerem, ou não, seu caráter. Se aceitassem os princípios divinos deveriam viver segundo eles e testemunhar a todos sobre a verdade, a justiça e bondade. Caso não aceitassem a autoridade de Deus, os anjos não viveriam sob os fundamentos do Reino e assumiriam a consequência de sua escolha. Aceitando teriam o privilégio de serem súditos do rei do universo, não aceitando teriam de viver a própria sorte. 

Estes são os princípios que devem ser usados para toda administração, a liberdade de escolha. As normas de Deus fazem do Seu governo, um reino moral, sem imposição. E assim tudo deve ser feito voluntariamente e por amor a Deus. Agindo assim estão representando Deus e seu caráter. 

Satanás e os que se colocam a seu lado declaram que Deus é tirano e impositor, fazendo com as pessoas e os anjos o adorem por medo das consequências. Porém Deus é tão justo que permitiu que Satanás e suas hostes colocassem em prática suas teorias de que poderiam fazer um reino mais justo. Ele poderia simplesmente ter eliminado a oposição, assim como quem amassa uma folha de papel, mas O Eterno deseja revelar seu caráter de amor permitindo que cada ser vivente escolha e viva as consequências de suas escolhas. Caso contrário, ao eliminar Satanás, Ele fundamentaria os argumentos do inimigo e permitiria a tirania entre os seres humanos. 

"O poder de compelir será encontrado sob o governo de Satanás. Deus não age dessa maneira. De forma alguma encorajaria Ele qualquer ser humano a colocar-se como Deus sobre outro ser humano para causar-lhe sofrimento mental ou físico. Esse princípio é inteiramente uma criação de Satanás." EGW 

"Decidiu-se nos conselhos do Céu que seriam adotados princípios segundo os quais não se destruiria imediatamente o poder de Satanás, pois era propósito de Deus colocar as coisas sobre uma base eterna de segurança. ... A ordem de Deus devia ser contrastada com a nova ordem, segundo as maquinações de Satanás. Deviam revelar-se os corruptores princípios do governo de Satanás. Os princípios de justiça, expressos na lei de Deus, deviam ser demonstrados como imutáveis, eternos, perfeitos." EGW

Reflita sobre isso no dia de hoje. Com carinho, Pr Vinícius Marqueto

Resultado de imagem para imagens de escolhas espirituais


Postagens de Destaque