sexta-feira, 20 de maio de 2016

Os 9 sinais que anunciam o tempo do fim

fonte - http://www.maisrelevante.com.br

Os 9 sinais que anunciam o tempo do fim

Terrorismo e sinais do fim
Na tarde de 31 de maio de 1889, um homem descia as ruas de Johnsontown, Pensylvania, gritando tão alto quanto podia: 
“Fujam para salvar a vida, a represa se rompeu.”
Aqueles que o ouviam sabiam muito bem a que represa ele estava se referindo. Uns dezesseis quilômetros acima da cidade uma represa tinha sido construída através do rio Conemaug para formar um lago artificial, com quase cinco quilômetros de comprimento. Fortes chuvas tinham enchido a represa até transbordar, e às 3:10 da tarde o paredão cedeu, enviando 20 milhões de toneladas de água, vale abaixo, diretamente rumo à cidade, confiante que de nada suspeitava.

Muitas pessoas não acreditaram quando ouviram a mensagem de aviso. Aquela represa existia havia muitos anos, e esperavam que resistisse por muito tempo. Como resultado dessa atitude, centenas de pessoas foram apanhadas quando suas casas foram arrastadas e destruídas. Realmente, para eles a destruição veio de súbito.

Outra cena de destruição ocorreu para os vinte e oito mil habitantes de St. Pierre que  corriam de um lado para o outro em suas atividades diárias, lançando apenas um olhar ocasional para a fumaça que pairava como uma montanha vulcânica que estava perto da cidade. Súbita e inesperadamente, o vulcão entrou em erupção. Nuvens de gás mortífero desceram as encostas da montanha, aquecidas a uma temperatura tremendamente elevada. Quando o gás atingiu a cidade, homens, mulheres, crianças, e todos os animais foram incinerados. 

O único sobrevivente foi um criminoso acorrentado em seu calabouço, muito abaixo das paredes da prisão. Quando chegou o navio de salvamento, St. Pierre era uma cidade de mortos.

I – SODOMA


A – Quando os anjos foram a Sodoma alertar Ló sobre a destruição desta cidade, eles disseram. 
“Chame teus genros, teus filhos e tuas filhas e todos quantos têm nesta cidade: tira-os para fora deste lugar, porque nós vamos destruir este lugar.”

Gênesis 19:14, diz que Ló “foi tido como zombador aos olhos de seus genros”.
Não podiam ver sinais de perigo. Tudo estava como antes. Possuíam grandes haveres e não criam ser possível que a bela Sodoma fosse destruída. Ló voltou triste para casa. A esposa de Ló não queria deixar seus filhos e filhas para trás. Era duro esquecer-se de sua casa luxuosa e de toda riqueza.
“Os anjos lhe tomaram pela mão de Ló, da esposa e de duas filhas, sendo que o Senhor misericordioso e  tiraram-no e puseram-no para fora da cidade” (Gênesis 19:16).
No dia seguinte, começou a agitação da vida ativa em Sodoma. Homens seguiam seus vários caminhos preocupados com seus negócios ou prazeres do dia.

O genros de Ló estavam divertindo-se às custas dos temores e avisos do velho. Súbita e inesperadamente, como se fora um estrondo de um trovão vindo de um céu sem nuvens, desencadeou a tempestade. Deus fez chover fogo e enxofre. Palácios, jardins, custosas habitações e o povo foi destruído. (P. P. E. G. White)
“Como aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam vendiam, plantavam e edificavam. Até que choveu fogo e enxofre dos Céus e consumiu a todos. Assim será no dia em que o Filho do homem se manifestar” (S. Lucas 17:28:32).

II – SINAIS DOS ÚLTIMOS TEMPOS


A – Quando os discípulos perguntaram a Jesus sobre a Sua volta à Terra, o Mestre falou:
“Daquele dia e hora ninguém sabe; somente o Pai” (S. Marcos 13:32).
B – Mas Jesus disse: “Haverá sinais” (S. Lucas 21:25)

1º  - Dia Escuro   

1 – S. Mateus 24:29 (p., NT) - Jesus fala da grande tribulação de 1798. Este período profético começou em 538 com o início da intolerância religiosa da Idade Média. Milhares foram condenados pela inquisição.

Terminou em 1789, quando o exército de Napoleão invadiu Roma e pôs fim ao poder que mantinha a intolerância.

2 – Os dias foram abreviados...

Em 1780, no dia 19 de Maio, ocorreu o escurecimento do Sol.

“Perto das onze horas começou a escurecer, como se viesse a noite. Os homens cessaram o trabalho; as vacas, mugindo, vinham ao estábulo; as ovelhas, balindo, corriam confusamente aos currais; as aves pipilavam e voavam aos ninhos; as galinhas subiam ao poleiro... Pessoas acreditavam haver chegado o fim do mundo; alguns corriam de um lado para outro, clamando haver chegado o dia do juízo; os ímpios corriam aos vizinhos para confessar suas culpas e pedir perdão... A noite ficou tão escura que não se enxergava a mão levantada, nem mesmo uma folha de papel branco”.
História de Veare, Nova Hampshire 1735-1888 - WM. Little Lowell, Mas. P. 276.

2º - Queda das estrelas

1 – S. Mateus 24:29

2 – Ocorreu em 13 de novembro de 1833. Durou 3 horas e foi registrado pelos índios em suas gravuras artesanais.

3 – A extensão da chuva foi tal que cobriu parte da superfície da Terra, desde o centro do Atlântico até o Pacífico. Os astrônomos calcularam cerca de 200.000 por hora. Flamarion comparou com uma tempestade de flocos de neve.

3º – Terremotos

1 – S. Mateus 24:7 - (p., NT) - Nosso século testemunhou dois grandes terremotos, considerados os maiores da História.

– Na China, em 1976, no qual morreram 800 mil pessoas - 8, 2 Richter.

– O do Japão, em 1923 quando pereceram 300.000 pessoas - 8,9 Richter

– Os cientistas calculam que anualmente se produzam 1 milhão de terremotos.-  400 mil por dia.

– No Séc. I houve 15 terremotos; No séc. XVIII 640 terremotos; Hoje - 2.119 terremotos.

– Em São Francisco há uma fissura chamada Falha de Santo André, que ocasionará um terremoto que matará 100 mil pessoas.

4º - Fome   

1 – S. Mateus 24:7 (p., NT)

Os jornais falaram de um extravagante baile promovido por Antenor Patino, o rei do Estanho em Portugal. Os 1.400 convidados - príncipes, playboys, astros de cinema, estrelas do esporte internacional reuniam-se neste festim. Mil e oitocentas garrafas de champanhe vieram de Paris em avião e duas mil de uísque da Inglaterra. Havia iguarias tão numerosas ao ponto de desperdício. Passagens de hotel e avião foram pagas para todos e as duas horas da madrugada houve Show pirotécnico.

Enquanto isso, a ONU diz que 800 milhões a um bilhão morrerão de fome até o final da década.

Enquanto os E.U.A consomem 70Kg de proteína, no Zaire - 1 Kg. Em contraste, nos E.U.A foram gastos mais dinheiro com cães do que com bebês.

5º - Epidemia e Pestes

Epidemias e pestes



1 – Lucas 21:11 (p., NT)

15 milhões de pessoas sofrem o drama da lepra. Milhares  de pessoas são contagiadas cada dia com sífilis. A AIDS, é hoje chamada a praga sodomita, deixou de ser doença de homossexuais para atingir os consumidores de drogas e os hemofílicos. Esta doença incurável já atinge mais de 5 milhões de pessoas no mundo.

Isaías diz que a 
“terra está contaminada pelos moradores - transgridem as leis” (Ler Isaías 24:5 e 6).
A ONU classificou 364 insetos dos quais 223 são pragas que atacam a colheita e 741 insetos de doenças cada vez mais resistentes aos pesticidas.

6º - Condição Social

1 – Paulo fala dos últimos dias (II Tim. 3:1-5 - p., NT), homens:
¨ Egoístas
¨ Avarentos
¨ Jactanciosos
¨ Blasfemadores
¨ Desobedientes

2 – Quem não conhece os “yipies”, os “Beatniks”e os “punks”? Em N. York há 600 mil homossexuais.

– “O livro “Ano 2.000” menciona o caso de um arcebispo Clement casado com o vigário Artur na presença de centenas de fiéis homossexuais, incluindo a liturgia com um beijo”.

– “Pula, Pula, Pula,” gritavam em coro quase duas mil vozes. Do  alto da Torre de Televisão em Fortaleza, um jovem magro, pobremente vestido, ameaçava pular no vazio. “Pula, covarde!” Gritavam vinte alunos de uma escola. João Batista Pereira, desapontado com aquele coro satânico, suicidou-se.

– Amigos dos prazeres: “Vinte bilhões de dólares em esportes, setenta bilhões em loterias, vinte e oito bilhões em álcool e cigarros e apenas oito bilhões para fins religiosos” (Enoque de Oliveira, Ano 2000 Angústia ou Esperança, 165-180).

7º- Escarnecedores

1 – II S. Pedro 3:3-5 - 195 NT.

Como os genros de Ló, muitos zombam da crença na 2º vinda de Jesus.
O tempo sempre demonstra, porém, que a maioria escarnecedora está errada.

– Jornalistas criticaram o telégrafo de S. Morse dizendo que era mais fácil construir pontes para lua do que comunicar sem fios.

– Charles Goodyer enfrentou o escárnio demolidor de todos quando disse que produziria borracha vulcanizada.

– Edward Jenner foi humilhado e chamado de irresponsável quando disse ter feito a vacina de varíola.
“Não retarda o Senhor a Sua promessa como alguns julgam demorada, mas, é longânimo. “Virá como o ladrão o dia do senhor (II Pedro 3:9,10).

8º - Evangelho ao Mundo

1 – S. Mateus 24:14 (p., NT)

2 – A Bíblia está traduzida em mais de 1.500 línguas e dialetos.

3 – 100 milhões de exemplares da Bíblia são distribuídos cada ano.

4 – A Voz da Profecia prega em 189 países  98% da população.

9º -  Angústia

ILUSTRAÇÃO


Um homem de meia idade se apoiava perigosamente a borda de uma ponte, enquanto contemplava as águas turbulentas, trinta metros abaixo. Um policial se aproximava cautelosamente e com tato tratou de persuadi-lo a não pular.

-Deixa-me! - Gritou o homem - Não vale a pena viver!

-Calma - disse o policial - você me conta por que não vale a pena viver e eu lhe direi por que sim. Se não conseguir convencê-lo, então faça o que quiser.
Ao finalizar a conversa, o policial pulou a cerca, tomou a mão de homem, e juntos pularam. Com a multiplicidade de problemas deste mundo, muitos se perguntam: Vale a pena viver?

1 – S. Lucas 21: 25 a 26 (p., NT) “Na terra, angústia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Homens desmaiando de terror na expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo”.
Este é o comentário diário de jornais, rádio e TV.


ILUSTRAÇÃO

Certa vez Napoleão estava  marchando para Moscou... Era uma guerra... Um soldado disse: - General, olha: As cegonhas estão passando. - Napoleão não compreendeu naquele dia as palavras do soldado. Só dias mais tarde ele compreendeu... As cegonhas estavam anunciando a chegada do inverno e com o inverno a derrota dos seus exércitos diante da Rússia. Ah! Se Napoleão tivesse dado ouvido à passagem das cegonhas!

CONCLUSÃO

A – Os acontecimentos de todos os dias anunciam também um grande fato: A Volta de Jesus.

1 – Quais os acontecimentos?

– Inundações, derramamento de sangue, confusão, crimes, crise moral, crise econômica e crise de segurança, greves, terremotos, furacões, etc...

– Lucas 21:28 - “Quando virdes estas coisas acontecerem, olhai para cima e levantai-vos as vossas cabeças por que a vossa redenção está próxima”.

– Ler versos 34 a 36 (p., NT) Olhai para vós mesmos.

ILUSTRAÇÃO

2 – Conta-se o caso da extraordinária dedicação de um cão a seu amo. Um dia seu dono foi ferido gravemente e o levaram a toda pressa para o hospital. O cãozinho acompanhou-o. Quando o ferido foi transportado da ambulância para o leito, despediu-se de seu amiguinho à porta, com as palavras: 
“Voltarei logo, Tupi! Espere aqui por mim!”

O homem faleceu na mesa de operação, mas o fiel Tupi deixou-se ficar ali de sentinela. As horas tornaram-se em dias, em semanas, e ainda o Tupi  esperava seu amo. Empregados do hospital colocaram uma esteira junto à porta, para Tupi, e davam-lhe comida. O cão permaneceu fiel à ordem de seu senhor, até que, por sua vez, um dia foi fatalmente ferido num acidente.

Disse o Salvador: 
“Meu filho, Minha filha, afastei-me de ti por algum tempo, mas voltarei. Espera-Me e esteja pronto quando Eu voltar!”
“Estai vós apercebidos, porque o Filho do homem virá à hora em que não penseis”.
Você está preparado? Sua vida está em refúgio da tempestade que virá do qual os ais passarão com grande estrondo?”

3 – Decida-se antes que seja tarde.

B – “Diz-se que Alexandre o Grande, quando sitiava uma cidade, erguia uma grande tocha, que ficava a arder até ao momento do ataque. Quando a chama se extinguia, começava o ataque. Os habitantes da cidade, compreendiam assim que, rendendo-se  imediatamente, nada lhes aconteceria, mas se esperassem até apagar-se a chama, sua cidade seria destruída”.

Tal qual a tocha de Alexandre, a luz do evangelho representa um apelo para rendição. Essa luz acesa no monte Calvário brilha ainda na escura noite de pecado e tristeza, convidando a humanidade a entregar-se ao Rei Jesus. Ternamente é feito o convite evangélico: 
“O espírito e a noiva dizem: Vem”.
Mas sem muita demora a luz se apagará. Terminará o tempo de graça.


Terá morrido o derradeiro eco do súplice convite para a entrega. Agora é que temos oportunidade de dizer: “Tudo entregarei”,  e permitir que o Rei do universo exerça plena autoridade em nossa vida. 

Nada temos a perder senão nosso ansioso coração, inclinado ao pecado; temos tudo a ganhar: paz, alegria, comunhão com Cristo, e vida eterna. Os sábios atenderão de imediato, a seguir farão côro com o convite divino: “VEM”.

SLIDES PARA APRESENTAR ESSA PALESTRA SOBRE OS SINAIS DO FIM

Postagens de Destaque