quarta-feira, 6 de julho de 2016

Três Razões Por que Deus deixará seu povo entrar no céu


 

Fonte - http://reforma21.org

Resultado de imagem para imagens do céuPor que Deus deixará seu povo entrar no céu

por Mark Jones


Todos os cristãos desejam ir para o céu, mas nem sempre têm muita certeza de por que podemos ter confiança de que estaremos lá.
Há três razões pelas quais Deus deve deixar seus santos entrar no céu: O Pai, o Filho e o Espírito Santo. Com cada pessoa está uma das três bênçãos a que os teólogos frequentemente chamam atenção: justificação, adoção e santificação.
Essas três bênçãos, e o relacionamento peculiar delas com cada pessoa da bendita Trindade, nos fornece grande segurança quanto a Deus nos receber no céu quando morrermos.

1. Somos justificados no Filho

Primeiro, em relação ao Filho, somos justificados pela fé somente. Isso significa não somente que nossos pecados são perdoados, mas que, pela fé, recebemos a justiça de Cristo pela graciosa imputação de Deus.
Em outras palavras, podemos estar no tribunal de Deus com tanta segurança de nossa justiça quanto Cristo tem diante do Pai. Não porque Deus aceita nossa imperfeição, mas porque Deus exige perfeição de todos os que entram na vida, e em Cristo possuímos uma perfeita justiça por imputação. É por isso que a justificação não pode ser revogada. É por isso que não podemos perder nossa salvação.
Por esse motivo, temos tanto direito ao céu quanto o próprio Cristo porque possuímos sua justiça.
Deus teria que excomungar seu próprio Filho para não deixar que entrássemos no céu.

2. Somos templos do Espírito Santo

Segundo, em relação ao Espírito, somos templos do Espírito Santo (1 Coríntios 6.19).
Cristãos não estão “na carne, mas no Espírito… . . . se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele” (Romanos 8.9)
Nossa identidade não é simplesmente estarmos em Cristo, mas estarmos cheios do Espírito em Cristo. Porque somos unidos a Cristo, também somos unidos ao Espírito Santo, que é o “Espírito de Cristo” (Romanos 8.9). A obra do Espírito em nós nesta vida não alcança perfeição, mas ainda assim é obra dele.
Para Deus barrar seus santos do céu, ele teria de excomungar o Espírito. Mas, se o Espírito é bem-vindo no céu – e ele certamente é, e deve ser – então, nós, que possuímos o Espírito, seremos bem-vindos no céu.

3. Somos filhos do Pai

Finalmente, em relação ao Pai, somos filhos de Deus (1 João 3.2).
Por adoção, fazemos parte da família de Deus. Deus é nosso Pai. Nós levamos o nome do nosso Pai (Apocalipse 3.12). O cuidado paternal de Deus está sobre nós, de forma que ele torna-se responsável por nosso bem-estar.
Em 1 Timóteo 5.8, Paulo diz: “Mas, se alguém não cuida dos seus, especialmente dos de sua família, tem negado a fé e é pior que um descrente”.Isso também é verdade para Deus Pai. Quando morremos, Deus é responsável por nosso bem-estar.
Para Deus Pai barrar seus filhos do céu, ele teria de excomungar a si mesmo. Pois um bom Pai jamais afasta-se de seus filhos.

Por que você deveria ter confiança

Às vezes, podemos isolar nossas bênçãos do foco trinitariano que elas exigem. Você consegue pensar em três razões maiores para Deus permitir que entremos no céu que o fato de que cada pessoa da Trindade teria de ser excomungada para que pudéssemos ser barrados da glória?
Assim, por que você, como cristão, deveria ter confiança de que entrará no céu? Por causa do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
O céu é o trono de Deus, onde Cristo está assentado no poder do Espírito em glória (Isaías 66.1; Salmo 110.1; Atos 2.33). Deus não abandonará o céu e, portanto, não permitirá que seu povo termine em algum lugar além daquele onde ele está.



Traduzido por Josaías Jr | Reforma21.org | Original aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Postagens de Destaque