sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Igreja oferece apoio para familiares de massacre em Manaus

Igreja oferece apoio para familiares de massacre em Manaus

Grupo de voluntários montou tenda em frente ao Instituto Médico Legal da cidade

Voluntários oraram com a população
Manaus, AM… [ASN] Água, lanche, entrega do livro missionário Em Busca de Esperança e orações foram as formas que um grupo de voluntários da Igreja Adventista do Sétimo Dia encontrou para auxiliar as famílias das vítimas do massacre que aconteceu no dia 1º de janeiro na cidade de Manaus. A ação solidária foi realizada em frente ao Instituto Médico Legal na tarde desta quarta, 4, e envolveu jovens e adultos.
Leia também:
No local houve aglomeração de muitos familiares, pois dezenas estavam à procura de informações diante do ocorrido e outras para o reconhecimento das vítimas. “Muitas pessoas estavam sem comer direito, e fora todo o abalo emocional. Nós fomos até o local para levar nossa solidariedade e esperança. Tentamos dar um suporte assistencial e também espiritual”, frisa o líder do Ministério de Publicações da sede adventista para a região, pastor Fabiano Denardi.
O voluntário Tobson da Silva conta que o ambiente era de tristeza, dor, angústia por não saber ao certo se o familiar estava na lista de foragidos ou de mortos. “Nós estávamos lá para, de alguma forma, levar conforto em um momento triste como este, pelo qual muitos estão passando”, explica Silva. A ação foi acompanhada pela imprensa local. Para ler a notícia, clique aqui.
Ao todo, 56 presos foram mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e outros quatro na unidade do Puraquequara. O caso é o segundo maior massacre da história dos presídios brasileiros. No ranking, fica atrás do massacre do Carandiru, quando 111 detentos foram mortos no dia 2 de outubro de 1992. [Equipe ASN, Tatiane Virmes]

Fonte - http://noticias.adventistas.org/pt/noticia/

Postagens de Destaque