terça-feira, 3 de julho de 2018

“Bem-aventurados os pacificadores,


Resultado de imagem para Imagens dos bem aventurado os pacificadores


“Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.” Mateus 5:9. 


Cristo é o “Príncipe da Paz” (Isaías 9:6), e é Sua missão restituir à Terra e ao Céu a paz que o pecado arrebatou. “Sendo pois justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo.” Romanos 5:1. 
Todo aquele que consente em renunciar ao pecado, e abre o coração ao amor de Cristo, torna-se participante dessa paz celestial. Não há outra base de paz senão essa. 
A graça de Cristo, recebida no coração, subjuga a inimizade; afasta a contenda, e enche o coração de amor. Aquele que se acha em paz com Deus e seus semelhantes, não se pode tornar infeliz. Em seu coração não se achará a inveja; ruins suspeitas aí não encontrarão guarida; o ódio não pode existir. O coração que se encontra em harmonia com Deus partilha da paz do Céu, e difundirá ao redor de si sua bendita influência. 
O espírito de paz repousará qual orvalho sobre os corações desgostosos e turbados pelos conflitos mundanos. Os seguidores de Cristo são enviados ao mundo com a mensagem de paz. Quem quer que seja que, pela serena, inconsciente influência de uma vida santa, revelar o amor de Cristo; quem quer que, por palavras ou ações, levar outro a abandonar o pecado e entregar o coração a Deus, é um pacificador. E “bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus”. 
O espírito de paz é um testemunho de sua ligação com o Céu. Envolve-os a suave fragrância de Cristo. O aroma da vida, a beleza do caráter, revelam ao mundo que eles são filhos de Deus. Vendo-os, os homens reconhecem que eles têm estado com Jesus. “Qualquer que ama é nascido de Deus.” “Se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dEle”, mas “todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.” 1 João 4:7; Romanos 8:9, 14. “E estará o resto de Jacó no meio de muitos povos, como orvalho do Senhor, como chuvisco sobre a erva, que não espera pelo homem, nem aguarda filhos de homens.” Miquéias 5:7

Ellen White
O maior discurso de Cristo Pag. 30

Postagens de Destaque