terça-feira, 17 de abril de 2018

PRESENTE DE DEUS PARA OS SALVOS


PRESENTE DE DEUS PARA OS SALVOS

II Pedro 1:1-4

INTRODUÇÃO
Todos nós gostamos de receber presentes.
Presentes de amigos, parentes, e etc. porém melhor presente que recebemos é o que é vindo de Deus. E é isto que o apóstolo Pedro afirma.
Quem era Pedro?
Pedro era um dos doze apóstolos de Jesus, que aceitou o chamado para deixar o seu barco de pesca e tornar-se pescador de homens. Era provavelmente o mais ativo dos discípulos, e o mais sincero, apesar de ter traído o mestre. Após a morte de Cristo, tornou-se um dos maiores evangelistas de todos os tempos.
1. O apóstolo escreveu sua epístola a todos os que alcançaram a fé em Jesus.
            a) Os que viveram no seu tempo
            b) Os que vivem hoje
2. Aos que que recebem a Jesus são multiplicados
            a) Graça, favor, benevolência, perdão.
            b) Paz, tranquilidade, concórdia, descanso, etc.
3. A estes também são dados, pelo divino poder:
            a) Tudo que diz respeito a vida, casa, comida, saúde, companhia, laser, etc.
            b) Tudo que diz respeito a piedade:
                        1. Conhecimento da Bíblia
                        2. Desejo de orar
3. Desejo de frequentar a igreja
4. Desejo de fazer trabalho missionário
5. Desejo de fazer o bem, etc.
            4. São dadas também, a estes, grandiosas promessas
·         Promessa da sua volta
·         Casas de ouro
·         Árvore da vida
·         Espírito Santo
·         Segurança
·         Perdão, etc.

                        a) Para que?
·         Para por ela nos tornarmos participantes da natureza divina.
Sendo bondosos, perdoadores, pacientes, amigáveis.
·         E escaparmos da corrupção que há no mundo
Vícios, jogos, drogas, fraudes, mentira, fuxicos, intrigas, etc.

                        b) Como vem esta corrupção?
·         Pela concupiscência, ou seja, pela cobiça.
·          
5. Para termos tudo isto, ou seja, todas essas promessas,  ha uma condição:
a)      Ter conhecimento:: de Deus
         de Jesus
         do Espírito Santo

CONCLUSÃO
O apóstolo escreveu a todos os que têm fé: aos do seu tempo e aos de hoje. E a estes ele desejou:
·         Graça
·         Paz
·         Tudo que diz respeito à vida, e à piedade
·         Grandiosas promessas
Para assim, nos tornarmos participantes da natureza Divina e escapamos, da corrupção que há no mundo
Para tanto precisamos
Conhecer a Deus,
Conhecer Jesus e
Conhecer o Espírito Santo.

APELO
Que seja esta a nossa experiência.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Deus Liberta os Cativos


Resultado de imagem para Imagens da libertação do egito

Lições dos primeiros capítulos de Êxodo

Êxodo 1- 6






Lições

Há um paralelismo entre o povo de Israel no passado e o povo de Deus no presente

A) Faraó representa Satanás

1.  Satanás usa de astucia, para que não se multiplique o povo de Deus Cap. 1:10,11
2.  Satanás escraviza
Nos vícios
Nas superstições
No pecado
No medo

Outros tipos de escravidão
       Social – Desemprego, falta de oportunidade
       Ociosidade – Falta de iniciativa
       Ignorância – preguiça de aprender
       Religiosa – falsos conceitos religiosos, e medo dos líderes.

3.  Deus ver o sofrimento do seu povo, deseja libertar-lhes Cap.3:7
Ele enviou Moisés e Arão; envia, os missionários hoje. Envia eu, e você.

      4. Satanás não quer a liberdade dos filhos de Deus Cap. 5: 4.5.

       5, Quando decidimos nos libertar, aumenta.  o sofrimento, 5: 6-12

       6. Deus nos dá a certeza da libertação Cap. 6: 6-8

       7: As coisas devem ser do jeito de Deus e não como pensamos

       Moisés matou o egípcio e só piorou as coisas. Essa obra é de Deus, ele sabe o      tempo certo, e a maneira certa de agir. Cap. 2 12 – 14

       8. Não devemos fugir da responsabilidade. Deus se aborrece quando fugimos ao dever. Cap. 4: 12 -14

        9. Seremos povo de Deus, e levados para a Canaã celestial. Ali nos encontraremos com Abraão, Isaque, Jacó, e todos os salvos.  Cap. 6: 6 - 8

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Conhecendo a Deus

Conhecendo a Deus

Manoel Barbosa da Silva


Oseias 6:3

A grande preocupação do profeta Oseias era que o povo tivesse conhecimento de Deus.
Conhecer a Deus é um dever de todo cristão.
Não conhece-lo constitui-se um pecado.

Ellen White diz:- 

À medida que nossa alma anelar a Deus, mais e mais encontraremos as infinitas riquezas de Sua graça. Ao contemplarmos essas riquezas, passaremos a possuí-las, e revelaremos os méritos do sacrifício do Salvador, a proteção de Sua justiça, a plenitude de Sua sabedoria, e Seu poder de nos apresentar diante do Pai “imaculados e irrepreensíveis”. 2 Pedro 3:14 .Atos dos. Apóstolos. Pag. 318

A- Quem é Deus ?

1- Há muitas teorias a respeito da divindade:

A- Ateísmo:
Doutrina dos ateus, falta de crença em Deus.

B- Teísmo.
Doutrina religiosa que admite a existência de Deus. (antônimo de ateísmo)
O teísmo ou seja; a Crença da existência de Deus, se divide em algumas teorias:

1- Deísmo
         Sistema dos que rejeita toda espécie de revelação divina, acreditam todavia em Deus; considerando apenas como a força infinita, causa de todos os fenômenos do universo. (-Dic.Mec.)

a) Os Deístas não creem:
-Na bíblia, nem na existência do céu.
-Em milagres, nem creem em oração.
-Em revelação nenhuma.
-Nem na personalidade de deus

b) Creem
- Em um Deus impessoal, etéreo.
-Que Deus é uma  força infinita.
-Que esta força foi a causa de todas as coisas no universo (Guilherme Müller foi Deísta)

2- Panteísmo.
Sistema filosófico que identifica a divindade o mundo ( Natureza) e segundo o qual, Deus é o conjunto de tudo que quanto existe. (Dic.Mec).

  Os panteístas creem que Deus é: O Sol, o Ar, os Pássaros, a Grama, a Flor. As Arvores o bem que existe no homem, etc..

               O Dr. John kellogs. Pioneiro Médico adventista, era Panteísta

  Ellen White diz acerca destas teorias: (A. A. Pag. 474 T.S. III.269 )

Teorias Panteístas
Já se estão infiltrando entre nosso povo ensinos espiritistas, que solaparão a fé dos que lhes derem ouvido. A teoria de que Deus é uma essência que penetra toda a Natureza, é um dos mais sutis artifícios de Satanás. Representa falsamente a Deus e é uma desonra para Sua grandeza e majestade.
As teorias panteístas não são sustentadas pela Palavra de Deus. A luz de Sua verdade mostra que essas doutrinas são instrumentalidades destruidoras das almas. As trevas são o seu elemento, a sensualidade, a sua esfera. Satisfazem o coração natural, e favorecem a inclinação. A separação de Deus é o resultado de sua aceitação. TS3 - Pag. 269

3-Teosofia.
Doutrina que ensina, que se pode alcançar o conhecimento de Deus pelo êxtase- meditação profunda –IOGA- 
A crítica e as especulações concernentes às Escrituras, têm aberto o caminho ao espiritismo, teosofia,essas formas modernas do antigo paganismo - para conseguir firmar-se mesmo nas professas igrejas de nosso Senhor Jesus Cristo.
Lado a lado com a pregação do evangelho, acham-se a operar forças que não são senão médiuns de espíritos de mentira. Muito homem se intromete com elas por mera curiosidade, mas vendo demonstrações de forças sobre-humanas, é fascinado a ir sempre mais adiante, até que fica dominado por uma vontade mais forte que a sua própria. Não lhe pode escapar ao misterioso poder. Ev - Pag. 592

  4- Politeísmo

Crença em vários Deuses.
-Gregos, deusa da beleza, deusa da fertilidade, deus do vinho, da força etc.
-Egípcios
-Babilônios
-Palestinos, Baal, Baalins, Astarotes
-Umbanda e Candomblé

5 Monoteísmo
Crença que admite a existência de um só Deus.

6- Gnosticismo-  (Pretensão)

Sistema teológico, cujos adeptos dizem ter conhecimentos sublimes da natureza e dos atributos divinos.

7-Agnosticismo.
   Doutrina que nega o absoluto, inacessível ao homem (contrario de Gnosticismo).

A- Somos Monoteístas.
     Cremos na existência de um só Deus- Podemos conhecê-lo a medida que ele se revela
Porém o nosso Deus tem atributos que fazem dele o verdadeiro Deus.
            Atributos de Deus.
            Deus é Santo. sl.99.9
            Deus é Todo poderoso.
            Deus é Infinito
            Deus é Eterno- ser –nunca morre nunca acaba
            Deus é Inteligência
            Deus tem Existência própria
            Deus tem independência
            Deus é Unidade Pessoal
            Deus é Imutável Mal.3:6
            Deus é Onipresente Sal.139.7-12
            Deus é Onisciente Sal.139.1-4.
            Deus é Presciente.
            Deus tem absoluto poder
            Deus tem infinita verdade
            Deus tem infinita bondade
            Deus tem infinita longanimidade
            Deus tem infinita benignidade
            Deus é Amor. I  João 4:8
            Deus é luz.I  João 1:5
            Deus é Espirito I João 4:24
            Deus é Pessoal. Heb. 1: 1-3.

Porque Deus é pessoal?

1- Cristo é imagem da sua pessoa Heb.1:3

2-Somos a sua semelhança

3-João o viu Apc.4.e 5 Deus nunca foi visto por homens em estado pecaminoso e acordado.
Porém adão o viu e João em visão o viu apc.4
Daniel também Dan.7.
Ellen White afirma que Cristo é uma pessoa.
P.esc.pag.54.77,92
            De todas as teorias a respeito de Deus, só uma é verdadeira.
            O monoteísmo
           Somos monoteístas porque cremos em um Deus pessoal que se revela. Heb.1: 1-3
Deus se Revela-falou de muitas maneiras é pessoal.
-Cristo é a imagem de Sua pessoa.
Portanto; devemos conhecê-lo, pois quanto mais o conhecemos; mais o amaremos.
 Pois a falta de conhecimento de Deus é a fonte de todo pecado-

 Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.
                                                      I João 4:8

      
            

  

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

NATAL E ANO NOVO SEM PREOCUPAÇÕES


Resultado de imagem para imagens do  ano novo

NATAL E ANO NOVO SEM PREOCUPAÇÕES


Mateus 2:1-12

A. Este texto fala da chegada dos magos, sábios que vieram do oriente em busca de Jesus.
Estudaram as profecias.
Viram a estrela e foram procura-lo

B. A notícia trouxe
Alegria – pastores/magos;/outros.
Tristeza/ódio – rei Herodes

C. Tanto os magos como Herodes estavam debaixo de uma preocupação séria

Preocupação
        Tem sido a realidade da vida.
        É o fardo que a maioria carrega

D. Preocupação de Herodes

1.   O menino fosse achado Verso -1-3
a)   Se a criança fosse encontrada as coisas seriam mudadas.
b)  A presença de Jesus no seu reino mudaria tudo.
c)   Ele teria que abrir mão do seu poder, trono, luxo.

E.  O encontro com Jesus requer de nós mudança.
Por isto, muitos preferem olhar de longe.
Ouvir falar .
Não se envolver
Não se comprometer

F.   Preocupação dos magos
a)   Não encontrar Jesus
b)  Investiram muito.
c)   Uma viagem difícil, não queriam voltar frustrados.
d)  O simples fato de encontra-lo, tocá-lo, pagaria todo o sacrifício.

Encontro Transformador
Verso 11
1.      O encontro com a criança mudou tudo na vida daqueles sábios.
2.       
Três coisas importantes
a)     Alegria X preocupação
b)    Adoração X Incerteza
c)     Novos caminhos
Depois que encontraram Jesus voltaram â Terra deles por outra estrada.

Seguiram outro caminho. Não o dá preocupação, mas o caminho da alegria, júbilo, segurança, salvação, tranquilidade.

O natal já passou
Você encontrou Jesus?, Ou seu natal foi só festas, jantares, presentes?

Como será o seu Ano Novo?

A. Preocupações?, Medo?,  Ódio?

B. Ou alegria? Salvação? Paz?, Amor?


Você que decide. 

REVERÊNCIA na casa de Deus


Resultado de imagem para imagem de reverencia na casa de Deus

REVERÊNCIA

Pr. Manoel Barbosa da Silva






   
I.         INTRODUÇÃO       Ecl. 5:1

A.           Deus fez o homem para adorá-Lo
1.      Contudo não o fez um autômato
2.      Mas um ser livre. Com livre arbítrio.
B.           O homem pecou
1.      Com o pecado, o homem cortou sua comunhão com Deus.
a.       O direito de conversar face-a-face com Deus ele perdeu.
b.      Tornou-se agora um ser subjetivo, egoísta e irreverente.

2.      Deus porém não o abandonou.
a.       Através do tempo Deus usou homens para que servissem de elo entre Ele e a humanidade.

1.      Enoque evangelizou no seu tempo.
2.      Noé – Noé o pregoeiro da justiça.
3.      Abraão. Saiu da sua tenda para pregar.
4.      Moisés – o maior de todos.
5.      Outros: Elias, Eliseu, Isaías, Daniel, etc.
Todos estes eram um mediador entre Deus e o povo.
3.      Porém Deus resolveu morar entre os homens.

A.      Ordenou então, a feitura de um tabernáculo. Êxodo 25:5.
B.       Deu instruções quanto ao mesmo.
C.       O tabernáculo devia ser feito do melhor material.
D.      No tabernáculo devia haver estrita reverência.


II.    DEUS É UM DEUS SANTO.

A.    Devemos, portanto reverenciá-LO. Ele assim o exige.

·      Quando Moisés viu-O na sarça ardente, no monte HOREBE, tirou os sapatos. Êx. 3:2-5.
1. A presença de Deus santificou o local.

·      Quando Deus desceu no monte ao falar com o povo, Êxodo 19:10-18

1.      Deu instruções precisas: 3 dias antes
a.    Lavar toda roupa.
b.         Confessar pecados.
c.         Não deixar os animais chegar ao monte.
Deus desceu. Houve relâmpagos, trovões, tremores e por último se ouviu a voz de Deus.

B.     O Santuário

a.       Mais tarde: ao erigir o santuário também houve instruções quanto ao mesmo.
b.      O povo não devia entrar no interior do tabernáculo. Apenas os sacerdotes.
c.       Os sacerdotes não deviam entrar no lugar santíssimo. Apenas o Sumo sacerdote.
d.      O povo devia ficar no pátio.
e.       Os sacerdotes o deviam fazer com reverência. Caso o contrário, morreriam.

C.     Consequências da irreverência

a.       Nadabe e Abiú  (Filhos de Arão) Lv. 10:1. Talvez pareça que Deus fora demasiado severo, porém era preferível ver que um morresse do que muitos.
b.      Mirian ficou leprosa. Levantou suspeita contra Moisés. ‘Será que Deus falou só por ele?’
c.       Tempos mais tarde Uzã quando transportavam a arca, tocou na mesma e morreu. Pois só aos sacerdotes era permitido tocá-la.


III.    DEUS TEM SEU TABERNÁCULO HOJE.

Resultado de imagem para imagem de reverencia na casa de Deus

A.    O templo Hab. 2:20;

1.      Como no passado Deus habita nele.
2.      É, portanto, tão santo quanto o primeiro.

B.      Como comportar-se na casa de Deus.

1.   Reconhece-la sagrada TS. II pág. 193 – 199.
2.   Antes do culto. Pág. 194.
3.   Durante o culto. Pág. 195.

a)  O ministro deve entrar solene e fazer oração.
b)  A igreja deve orar junto.
c) Após a abertura deve ajoelhar-se
d) Durante a pregação,  Deus está falando.

1.   Ainda que seja o mais simples irmão pregador.

4.   Depois do culto. Pág. 196.

5.   Responsabilidade dos Pais. Pág. 197.

a) Meditar no vosso comportamento para dar exemplo aos filhos.
b)  Orientar os filhos em casa ou no culto doméstico.
c) Se necessário, bater. Prov. 23:13;
d) Sentar com ele ao lado.

6.   Em casa (criticar o sermão) Pág. 199.

a)  Não criticar o pregador.
b)  Nem o sermão.
c)  Se o pregador errou, não se referir ao erro, mas só as coisas boas.

7.   Vestuário

Resultado de imagem para imagem de vestuário na casa de Deus

a)  Trajes devem ser limpos.
b)  Simples sem adornos.
c)  Sem modas extravagantes.


IV.    CONCLUSÃO

A.     Deus é amor. Por amor Ele fez o homem. Porém Ele é santo.

B.      Para se comunicar com o homem Ele mandou fazer o santuário.

C.      Para comunicar-se de uma maneira coletiva com o povo devia ser reverenciado o santuário.

D.    Hoje a igreja representa o santuário. É tão santo quanto o primeiro.

E.      Devemos ter respeito pela casa de Deus.
1.    Não cochilando.
2.    Não entrando e saindo.
3.    Não fazer algazarra em volta.
4.    Desligar o Celular

F. Se não iniciou a programação:

          a.  Ler a Bíblia antes.
          b. Ser atento durante.

Orientar os filhos sobre esses deveres em casa.

E nunca criticar as coisas sagradas.  Apc. 4:11.

Postagens de Destaque