quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

7 coisas esquecidas sobre a guarda do sábado

Fonte - http://megaphoneadv.blogspot.com.br/


O único mandamento que Deus pediu para 
ser lembrado é o mais esquecido de todos
O Senhor inicia o quarto mandamento com esta expressão: “Lembra-te”. Previu Ele que, em meio de cuidados e perplexidades, o homem seria tentado a fugir da responsabilidade da lei, ou esquecer-se de sua sagrada importância. Por isso, diz: “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar”. Quantos dizem ser guardadores deste dia, mas fazem dele apenas mais um na semana. Acham que o fato de desligar a televisão, não comprar ou trabalhar é descansar no Senhor. A mente fica tão longe dEle… ainda mais por ficar inconsciente o dia inteiro entre o sono e o dormir. Será que também nos esquecemos, de alguma forma, da grandiosidade do sábado?
“Na sexta-feira deverá ficar terminada a preparação para o sábado. Tende o cuidado de pôr toda a roupa em ordem e deixar cozido o que houver para cozer. Escovai os sapatos e tomai vosso banho. É possível deixar tudo preparado, se se tomar isto como regra” (Testemunhos Seletos 3, pág. 12).
Dica: Comece a faxina na quinta-feira, assim não sobra tudo para fazer na sexta. Divida as tarefas em casa para não sobrecarregar ninguém e agilizar na arrumação. Não escolha um cardápio muito elaborado, pois exigirá muito tempo e trabalho. Capriche nos pratos, mas sem muitas frescuras. Antes do pôr do sol, escolha e passe sua roupa. É sempre bom dar uma checada no Clima Tempo para saber a previsão do dia seguinte. Ter tudo arrumadinho vai poupar tempo no sábado de manhã, deixando todos mais tranquilos e em paz. Se Deus pediu, é porque conseguimos fazer!
“O sábado não deve ser empregado (…) em divertimentos ou quaisquer outras ocupações mundanas” (Cuidado de Deus, pág. 59).
Dica: Nesse dia, tente dar um tempo ao celular, tablet e computador. É muito comum ver pais na igreja distraindo seus filhos pequenos com esses eletrônicos. As crianças passam as horas do culto quietas, entretidas em jogos, mas aprendendo desde cedo que o sábado não é um dia diferente. Pessoas de todas as idades passam as horas sabáticas fuçando as redes sociais e presas em jogos virtuais. Assim, ignoram sem culpa a razão desse dia sagrado.
“Não deveis perder as preciosas horas do sábado, levantando-vos tarde. No sábado a família deve levantar-se cedo. Despertando tarde, é fácil atrapalhar-se com a refeição matinal e a preparação para a Escola Sabatina. Disso resulta pressa, impaciência e precipitação, dando lugar a que a família se possua de sentimentos impróprios desse dia. Sendo profanado, o sábado torna-se um fardo, e sua aproximação será para ela antes motivo de desagrado do que de regozijo” (Testemunhos Seletos 3, pág. 13).
Dica: Por mais que seja difícil, durma cedo na sexta-feira. Assim, acordará com mais disposição e alegria no sábado. Um atraso pode deixar todos da família estressados, fazendo com que o dia comece com intrigas. Sabendo desse mau hábito, todos verão o sábado como um momento de agonia e estresse.
A Escola Sabatina e o culto de pregação ocupam apenas uma parte do sábado. O tempo restante poderá ser passado em casa e ser o mais precioso e sagrado que o sábado proporciona. Boa parte desse tempo deverão os pais passar com os filhos. Em muitas famílias, os filhos menores são abandonados a si próprios, a fim de se entreterem como melhor puderem. Abandonadas a si mesmas, as crianças em breve ficam inquietas e começam a brincar ou ocupar-se de coisas ilícitas. Deste modo o sábado perde para elas sua importância sagrada.
Quando faz bom tempo, deverão os pais sair com os filhos a passeio pelos campos e matas. Em meio às belas coisas da natureza, expliquem-lhes a razão da instituição do sábado. Descrevam-lhes a grande obra da criação de Deus. Contem-lhes que a Terra, quando Ele a fez, era bela e sem pecado. Desse modo, os pais poderão fazer do sábado o que em realidade deve ser, isto é, o mais alegre dos dias da semana, induzindo assim os filhos a considerá-lo um dia deleitoso, o dia por excelência, santo ao Senhor e digno de honra. 
(Testemunhos Seletos 3, pág. 14 e 15)
Dica: O sábado é dia de trabalhar em prol das pessoas, de levar a paz e o amor de Deus a elas. Mas em momento nenhum a Bíblia diz que se deve abandonar a família para fazer isso. Primeiro é importante cuidar do seu “rebanho”, para depois dar atenção aos demais. Como a vida é muito corrida, a família quase nunca tem uma oportunidade de conversar e fortalecer seus laços, por isso o sábado é um ótimo momento para o lar se unir, criando momentos que o aproxime de Deus.
“Se desejamos a bênção prometida aos obedientes, devemos observar mais estritamente o sábado. Temo que muitas vezes empreendamos nesse dia viagens que bem poderiam ser evitadas. De conformidade com a luz que o Senhor nos tem concedido em relação com a observância do sábado, devemos ser mais escrupulosos quanto a viagens nesse dia, por terra ou mar. A esse respeito devemos dar às crianças e jovens bom exemplo. Para ir à igreja, que requer a nossa cooperação ou à qual devemos transmitir a mensagem que Deus lhe destina, pode tornar-se necessário viajar no sábado; mas sempre que possível devemos, no dia anterior, comprar a passagem e tomar todas as disposições necessárias. Quando empreendermos viagem, devemos esforçar-nos o mais possível por evitar que o dia da chegada ao destino coincida com o sábado. Quando obrigados a viajar no sábado, cumpre evitarmos a companhia dos que procuram atrair-nos a atenção para as coisas seculares. Devemos ter a mente concentrada em Deus e com Ele entreter comunhão” (Testemunhos Seletos 3, pág. 15).
Dica: Estabeleça um horário de saída e o cumpra. Planejar é o primeiro e maior passo para realizar uma viagem que termine antes do pôr do sol. No caso de uma urgência, de realmente não ter como evitar a viagem, faça algo especial nesse momento também, sempre se lembrando da santidade do dia. Ligue o som com músicas de Deus, cante junto (mas não em transportes públicos, certo? Hehe). A Bíblia em áudio também é uma ótima opção para elevar a mente!
“Ninguém vá à igreja para dormir. Não é correto dormir na casa de Deus. Não é nosso costume entregar-nos ao sono quando empenhados em algum serviço profissional, porque geralmente estamos nele interessados. Seria lícito, pois, colocar o culto que tem a ver com os nossos interesses eternos em nível inferior aos negócios seculares?” (Testemunhos para a igreja 6, pág. 361).
Dica: Durma cedo na sexta-feira. Faça disso um hábito! Evite tudo lhe faça perder a noção do tempo nessa noite, como ficar navegando em redes sociais (que de qualquer forma não é uma boa coisa para se fazer no sábado). Ao acordar descansado, você terá um dia mais proveitoso e não fará do travesseiro seu maior companheiro do dia, tendo mais tempo para o Senhor do sábado.
“Muitos precisam ser instruídos quanto ao modo de se apresentarem nas reuniões para o culto do sábado. Não devem comparecer à presença divina com roupa usada no serviço durante a semana. Todos devem ter uma roupa especial para assistir aos cultos de sábado. Devemos vestir-nos com asseio e elegância, mesmo que sem luxo e sem adornos. Os filhos de Deus devem estar limpos interior e exteriormente” (Testemunhos Seletos 3, pág. 22).
Dica: Que responsabilidade assumir o papel de centro das atenções na hora do culto! É como se a gente se mostrasse superior e mais importante do que qualquer mensagem do sermão. Nossa função é atrair o olhar das pessoas para Jesus, e nunca para nós mesmos. Pode ser difícil, mas é preciso.
O sábado é um presente que só pode ser 
compreendido se experimentado com intensidade! 
Emanuelle Salles - Bonita Adventista

Postagens de Destaque