terça-feira, 5 de maio de 2015

O celestial anelo do pai


Resultado de imagem para imagens dos dez mandamentos

O celestial anelo do pai, 1 de Maio

Quem dera que eles tivessem tal coração que Me temessem e guardassem todos os Meus mandamentos todos os dias, para que bem lhes fosse a eles e a seus filhos, para sempre! Deuteronômio 5:29. 

Deus está em relação com o Seu povo como Pai, e tem a reivindicação de pai ao nosso serviço fiel. Considerai a vida de Cristo. Sendo chefe da humanidade, servindo ao Pai, é Ele um exemplo do que todo filho deve e pode ser. A obediência prestada por Cristo, Deus requer dos seres humanos hoje. Ele serviu ao Pai com amor, voluntária e livremente. “Deleito-me em fazer a Tua vontade, ó Deus Meu”, declarou; “sim, a Tua lei está dentro do Meu coração.” Salmos 40:8. 
Cristo não considerou demasiado grande sacrifício algum, nenhuma labuta árdua demais, para realizar a obra que Ele veio fazer. Aos doze anos disse Ele: “Não sabeis que Me convém tratar dos negócios de Meu Pai?” Lucas 2:49. Ouvira o chamado, e pusera mãos à obra. “Minha comida”, disse Ele, “é fazer a vontade dAquele que Me enviou e realizar a Sua obra.” João 4:34. 
Assim devemos nós servir a Deus. Só aquele que age conforme a mais alta norma de obediência é que presta serviço. Todos os que querem ser filhos e filhas de Deus devem demonstrar-se coobreiros de Cristo e de Deus e dos anjos celestiais. Este é o teste de toda pessoa. ... 
O grande objetivo de Deus na atuação de Suas providências é pôr à prova o homem, dar-lhes oportunidades de desenvolver o caráter. Assim Ele prova se são obedientes ou desobedientes às Suas ordens. Boas obras não compram o amor de Deus, mas revelam que possuímos esse amor. Se rendermos nossa vontade a Deus, não trabalharemos com o fim de merecer o amor de Deus. Seu amor, como dom gratuito, será por nós recebido na alma, e por amor a Ele nos deleitaremos em obedecer aos Seus mandamentos. 
Só existem hoje duas classes no mundo, e tão-somente duas classes serão reconhecidas no juízo: os que violam a lei de Deus, e os que lhe obedecem. Cristo dá a prova pela qual mostramos nossa lealdade ou deslealdade. “Se Me amardes”, diz Ele, “guardareis os Meus mandamentos. Aquele que tem os Meus mandamentos e os guarda, este é o que Me ama; e Aquele que Me ama será amado de Meu Pai, e Eu o amarei e Me manifestarei a Ele.” João 14:15, 21. — The Review and Herald, 23 de Junho de 1910.

Ellen White
Nos Lugares Celestiais Pag.266

Postagens de Destaque