quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Serviço Cristão -- As senhas do cristão

Resultado de imagem para imagens de cristãos valorosos

As senhas do cristão — 
Há três palavras-senhas na vida cristã, as quais precisam ser atendidas, se não queremos que Satanás venha furtivamente sobre nós; ei-las: Vigiar, Orar e Trabalhar. — Testemunhos Seletos 1:251.  
Toda pessoa que fez profissão de Cristo, comprometeu-se a ser tudo quanto lhe seja possível ser como um obreiro espiritual, a ser ativo, zeloso e eficiente no serviço de seu Mestre. Cristo espera que cada homem cumpra seu dever; seja esta a senha em todas as fileiras de Seus seguidores. — Testemunhos Seletos 2:161. 

Um paralítico espiritual — 
A força se adquire mediante o exercício. Todos os que empregam a capacidade que Deus lhes deu, terão maior capacidade para devotar a Seu serviço. Aqueles que nada fazem na causa de Deus, deixarão de crescer na graça e no conhecimento da verdade. Um homem que jazesse deitado, recusando-se a usar os membros, perderia dentro em pouco toda a faculdade de empregá-los. Da mesma maneira o cristão que não exercita as faculdades que Deus lhe deu, não somente deixa de crescer em Cristo, mas perde as forças que já possuía; torna-se um paralítico espiritual. São aqueles que, em amor para com Deus e seus semelhantes, se estão esforçando para auxiliar outros, os que ficam estabelecidos, fortalecidos, e firmes na verdade. O verdadeiro cristão não trabalha para Deus por impulso, mas por princípio; não por um dia ou um mês, mas por toda a vida. — Obreiros Evangélicos, 84


Resultado de imagem para imagens de cristãos de fé

O remédio infalível — 
Para o desalentado há um seguro remé- dio — fé, oração e trabalho. Fé e atividade proverão segurança e satisfação que hão de aumentar dia após dia. Estais tentados a dar guarida a sentimentos de ansiedade ou acérrimo desânimo? Nos dias mais negros, quando as aparências parecem mais agressivas, não temais. Tende fé em Deus. Ele conhece vossas necessidades; possui todo o poder. Seu infinito amor e compaixão são incansáveis. Não temais que Ele deixe de cumprir Sua promessa. Ele é eterna verdade. Jamais mudará o concerto que fez com os que O amam. E concederá a Seus fiéis servos a medida de eficiência que suas necessidades requerem. — Profetas e Reis, 164, 165. 
Não há senão um remédio verdadeiro para a indolência espiritual, e esse é trabalhar — trabalhar pelas almas que necessitam de vosso auxílio. — Testimonies for the Church 4:236. 
Eis a receita prescrita por Cristo para a alma desfalecida, duvidosa, tremente. Que os tristes, que andam lamentosamente na presença de Deus, levantem-se e ajudem alguém que está em necessidade. — Testemunhos Seletos 2:504. 
 Os cristãos, cujo zelo, fervor e amor crescem constantemente, não apostatam nunca. — The Review and Herald, 7 de Junho de 1887. São aqueles que não se acham empenhados nessa obra desinteressada os que se acham numa condição enferma, e chegam a esgotar-se com lutas, dúvidas, murmurações, pecados e arrependimentos, até perderem toda a consciência do que seja a verdadeira religião. Reconhecem que não podem volver ao mundo, e assim penduram-se às extremidades de Sião, tendo ciúmes mesquinhos, invejas, decepções e remorsos. Estão cheios de espírito de crítica, e alimentam-se das faltas e erros de seus irmãos. Têm apenas uma vida religiosa despida de esperança, de fé, de sol. — The Review and Herald, 2 de Setembro de 1890. 

Desculpas infundadas
 Jesus, ao partir, deixou a cada qual a sua obra, e “não ter o que fazer” é desculpa infundada. “Não ter o que fazer” é a razão de dificuldades entre irmãos; pois Satanás encherá a mente dos ociosos com seus próprios planos, e pô-los-á a trabalhar. [...] “Nada que fazer” acarreta mau testemunho contra os irmãos, e dissensões na igreja de Cristo. Diz Jesus: “Quem comigo não ajunta espalha”. Mateus 12:30. — The Review and Herald, 13 de Março de 1888. Irmãos e irmãs, muitos de vós vos desculpais do trabalho sob pretexto de incapacidade para trabalhar por outros. Mas acaso vos fez Deus assim incapazes? Não foi essa incapacidade produzida por vossa própria inatividade, e perpetuada por vossa própria e deliberada escolha? Não vos deu Deus pelo menos um talento a multiplicar, não para vosso próprio proveito e satisfação, mas para Ele? Tendes vós compreendido a obrigação que sobre vós pesa, como servos assalariados Seus, de trazer-Lhe os juros pelo sábio e hábil emprego desse capital a vós confiado? Não tendes perdido oportunidades de desenvolver vossas faculdades para esse fim? É demasiado verdadeiro que poucos são os que têm experimentado um real sentimento de sua responsabilidade para com Deus. — Testemunhos Seletos 2:158. 
Muitos têm a idéia de que, se sua vida é ativa, cheia de negócios, nada podem fazer em prol da salvação de almas, nada para levar avante a causa de seu Redentor. Dizem que não podem fazer coisa alguma pela metade, e portanto afastam-se dos deveres e práticas religiosos, e enterram-se no mundo. Colocam seus negócios em primeiro lugar, e esquecem a Deus, e Ele Se desgosta deles. Se alguém se acha empregado em qualquer coisa que lhe não permite progredir na vida espiritual e aperfeiçoar-se em santidade no temor de Deus, deve mudar para uma ocupação na qual possa ter Jesus consigo a toda a hora. — Testimonies for the Church 2:233, 234. 

Resultado de imagem para imagens de coroas de estrelas

Coroa repleta de estrelas — 
Não nos devemos tornar cansados ou de coração desfalecido. Perda terrível seria permutarmos a glória eterna pela comodidade, conveniência e prazer, ou por condescendências carnais. Uma dádiva das mãos de Deus aguarda ao vencedor. Nenhum de nós a merece; é gratuita de Sua parte. Maravilhosa e gloriosa será essa dádiva, mas lembremo-nos de que “uma estrela difere em glória doutra estrela”. Mas, visto como somos instados a lutar pela vitória, tenhamos, com a força de Jesus, o alvo de alcan- çar a coroa repleta de estrelas. “Os entendidos pois resplandecerão, como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas sempre e eternamente”. Daniel 12:3. — The Review and Herald, 25 de Outubro de 1881. 

O serviço foi pago — 
Em Sua vinda, o Senhor examinará cada talento e exigirá os juros do capital que nos confiou. Por Sua própria humilhação e agonia; por Sua vida de trabalho e morte ignominiosa, Jesus pagou já os serviços de todos quantos se chamam pelo Seu nome e professam ser servos Seus. Cada qual tem o dever solene de aperfeiçoar todas as suas faculdades para a obra de ganhar almas para Ele. “Não sois de vós mesmos”, diz Ele, “porque fostes comprados por bom preço”; portanto glorificai a Deus por meio de uma vida de serviço que arrebatará homens e mulheres do pecado para a justiça. 1 Coríntios 6:19, 20. Fomos comprados pelo preço da própria vida de Cristo — comprados para que, mediante serviço fiel, devolvamos a Deus o que Lhe pertence. — Testemunhos Seletos 3:338, 339. Deus me deu uma mensagem para Seu povo. Eles têm de despertar, alargar as suas tendas, dilatar suas fronteiras. Meus irmãos, minhas irmãs, fostes comprados por preço, e tudo quanto possuís e sois, deve ser empregado para a glória de Deus, e para o bem de vossos semelhantes. Cristo morreu na cruz para salvar o mundo de perecer no pecado. Ele pede vossa cooperação nesta obra. Deveis servir-Lhe de mão ajudadora. Com um esforço sincero e infatigável, deveis buscar salvar os perdidos. Lembrai-vos de que foram vossos pecados que tornaram necessária a cruz. — Testimonies for the Church 7:9. 
Os seguidores de Cristo foram redimidos para servir. Nosso Senhor ensina que o verdadeiro objetivo da vida é servir. Cristo mesmo foi obreiro, e dá a todos os Seus seguidores a lei do serviço — o serviço a Deus e ao próximo. [...] A lei de servir torna-se o vínculo que nos liga a Deus e a nosso semelhante. — Parábolas de Jesus, 326.

 Avançar — 
Muitas vezes a vida cristã é assediada de perigos, e o dever parece difícil de se cumprir. A imaginação pinta uma iminente ruína diante de nós, e atrás, servidão e morte. Todavia a voz de Deus nos diz claramente: Avante! Obedeçamos à ordem, mesmo que nossos olhos não possam penetrar as trevas. Os obstáculos que nos impedem o progresso jamais desaparecerão diante de um espírito vacilante, duvidoso. Aqueles que adiam a obediência para quando desaparecerem as incertezas, e não houver mais riscos de fracasso ou derrota, nunca virão a obedecer. A fé olha para lá das dificuldades, e lança mão do invisível, da própria Onipotência; portanto não pode ser iludida. Ter fé é apoderar-se da mão de Cristo em todas as emergências. — Obreiros Evangélicos, 262. Nossas idéias são demasiado limitadas. Deus pede um contínuo progresso na difusão da luz. Devemos estudar métodos e meios de nos aproximar do povo. Precisamos ouvir com ouvidos de fé o poderoso Capitão dos exércitos do Senhor dizendo: “Avançai.” Temos de agir, e Deus não nos faltará. Ele fará Sua parte quando nós, com fé, fizermos a nossa. Irmãos e irmãs que tendes estado com a verdade desde há muito, não tendes feito a obra para a qual o Senhor vos chamou. Onde está vosso amor pelas almas? — Historical Sketches of the Foreign Missions of the Seventh Day Adventist, 289, 290. 
A alegria de Cristo residia em salvar almas. Que isso seja vossa obra e alegria. Cumpri todos os deveres e fazei todos os sacrifícios por amor de Cristo, e Ele vos será ajudador constante. Marchai direto avante, onde vos chama a voz do dever; não permitais que aparentes dificuldades vos impeçam. Assumi as responsabilidades que vos são dadas por Deus, e ao conduzirdes vossos fardos, por vezes pesados, não pergunteis: “Por que meu irmão permanece ocioso, sem que nenhum jugo lhe seja imposto?” cumpri o dever que se acha mais próximo de vós, e cumpri-o inteiramente e bem, sem ambicionar louvores, mas trabalhando para o Mestre porque Lhe pertenceis. — The Southern Work, 2 de Abril de 1903. 
O rumo do povo de Deus deve ser para cima e para a frente, para a vitória. Alguém maior que Josué está dirigindo os exércitos de Israel. Há alguém em nosso meio, o próprio Capitão de nossa salvação, que disse, para nosso encorajamento: “Eis que Eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos”. Mateus 28:20. “Tende bom ânimo, Eu venci o mundo”. João 16:33. Ele nos levará à vitória certa. O que Deus promete, é capaz de executar a qualquer tempo. E a obra que Ele confia ao Seu povo, é bem capaz de por meio deles realizar. — Testimonies for the Church 2:122. Por que não nos tornamos entusiasmados com o Espírito de Cristo? Por que somos tão pouco movidos pelos lastimosos clamores de um mundo a sofrer? Tomamos na devida consideração nosso exaltado privilégio de acrescentar uma estrela à coroa de Cristo — uma alma liberta das cadeias com as quais Satanás a ligou, alma salva no reino de Deus? A igreja tem de reconhecer sua obrigação de levar a toda criatura o evangelho da verdade presente. Insto convosco para lerdes o terceiro e quarto capítulos de Zacarias. Se esses capítulos forem compreendidos, se forem recebidos, será feita uma obra em favor dos que estão famintos e sedentos de justiça, uma obra que para a igreja representa: “Avançai para a frente e para cima”. — Testimonies for the Church 6:296. 
A grande maioria dos habitantes da Terra se tem aliado com o inimigo. Mas não temos sido enganados. Não obstante a aparente vitória de Satanás, Cristo está levando avante Sua obra no santuário celeste e na Terra. A Palavra de Deus delineia a impiedade e a corrupção que haveria nos últimos dias. Ao vermos o cumprimento da profecia, nossa fé na vitória final do reino de Cristo se deve robustecer; e devemos sair com redobrado ânimo, para fazer a obra que nos é designada. — Obreiros Evangélicos, 26, 27

Resultado de imagem para imagens de bolas de fogos

Cena impressionante —
Nas visões da noite passou diante de mim uma cena muito impressiva. Vi uma imensa bola de fogo cair no meio de algumas lindas habitações, destruindo-as imediatamente. Ouvi alguns dizerem: “Sabíamos que os juízos de Deus sobreviriam à Terra, mas não sabíamos que viriam tão cedo.” Outros, com acento de voz agonizante, diziam: “Os senhores sabiam! Por que, então, não  nos disseram? Nós não sabíamos.” Por toda parte ouvi pronunciaremse semelhantes palavras de acusação. Acordei muito aflita. Adormeci de novo, e pareceu-me estar numa grande reunião. Uma pessoa de autoridade falava à congregação, e perante ela se achava um mapa-múndi. Disse que o mapa retratava a vinha do Senhor, que tem que ser cultivada. Quando a luz do Céu incidisse sobre qualquer pessoa, esta deveria refleti-la sobre outras. Luzes deveriam ser acesas em muitos lugares, e nessas luzes outras ainda deveriam ser acesas. Foram repetidas as palavras: “Vós sois o sal da Terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo: não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos Céus”. Mateus 5:13-16. Vi raios de luz provindo de cidades e vilas, dos lugares altos e baixos da Terra. A Palavra de Deus era obedecida, e em resultado se achavam em cada cidade e vila monumentos Seus. Sua verdade era proclamada através de todo o mundo. — Testemunhos Seletos 3:296, 297. 

Postagens de Destaque