sexta-feira, 23 de maio de 2014

Daniel - Exemplo de Temperança


E o rei falou com eles; e entre todos eles não foram achados outros tais como Daniel, Hananias, Misael e Azarias. ... E em toda matéria de sabedoria e de inteligência, sobre que o rei lhes fez perguntas, os achou dez vezes mais doutos do que todos os magos ou astrólogos que havia em todo o seu reino. Dan. 1:19 e 20.

Durante os três anos de preparo que tiveram, Daniel e seus companheiros mantiveram hábitos de abstinência, fidelidade a Deus e confiança em Seu poder. Ao chegar o momento de sua capacidade e conhecimentos serem testados pelo rei, foram eles examinados juntamente com outros candidatos ao serviço do reino. ... Sua viva percepção, sua escolha das palavras adequadas, seu vasto conhecimento, testificaram da incomparável capacidade e vigor de suas faculdades. ...
Deus honra sempre a retidão. Os jovens mais promissores de todas as terras sujeitadas pelo grande conquistador se haviam reunido em Babilônia; todavia, entre eles, estavam sem rival os cativos hebreus. O porte ereto, o passo firme e gracioso, a aparência distinta, seus sentidos não embotados, seu hálito incontaminado - eram todos sinais da nobreza com que a natureza honra os que são obedientes às suas leis. ...
Entre as sedutoras influências da luxuosa corte de Babilônia, permaneceram firmes. Os jovens de hoje estão cercados de seduções à satisfação do próprio eu. Especialmente em nossas grandes cidades, toda forma de satisfação sensual se apresenta fácil e convidativa. Aqueles que, como Daniel, recusam a contaminar-se, hão de receber a recompensa dos hábitos de temperança. ...
Apresentai-vos na varonilidade e feminilidade que Deus vos dotou. ... Deus vos recompensará com nervos calmos, mente clara, são juízo, aguda percepção. Os jovens de hoje, cujos princípios são firmes e inabaláveis, serão abençoados com saúde física, mental e espiritual. Mensagens aos Jovens, págs. 241, 242 e 244.
Ellen White
Minha Consagração Hoje - MM 1989 Pag. 147

Postagens de Destaque